Biblioteca

Leia em 10 minutos

Acompanhe o canteiro de obra em tempo real

13/07/17 - por Equipe TOTVS
Esse conteúdo ajudou 2 profissionais
compartilhe:

Na 4ª Pesquisa de Opinião de Tecnologia para Construção, realizada em 2015 pela empresa JBKnowledge, 77% dos profissionais entrevistados consideraram a tecnologia mobile prioridade para o setor. O uso de redes móveis é uma clara tendência para o controle de custos na construção civil, especialmente no Brasil. “Em um cenário com poucas obras e concorrentes agressivos, aumenta a necessidade de um acompanhamento mais assertivo do canteiro. Isso pode ter impacto tanto para o lucro, quanto para o prejuízo do empreendimento”, diz Petrus Evangelista, gestor do segmento na TOTVS.

Fazer o planejamento do controle de prazos e custos é uma das maiores dificuldades do setor no Brasil. Para se ter uma ideia, dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) mostram que, em 2015, enquanto 100% das empresas americanas afirmavam contar com planejamento estratégico para gerenciar seus projetos de construção, apenas 60% das brasileiras declararam o mesmo. Contribui para esse cenário a falta de informações precisas por parte dos gestores em relação ao canteiro.

“Se, por exemplo, numa obra com duas mil atividades o gestor perceber que está tendo prejuízo sem conseguir identificar de onde ele vem – mesmo com 40% do trabalho realizado, o cenário é negativo. Como a gama de atividades é muito grande, não há tempo para correções,” exemplifica Evangelista.

Com a solução mobile da TOTVS é possível ter informações em tempo real direto do canteiro de obra. “O engenheiro coleta as informações em campo e pode sincronizá-las com o sistema quando estiver no escritório, ou com conexão à internet,” explica Evangelista.

A solução TOTVS garante o controle tanto da apropriação de mão de obra, quanto do tempo de uso dos equipamentos. É possível saber, por exemplo, quantas horas cada profissional trabalhou por tarefa e qual foi o custo de cada equipamento. “Conseguimos captar em qual posição a obra está, se a medição é real, e tirar fotos para mostrar evidências”, diz Evangelista.

A ferramenta permite ainda agregar os dados captados no canteiro à metodologia de Análise de Valor Agregado (EVA), garantindo o controle de prazos com um nível de detalhamento ainda maior. “Assim é possível identificar onde estão os desvios e o que fazer para mitigá-los de forma mais rápida”, explica Evangelista.

Quando feito de forma manual, o controle diário de desempenho de equipamentos e mão de obra feito normalmente é lento e de baixa confiabilidade. A era da rapidez, qualidade e assertividade na coleta de informações do canteiro para o escritório já pode ser uma realidade para as construtoras brasileiras.

Documento

Download PDF Imprimir

Esse conteúdo ajudou

Sim Não

10 novidades do Top Mobile avanço físico

TOTVS lança oferta de indicadores analíticos para RH