cash & carry

Cash & Carry: Entenda como essa modalidade funciona no atacado

Equipe TOTVS | DISTRIBUIÇÃO | outubro 30, 2019

O termo cash & carry se refere a um sistema de comércio onde o PDV (ponto de venda) oferece um modelo de negócio em que o cliente escolhe seu produto diretamente nas gôndolas, fecha a compra, efetua o pagamento e leva o produto com ele na hora.

Isso evita alguns custos, como transportes e outros tipos de serviços intermediários, necessários para concretizar o meio-campo entre indústria e consumidor final.

Nesse caso, o vendedor deixa de ser um atendente comum e passa a exercer o papel de consultor, direcionando ao cliente as ofertas que mais se encaixam a ele de acordo com a análise de perfil.

O conceito de cash and carry surgiu na Alemanha em 1964, graças ao Professor Otto Beisheim. Seu objetivo era permitir que o cliente escolhesse o produto na prateleira e o levasse para casa sem a intermediação de vendedores. Esse processo oferecia um preço abaixo dos tradicionais mercados.

Como o cash & carry se relaciona com o atacarejo?

Atacarejo é um modelo de comércio que une características de vendas em atacado e varejo. O conceito de um autoatendimento “pague e leve” é o que significa cash & carry, sendo bastante utilizado nessa forma de comercialização.

Quais são os diferenciais do atacarejo?

Já falamos sobre o conceito do atacarejo, assim como o que é cash e carry. Agora, quais são os pontos que fazem do atacarejo um diferencial no modo de se fazer compras?

  • Preço baixo: para conseguir ser competitivo, o atacarejo precisa contar com preços baixos. Uma estrutura mais enxuta, dispensando o envolvimento de terceiros, é ideal para alcançar o menor preço em comparação aos supermercados tradicionais;
  • Volume alto de vendas: o atacarejo apresenta um alto volume de vendas para poder compensar os preços baixos, tendo um maior lucro no ticket médio. Focando na quantidade, a venda é feita em grandes lotes. Isso dá margem para negociar melhores preços,
  • Precificação diferenciada: as diferenças de valores que o consumidor observa acontecem por isso. Os preços costumam variar para o mesmo produto, sendo mais baixos para os que levam grandes quantidades e mais altos para os que levam menos.

Como o cash & carry pode ajudar o seu negócio

É possível dizer que a forma como o atacarejo trabalha, dando mais autonomia ao consumidor, inspirou a criação do cash and carry e das lojas inteligentes — tópicos que abordaremos a seguir.

Como o objetivo principal do atacarejo é oferecer preços mais baixos para os clientes, faz todo sentido apostar em uma inovação tecnológica que reduza a intervenção de vendedores no processo de compras.

É curioso observar, porém, que o cash & carry não se restringe ao atacado, chegando a lojas convencionais e às chamadas lojas inteligentes, que possuem vitrines digitais e utilizam vários canais na atração e vendas para seus clientes no PDV.

Nova call to action

Por que considerar apostar em uma loja digital?

As lojas digitais oferecem uma experiência única de consumo, onde a compra pode ser feita em qualquer ambiente digital, seja no e-commerce, desktop, celular ou app. A retirada pode ser em loja física ou locker — espécie de depósito onde o item se encontra. Ainda o cliente pode checar a ficha de informações do produto e montar seu carrinho para receber os produtos em casa.

Em um processo autônomo, o consumidor compra sem a ajuda de um atendente. Ele entra na loja, escaneia o produto pelo app e realiza o check-out. O comprovante pode ser impresso no próprio local ou enviado por email.

E você, se interessou pela inovação que o sistema cash & carry oferece? Acha que vale a pena implementar essa solução no seu negócio de varejo? Fique de olho no nosso blog e não perca nenhum post!

atacarejo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *