Descubra como gerenciar o seu estoque da melhor forma possível

Uma das muitas preocupações do lojista deve estar na disposição e boa apresentação de seu estabelecimento. Produtos bem apresentáveis e bem organizados na prateleira, ambiente asseado, fachada impecável, funcionários devidamente uniformizados e bem treinados e uma boa iluminação são elementos cruciais para trazer uma melhor experiência aos seus clientes. Entretanto, uma má organização e gestão do estoque pode ser agente principal do insucesso de um negócio, impactando negativamente na experiência do cliente numa eventual falta de um produto e principalmente devido a brecha financeira que produtos parados em estoque podem trazer, além disso, gastos com a armazenagem de produtos não são revertidos em lucro, ou seja, ficar com estoque parado é perder dinheiro.

Assim sendo, algumas dicas são extremamente importantes na gestão do negócio. Entre muitas outras, uma boa disciplina e organização, um modelo de reposição eficiente, um bom conhecimento do cliente e da demanda e um bom relacionamento com os fornecedores são dicas chave para evitar um dos grandes problemas de um lojista.

Organização nunca é demais em uma gestão de estoque, e para ser organizado é preciso ser disciplinado. Sem isso, informações são perdidas e quanto menos se espera produtos começam a faltar ou a acumular nos fundos da loja, trazendo um descontrole total do negócio. Para evitar tais situações, o ideal é organizar itens como compra e venda de produtos, organização dos produtos no espaço e controle de todas as etapas relacionadas ao estoque. Em adição a isso, é de importante a capacitação e conscientização de seus funcionários no registro de todas as operações do estoque e acompanhamento de perto de todas etapas para que todo o estoque seja controlado com mais segurança e clareza.

Um grande aliado da boa organização de um estoque é um modelo de reposição eficiente, a fim de evitar ao máximo a falta e ao mesmo tempo a estocagem exacerbada e desnecessária de produtos. Há dois modelos de reposição: contínua e periódica. O modelo de reposição contínua demanda a compra de produtos com uma maior frequência com uma menor quantidade de mercadorias estocadas. Traz como vantagens a redução nos gastos de armazenagem e perdas e como desvantagens maiores gastos com as compras e menor poder de barganha com fornecedores. Por outro lado, o modelo de reposição periódica consolida pedidos que são recebidos em uma determinada data. Tal modelo traz como vantagens uma melhor negociação com o fornecedor mas corre o risco de ver produtos faltarem antes do tempo se as vendas dispararem, por exemplo.

O ideal é se decidir quanto ao modelo para cada tipo de produto de acordo com a demanda de cada um, se atentando sempre em nunca impactar negativamente seu cliente devido à falta de algum produto.

Como mencionado anteriormente, a demanda dos produtos é fator chave na escolha do modelo de reposição no estoque. Tal demanda deve ser prevista de acordo com inúmeros fatores externos como clima, quantidade de feriados, épocas do ano e sazonalidades. Porém, a sapiência de tais fatores de nada vale se o empreendedor não conhecer o seu cliente, quais são seus hábitos e o perfil de compra da região em que sua empresa está inserida. A faixa etária e de renda, as características da vizinhança e a frequência com que o consumidor passa pelo local são alguns aspectos importantes e que tem impacto sobre o que deverá ser fornecido nas prateleiras. Saber o que, como e quando o cliente consome permite estratégias de compras mais assertivas e, consequentemente, o aumento das vendas. Vendas elevadas permitem a manutenção da margem de lucro e contribuem bastante para menores sobras de estoques.

Por fim, um bom relacionamento com os fornecedores pode trazer entre outras vantagens melhores preços, condições de pagamento, prazos de entrega e propor mudanças que beneficiem a todos. Além disso, a administração do estoque passa pelo trabalho de entrega de um fornecedor: se ele a fizer no prazo e sem prejudicar a qualidade do produto, você terá mais controle sobre as mercadorias.

Um grande aliado na melhora da organização e gestão do estoque são os softwares de gestão, que proporcionam uma concentração das informações e melhor acompanhamento e visão do negócio como um todo. O Fly01 tem inúmeras soluções para diversos segmentos, clique aqui e conheça mais sobre cada um deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *