o-que-e-cross-docking

O que é Cross Docking e como implementá-lo?

Equipe TOTVS | GESTÃO PARA O ATACADISTA DISTRIBUIDOR | 03 fevereiro, 2020

Saber o que é Cross Docking e como implementá-lo em sua empresa pode gerar muitos benefícios para seu setor de distribuição. Dentre as muitas formas de gerir sua divisão, essa pode ser a que mais dará certo para seu negócio. Por isso, é importante descobrir como esse método funciona e suas principais vantagens.

Cross Docking: o que é?

Cross Docking pode ser definido como uma estratégia de distribuição, que muda os conceitos tradicionais de armazenamento. Ou seja, nesse sistema, o cliente faz a compra no site da empresa, o pedido é enviado para um centro de distribuição e de lá saí para entrega para o cliente. É um conceito que afeta todo o sistema de distribuição da empresa.

Entendendo o que significa Cross Docking, é possível fazer com que as entregas de produtos sejam mais rápidas e, ao mesmo tempo, economizar espaço físico. Quando a mercadoria chega aos centros de distribuição, já existe um sistema que separa e envia as encomendas aos seus destinatários em, no máximo, 24 horas.

Tipos de Cross Docking

Ao entender o que é Cross Docking é possível entender melhor como a estratégia funciona. Entretanto existe mais de um tipo que pode ser implementado pela empresa e, por isso, é importante conhecê-los.

Veja os tipos de Cross Docking que sua empresa pode adotar:

Movimentação contínua

É quando a mercadoria é recebida e despachada o mais rápido possível. Essa é a forma mais tradicional da estratégia, evitando o acúmulo de produtos em estoque.

Movimentação híbrida

Também conhecida como movimentação consolidada, é quando os itens são recebidos e separados. Desse modo, parte deles pode ser enviada ao cliente final e a outra parte é destinada ao estoque. Essa versão permite que a empresa tenha um armazenamento de itens de alto giro.

Movimento de distribuição

Nesta opção, a mercadoria é recebida e separada para distribuição em cargas FTL (Full Truckload). Essa alternativa permite que a empresa tenha a sua disposição um caminhão inteiro para transportar seus produtos. É bastante utilizada para o setor Business to Business, pois proporciona uma entrega mais rápida da mercadoria.

Como implementar essa estratégia?

Para fazer a distribuição por meio do sistema Cross Docking, os fornecedores fazem a entrega dos produtos em um conjunto de docas. Depois, a equipe da distribuidora separa e organiza as cargas conforme os pedidos dos clientes.

A seguir, os lotes são colocados nos meios de transporte e seguem viagem para seus destinos finais. Entendendo como funciona o Cross Docking, é possível seguir as dicas de como aplicar essa estratégia na sua empresa:

Adote um sistema de gestão empresarial

Um software de gestão favorece o controle de todas as atividades da empresa, incluindo a gestão de mercadorias. Para que seja mais simples aplicar o Cross Docking, é preciso que a empresa tenha eficiência na sincronização do fluxo de produtos.

Essas informações — quando serão feitas as entregas, quais as quantidades e quais os destinos — ajudam muito o planejamento das operações. Com o sistema de gestão, é possível organizar todos esses dados em um único lugar.

Faça treinamentos com a equipe

Outro fator que afeta o sucesso dessa estratégia é uma equipe bem treinada. É preciso capacitar os colaboradores para que entendam perfeitamente como essa gestão funcionará.

Converse com seus fornecedores

É necessário que os fornecedores estejam cientes da mudança no gerenciamento de mercadorias para que tudo dê certo. Mantenha apenas os fornecedores confiáveis para que seja possível formalizar acordos. Assim, eles poderão reservar para a sua empresa um estoque de um determinado número de produtos fazendo com que a mercadoria esteja sempre disponível.

Invista no centro de distribuição

O centro de distribuição é essencial para que toda a operação funcione. É aqui onde a mercadoria chegará do fornecedor e será repassada para os clientes. A gestão do centro de distribuição deve ser feita com eficiência para que os produtos não cheguem atrasados.

Faça testes

Assim como toda estratégia, é preciso que o Cross Docking seja testado e aprimorado para atender a sua empresa da melhor forma possível. Antes de mudar completamente as operações, é importante que a estratégia seja devidamente testada.

Principais vantagens do Cross Docking

Além da redução de custos com estoque, as empresas que adotam essa estratégia podem encontrar outras vantagens, como:

Agilidade de processo

A agilidade é uma das principais vantagens do Cross Docking, pois evita a etapa da estocagem, que pode consumir um tempo precioso. A rapidez na entrega deixa os clientes mais satisfeitos e pode contribuir para a fidelização dos mesmos.

Redução de gastos

Sem a necessidade de um local para manter o estoque, os custos são reduzidos significativamente. Haverá um local para a separação, mas não precisará ser tão grande quanto um estoque.

Segurança

Quando as mercadorias precisam ser estocadas, correm o risco de serem furtadas do local de armazenagem. Esse problema não ocorre tanto quando o Cross Docking é implementado, já que o tempo de permanência da mercadoria nos centros de distribuição é o mínimo.

Como a tecnologia pode ajudar na distribuição?

Agora que você já sabe o que é Cross Docking, entende que o sistema de gestão pode contribuir muito para que essa estratégia dê certo. Isso porque se trata de uma solução completa, que garante o controle desde o centro de distribuição até as entregas.

Também é possível fazer o gerenciamento de frotas, que dão mais controle das operações ao gestor. Entenda mais sobre como essa tecnologia pode ajudar a distribuição da sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *