Gestão de frotas: Saiba as dicas essenciais desse processo

A gestão de frotas pode ser classificada como o gerenciamento de veículos de uma empresa. Essa gestão faz o controle de atividades como manutenção, combustível, quilometragem e outros tópicos sobre os quais falaremos mais a seguir.

Com um gerenciamento de frota eficiente, você pode fazer uma contenção de gastos desnecessários, prever algumas situações com certa antecedência e realizar um uso consciente dos recursos disponíveis dentro da sua empresa.

O que é a gestão de frotas?

Um sistema de gestão de frotas é uma solução que automatiza os veículos da empresa, sejam eles próprios ou não. Os objetivos dessa administração são organizar, aperfeiçoar e acompanhar as despesas e atividades da frota.

O termo “frota”, no entanto, não precisa significar uma grande quantidade de veículos, e também não se refere somente aos veículos pesados. Um único veículo já é suficiente para se caracterizar como um uma frota. Pode ser um carro para o setor de vendas visitar clientes ou uma moto para fazer entregas mais rápidas, por exemplo.

Gestão de frota de veículos pesados

Transportadoras, empresas que fazem entrega de produtos, centros logísticos e todos os negócios que têm seu foco no transporte costumam trabalhar com frotas de veículos pesados.

Esses veículos são caminhões, ônibus (no segmento de serviços, no transporte de pessoas) e até alguns tipos de vans, pois todos rodam distâncias bem mais longas do que o comum e conseguem levar uma grande quantidade de produtos em estradas que geralmente não se encontram em boas condições.

Os custos desses veículos pesados são bem mais elevados do que o de veículos comuns, como carros e motos, e exigem um maior controle de manutenção de frota. Mais combustível, maior desgaste de pneus, reparos, tributação com pedágio, entre outros gastos. Tudo isso pode se tornar um pesadelo para a empresa, caso a gestão da frota não esteja alinhada.

Além disso, é extremamente importante que o responsável pela gestão dos veículos tenha conhecimento da situação das rodovias (acidentes, condições de asfalto e trânsito). É interessante, também, saber calcular o trajeto mais proveitoso, garantir a performance dos condutores, negociar preços e verificar a disponibilidade dos veículos, evitando atrasos nas entregas e danos nos produto transportados.

Como fazer a gestão de frotas?

O gerenciamento de frotas não só organiza a frota de veículos, mas pensa em todo o fluxo das operações, além de avaliar motoristas e garantir que sempre estejam disponíveis, com a manutenção em dia.

Confira algumas dicas para conseguir ter uma gestão de frotas de primeira linha no seu negócio:

  • Aponte os recursos da empresa: faça uma lista com os veículos disponíveis, a data da última revisão, a quilometragem de cada um, média de consumo de combustível e custos com a manutenção. Assim, você descobre quais veículos da frota têm o melhor custo-benefício e os que dão mais despesas, evitando problemas no futuro;
  • Procure melhores trajetos: utilizando sistemas de mobilidade é possível identificar boas alternativas para chegar do ponto A ao B. Dessa forma, não só é diminuído o desgaste dos veículos e dos motoristas, mas também os produtos podem ser entregues mais rápido, agradando os clientes.
  • Defina políticas de serviço da frota: é preciso definir as regras que vão determinar como e quando o setor de transporte vai entrar em ação. Ponto crucial também é a respeito dos motoristas, estilo de condução adequada, remédios que devem ser evitados antes e durante o expediente, e quantidade máxima de horas que poderão dirigir por dia.

Ferramentas para uma boa gestão de frotas

Em um momento onde a estratégia é mais exigida, o gerenciamento de transporte e frotas pode precisar de análise, otimização e controle da operação, o ideal é ter soluções tecnológicas para o processo de roteirização, por exemplo.

Para buscar maior segurança, tanto para os condutores quanto para os veículos utilizados, o monitoramento e rastreamento são imprescindíveis.

Isso vale até mesmo para poder checar se os motoristas estão seguindo as políticas criadas pela empresa ou se estão violando as regras estabelecidas, como usar os veículos para demandas particulares, por exemplo.

Um software de gestão de frotas, portanto, traz fluidez e incrementa ainda mais o nível de serviço aos clientes. As ferramentas da TOTVS fazem o gerenciamento das atividades de transporte e logística, automatizando o processo de cargas. Saiba mais aqui.

gestão de frotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *