Os 5 indicadores de RH indispensáveis e como mensurá-los de forma eficaz

Os 5 indicadores de RH indispensáveis e como mensurá-los de forma eficaz

Equipe TOTVS | GESTÃO DE NEGÓCIOS | 18 março, 2019

O setor de recursos humanos é importante para qualquer empresa e uma prática que vem sendo bastante aplicada nesse meio são os indicadores de RH. Eles são responsáveis por demonstrar o empenho dentro do negócio e se está havendo resultados efetivos. Entender melhor sobre esses indicadores pode ajudar na tomada de decisões, otimizando todos os processos e garantindo que o ambiente de trabalho seja agradável.

Para isso, existem diversos métodos que buscam facilitar a identificação dos resultados de acordo com cada atividade. No entanto, é essencial conhecer e também determinar quais são os melhores a serem utilizados pela organização.

Dessa forma, preparamos este texto para que você conheça 5 indicadores de RH para o seu negócio. Confira agora!

Por que o RH também precisa se preocupar com indicadores de desempenho?

É muito importante que as empresas compreendam que muitas ações podem acarretar danos para o setor de Recursos Humanos. Por isso, o uso de indicadores promove melhor planejamento, para evitar qualquer efeito colateral nas tomadas de decisão.

Assim, utilizar esse método tem por finalidade apontar se a gestão está aquém ou além dos objetivos propostos e o que é necessário para melhorá-la. Os indicadores permitem acompanhar o decorrer dos processos, além de identificar quais atividades estão em perfeita sintonia e quais devem ser otimizadas.

Contudo, para uma melhoria dos resultados, o setor de RH necessita ter uma visão difundida sobre as áreas da empresa, a fim de determinar quais dados servirão para basear as ações corretas. A partir disso, torna-se possível criar indicadores que serão acompanhados e estudados até a resolução de cada processo, com o objetivo de buscar melhorias para as rotinas laborais.

Quais são as principais características de um indicador?

Os indicadores apresentam algumas características que os definem como sendo de excelente usabilidade, principalmente quando se trata do setor de Recursos Humanos. Para que eles promovam eficiência e otimização em uma empresa, devem ser:

  • concretos: o indicador precisa demonstrar tangibilidade, além de conter um objetivo específico;
  • mensuráveis: os indicadores precisam ser mensuráveis, pois se eles não puderem ser medidos, não serão, de fato, um indicador;
  • alcançáveis: essas métricas devem apresentar dados e informações que sejam reais. Ou seja, seus números precisam estar claros e demonstrar fatos certos;
  • relevantes: é preciso monitorar apenas aquilo que realmente seja expressivo. Você não deve perder tempo com indicadores que não contribuam para a evolução da empresa.

Quais são os indicadores de RH?

Mensurar resultados é um dos pontos mais importantes para entender se o planejamento proposto pela empresa está no caminho que deveria ou se alterações de rota são necessárias. Sendo assim, veja agora alguns dos principais indicadores relacionados ao setor de Recursos Humanos.

1. Absenteísmo

Compreender por que seus colaboradores têm se ausentado do local de trabalho é essencial para ter controle da saúde organizacional. Seja por razões que envolvam doenças, seja por questões pessoais, a ausência de um profissional pode gerar impactos diretos na eficácia da equipe e ainda provocar gastos para o negócio e problemas no atendimento aos clientes.

Desse modo, entender e analisar os motivos de ausência e as justificativas mais rotineiras pode auxiliar a empresa na percepção sobre o clima organizacional. Além do mais, é possível saber quais são as ações que precisam ser tomadas para criar conscientização e apoio à melhoria geral do negócio e dos trabalhadores, fazendo com que haja uma equipe muito mais produtiva e eficiente.

2. Desempenho

Um dos mais importantes indicadores de RH relaciona-se ao desempenho de sua equipe. Compreender como estão os resultados individuais de cada time é essencial para ter uma visão ampla sobre questões que precisam ser aplicadas. Até mesmo o uso de práticas de feedback pode otimizar ou ajudar o reconhecimento de bons colaboradores.

Com uma visão mais objetiva e clara do desempenho dos funcionários da empresa, é possível saber com exatidão o quão perto ou distante dos objetivos corporativos a equipe está.

3. Treinamento

Para a empresa que já tenha contratado os melhores talentos, chega o momento de mantê-los no negócio e mostrar que eles podem se desenvolver muito mais. Assim, é preciso colocar em prática métodos de retenção, mas não associados aos critérios financeiros e sim à evolução profissional e ao crescimento pessoal.

Uma das formas de alcançar isso é por meio da aplicação de treinamentos, que são fundamentais para ampliar a capacidade e qualidade da sua equipe. Isso também proporciona novas possibilidades aos colaboradores que estejam há mais tempo no negócio. Alguns podem, inclusive, tornar-se propagadores de conhecimento ao serem instituídos como responsáveis por treinar outros talentos na empresa.

4. Cultura organizacional

Um dos indicadores de RH bastante usado e que busca compreender o nível de satisfação de sua equipe é a cultura organizacional. Esse conceito visa a atrair e reter talentos para que a empresa consiga se destacar e se diferenciar no quesito de atendimento ao mercado.

Para estipular essa métrica, a organização deve primeiro entender como deseja se posicionar no âmbito empresarial, além de saber quais são os valores e quais deles os profissionais devem cultivar.

Com isso, torna-se possível propagar entre os colaboradores padrões satisfatórios que promovam o crescimento coletivo dentro de uma dinâmica estabelecida para o sucesso. Isso simplifica o processo de ambientação e, até mesmo, a seleção dos talentos mais compatíveis com o perfil cultural do negócio.

5. Liderança

Nenhuma empresa consegue alcançar o sucesso sem ter bons líderes. Ou seja, a aplicação dos indicadores de RH é essencial para analisar corretamente como acontece o processo de liderança organizacional.

Seja dando suporte à identificação e à formação de novos líderes, seja ajudando no surgimento de novos profissionais com perfis de líderes, entender como está o desempenho da sua equipe é muito importante para economizar tempo e capital da empresa.

Você deve ter em mente que há profissionais que não se encaixam nesse perfil. Por isso, é preciso garantir que as equipes sob sua tutela sigam o caminho certo dentro da organização.

Nova call to action

Qual é a melhor forma de mensurar esses indicadores?

Cada negócio deve definir os parâmetros para mensurar os melhores indicadores de RH conforme o seu segmento de atuação. Assim, a análise dessas métricas deve ser baseada em critérios objetivos e claros, a fim de que promova resultados satisfatórios e estimule a melhoria de processos.

Para isso, é importante que a companhia conte com recursos tecnológicos que vão ajudar no desenvolvimento empresarial, além de corrigir falhas e problemas no ambiente de trabalho.

Para facilitar sua implantação, há o Business Intelligence, que disponibiliza soluções adequadas para cada modelo de negócio. Ele é responsável por coletar, transformar e entregar dados importantes por meio dos indicadores de modo inteligente, permitindo que as tomadas de decisão sejam baseadas na real situação da empresa.

Outra solução bastante eficaz é o sistema de gestão (ERP), um software que permite otimizar a administração empresarial, automatizando os processos e integrando as atividades de vendas, contabilidade, finanças, logística, produção e RH.

Enfim, os indicadores de RH são extremamente cruciais para os processos no setor de Recursos Humanos. Eles demonstram dados necessários que buscam analisar todo o processo empresarial, o que otimiza os negócios e destaca a sua organização perante a concorrência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *