Conheça os galpões logísticos e seus benefícios

Equipe TOTVS | 02 setembro, 2022

Com o crescimento dos e-commerces, outra demanda ganha cada vez mais destaque no mercado: os galpões logísticos

O espaço é parte essencial da operação logística, como o nome já revela, mas suas funcionalidades e seus benefícios vão muito além disso. 

Para aproveitar todo o potencial estratégico dessas instalações e conseguir aprimorar os sistemas de armazenamento, assim como o envio de produtos, é preciso antes entender como eles funcionam.

Neste conteúdo, vamos explicar para que servem os galpões, quais são os seus benefícios e as tendências para o mercado, além de compartilhar exemplos de empresas que investem nesses espaços e dicas de como escolher um bom galpão.

Continue a leitura com a gente para saber mais!

O que são galpões logísticos?

Os galpões são locais destinados para o armazenamento e a manipulação das mais variadas cargas, servindo como espaço para a execução dos processos logísticos.

Nestes centros, é possível garantir mais agilidade, praticidade e organização nas operações, otimizando assim o transporte de cargas

Para que servem os galpões logísticos?

Os galpões têm papel fundamental na estocagem e no envio de mercadorias, funcionando como base para várias etapas do processo logístico.

Nos espaços, é possível realizar diversas atividades, como: 

  • recebimento de cargas;
  • separação de pedidos;
  • distribuição de cargas;
  • armazenamento.

Com o crescimento dos comércios eletrônicos, ter um local específico para essas atividades torna-se cada vez mais necessário.

Sem essa estrutura, etapas importantes da operação podem ser impactadas, trazendo prejuízos para o processo de entregas e afetando a gestão logística.

Nova call to action

Como está o mercado de galpões logísticos no Brasil?

Segundo dados do Morgan Stanley, o setor de e-commerce representou 15% do total das vendas do varejo em 2021. 

Ainda segundo a pesquisa, a tendência é que o comércio online represente um quarto das movimentações do setor de comércio em geral. 

Essa contextualização serve para entendermos bem como anda o mercado de galpões logísticos no Brasil, afinal o crescimento nas vendas indica um aumento na demanda por esses espaços.

Com o boom dos e-commerces durante o período de pandemia, grande parte dos condomínios ficou ocupada, dificultando a busca por espaços vagos.

Entretanto, há uma previsão de equilíbrio para essas taxas. Isso porque, apesar da tendência de crescimento do comércio eletrônico seguir forte, o cenário macroeconômico está mais desafiador.

Fatores como a alta na taxa de juros e na inflação, além da guerra entre Rússia e Ucrânia, acabam impactando a economia brasileira, principalmente em relação ao aluguel desses locais.

Vale destacar que os galpões também são fontes de investimentos, o que ajuda a manter o mercado aquecido.

Atualmente, é o estado de São Paulo que abriga a maior quantidade de galpões. 

Inclusive, quando pensamos em qual o maior galpão do Brasil, a mente logo se volta para a cidade de Cajamar, que está entre as regiões do estado com maior concentração logística. 

Conheça os benefícios de um galpão logístico

O mercado aquecido dos galpões já revela que essas estruturas trazem inúmeras vantagens para os processos das empresas.

Independente do segmento ou do tamanho do seu negócio, contar com um local projetado para as atividades logísticas faz total diferença no dia a dia.

Além de otimizar as entregas, isso também tem impacto na produtividade e, claro, no lucro da sua marca.

Para que você possa conhecer melhor o galpão logístico, separamos os principais benefícios deste local para o seu negócio. 

Confira a seguir quais são eles e descubra como um galpão pode otimizar suas operações diárias de estoque, preparo e distribuição.

Estrutura completa para operações logísticas

Contar com uma estrutura adequada para a operação logística é fundamental para manter um fluxo bem organizado, eficiente e muito mais ágil.

O galpão logístico é montado exatamente para essa finalidade, por isso tem tudo o que você precisa para otimizar as atividades da empresa, desde a armazenagem até o envio da mercadoria.

Além de trazer agilidade, isso também contribui para baratear os custos operacionais e refletem diretamente na qualidade do serviço oferecido pelo seu negócio.

Como consequência, você eleva o nível da experiência de compra e, dessa forma, conquista a satisfação do cliente, aumentando as chances de novas compras e fidelização.

Localização estratégica

Todos os galpões costumam ser construídos em locais estratégicos, já pensando no escoamento e distribuição de mercadorias.

Sendo assim, é comum encontrar espaços próximos às principais rodovias do país ou com fácil acesso aos pontos de interesse da região.

Isso é uma forma de agilizar o transporte, aproveitando as melhores rotas disponíveis para cada entrega de acordo com as necessidades da empresa.

Além disso, a localização estratégica também reduz os valores de frete, um ponto positivo para a economia do seu negócio e também para o custo final de venda.

Com um frete mais barato, é possível reduzir os repasses na venda e assim melhorar a experiência dos consumidores.

Possibilidade de expansão

Com um espaço maior e devidamente estruturado, aumentam as possibilidades de expandir suas operações logísticas.

A otimização nos processos, junto à estruturação estratégica, impacta nos setores de transporte, distribuição e no desempenho geral da empresa.

Isso porque é possível descentralizar algumas tarefas e colocar em ação outras atividades que antes eram inviáveis devido à falta de espaço ou infraestrutura adequada, por exemplo.

Dessa forma, também abre-se oportunidade para ampliar os seus negócios.

As principais tendências em galpões logísticos no país

Depois de um cenário muito positivo em 2021, a previsão é que o mercado de galpões logísticos siga aquecido, tanto como investimento quanto nos aluguéis.

Para se ter uma ideia, um relatório da Colliers International Brasil mostrou que o setor encerrou 2021 com 19 milhões de metros quadrados de galpões de alto padrão distribuídos pelo país.

A pesquisa ainda revelou que a taxa de vacância era de apenas 11,4% no final do ano, sendo a maior parte dos espaços ocupados pelos segmentos de varejo e e-commerce.

Essa demanda impulsiona o desenvolvimento de galpões cada vez mais modernos, com infraestrutura mais completa e uso de tecnologias para otimizar os espaços. 

Veja algumas das principais tendências para o setor no Brasil:

  • investimento em sustentabilidade, com aquecimento solar e climatização otimizada;
  • fechamento com sistema tilt-up, pré-moldado no próprio canteiro de obras;
  • estruturas feitas em material metálico.

Neste contexto, a tendência é de que o mercado siga bem movimentado e traga ainda mais benefícios para os negócios que precisam de um espaço físico bem preparado.

Exemplos de empresas que investem em galpões logísticos

As maiores empresas do país e do mundo, como Mercado Livre, Magazine Luiza e Amazon já são grandes investidoras dos galpões logísticos.

O  galpão logístico da Amazon em São Paulo, por exemplo, tem 57 mil metros quadrados e conta com cerca de 450 funcionários. 

Já o Mercado Livre é um dos que mais cresce no setor. Segundo dados da SiiLA, a empresa absorveu mais de 98.316 m² em empreendimentos logísticos, só em São Paulo.

O que avaliar ao escolher um galpão logístico?

Ao escolher um galpão logístico, é preciso considerar alguns fatores para certificar-se de que o espaço atende às necessidades da sua empresa.

Dentre eles, o tamanho, a segurança e as condições estruturais são quesitos fundamentais.

Localização também é um ponto de atenção, por isso sempre considere o seu fluxo de entrega antes de decidir qual o melhor galpão para o seu negócio.

Com isso em mente, vamos compartilhar agora uma lista com as principais características a serem consideradas ao buscar um galpão logístico. Veja a seguir.

Altura

A altura é um quesito fundamental, pois representa o espaço disponível para empilhamento e, portanto, a capacidade de estocagem do galpão.

O ideal é que o pé direito alto fique entre 10 e 15 metros de altura, deixando um bom fluxo de ventilação, que também contribui para a preservação das mercadorias e bem-estar dos colaboradores. 

Dimensões

O tamanho do galpão logístico é um dos primeiros pontos a serem avaliados, afinal, vai indicar se o espaço tem ou não capacidade de armazenar as mercadorias do seu negócio.

Uma empresa que vende calçados tem necessidades diferentes de outra que comercializa eletrodomésticos, por exemplo. 

Neste exemplo, os tamanhos das mercadorias são totalmente diferentes, assim como os cuidados de armazenamento e manuseio de cada uma delas.

Por isso, considere as particularidades da sua carga ao avaliar as dimensões do galpão, já pensando não só no armazenamento, como também em todas as etapas da operação logística e no espaço necessário para realizá-las.

Capacidade do piso

Pode parecer um detalhe irrelevante, mas o piso do galpão é um dos principais pontos estruturais a serem avaliados.

Ele deve estar preparado para suportar o peso das máquinas de uso interno, o fluxo de funcionários e o volume de carga armazenado. 

O indicado é que o piso tenha capacidade para suportar cerca de seis toneladas por metro quadrado, considerando sempre os maquinários utilizados ali durante a operação logística. 

Além de evitar o desgaste da infraestrutura e garantir a vida útil do espaço, reduzindo custos de manutenção, isso também otimiza os processos internos e garante a segurança de toda a equipe.

Proteção contra incêndios

Os incêndios são um problema grave, que afeta diretamente a segurança dos colaboradores e a preservação dos produtos. 

Por isso, é indispensável que os galpões tenham proteção contra incêndios.

Para alguns modelos, isso é uma norma, mas vale verificar se esse sistema de segurança realmente existe e como ele funciona.

Certifique-se de que a infraestrutura conta com sprinklers instalados, extintor de incêndio e sinalizações de segurança.

O que são e como funcionam os investimentos em galpões logísticos?

Como já contamos neste artigo, os galpões logísticos também são fonte de investimentos e, com o crescimento do mercado, tornam-se cada vez mais relevantes no setor financeiro.

Os fundos de galpões logísticos, ou simplesmente FIIs, ganharam destaque com o aumento na demanda por espaços físicos para otimizar operações logísticas, consequência do crescimento das vendas online durante a pandemia.

Esses FIIs fazem parte dos fundos imobiliários de logística e são ações de renda variável, ou seja, sofrem alterações de acordo com o mercado.

Investir neles é um processo bem simples. Veja como funciona:

  • escolha uma corretora de valores de sua preferência;
  • verifique os fundos registrados na bolsa de valores;
  • analise as opções disponíveis;
  • escolha quanto investir.

Pronto, o seu dinheiro já está aplicado! Lembre-se de avaliar com calma as opções e escolher fundos de acordo com o seu perfil de investidor.

Conte com a tecnologia para otimizar suas operações logísticas

Ter um espaço físico adequado é um grande passo para melhorar a gestão logística, mas buscar maneiras de otimizar as diferentes etapas da operação é fundamental.

Para isso, a tecnologia consegue auxiliar em diversas atividades. A automação de alguns processos, como o controle de estoque, é uma necessidade para qualquer negócio que deseja uma logística eficiente.

A boa notícia é que já existem soluções bem completas não só para o controle de estoque, mas para o fluxo de entregas como um todo.

Isso inclui desde a gestão financeira, seguindo para o acompanhamento dos produtos enviados e até mesmo para a roteirização de cargas

TOTVS Planejamento de Rotas

O TOTVS Planejamento de Rotas é a ferramenta ideal para otimizar a roteirização de entregas. 

Com o uso da geolocalização, o software ajuda a identificar as melhores rotas para cada pedido, além de organizar todas as entregas em um só lugar com praticidade e eficiência.

A ferramenta pode contribuir para a redução de até 30% dos custos da entrega e ainda permite integração com outros softwares, facilitando o gerenciamento logístico.

Otimize suas entregas com o TOTVS Planejamento de Rotas!

Conclusão

Neste artigo, entendemos a função dos galpões logísticos e todos os benefícios que esses espaços trazem para o seu negócio.

Como vimos, o mercado está cada vez mais aquecido e isso impulsiona a implementação de melhorias nas estruturas, trazendo ainda mais vantagens para os processos logísticos.

Além de serem ótimos espaços para o varejo e e-commerces, os galpões também são fundos imobiliários de investimento, o que torna o setor ainda mais competitivo e lucrativo.

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.