XaaS: o que significa Everything as a Service?

Equipe TOTVS | 29 setembro, 2021

XaaS, ou Everything as a Service, é um novo conceito que surgiu graças à transformação digital, que permite que as empresas executem seus serviços com o auxílio da computação em nuvem.

Esse modelo permite que as empresas tenham mais agilidade, segurança e economia para realizar seus processos, reduzindo o custo de manutenção e gerenciamento de espaços físicos.

Entretanto, esse conceito vai um pouco mais longe, com mais modalidades de trabalho que podem funcionar “as a Service”, como veremos logo mais.

Neste texto, você verá:

  • O que é XaaS?
  • Quais são os modelos de XaaS?
  • Como funciona um modelo XaaS?
  • Qual é a relação do Cloud Computing com o XaaS?
  • Qual é a importância do XaaS para o TI?
  • Quais são as vantagens do XaaS?

Continue a leitura e veja como a solução TOTVS Fluig pode ajudar a sua empresa! 

O que é XaaS (Everything as a Service)?

XaaS, ou Everything as a Service, nada mais é do que “tudo como um serviço”, onde o X toma o lugar de “tudo”.

Trata-se de uma modalidade de negócio que possibilita fornecer qualquer tipo de serviço de TI “as a service”, ou seja, “como um serviço”.

Ou seja, trata-se de uma modalidade de negócios que conta com uma gama de possibilidades.

Um exemplo muito conhecido é o SaaS, ou Software as a Service, que veremos mais à frente durante o texto.

Mas isso não acontece somente com Softwares. É possível oferecer serviços de comunicação, plataforma, infraestrutura e muito mais.

Portanto, resumidamente, o XaaS pode englobar um, dois, três ou mais modelos que utilizam a nuvem para atividades que antes eram realizadas fisicamente, reduzindo o custo de abertura, manutenção e gerenciamento de uma empresa física.

Quais são os modelos de XaaS?

Como vimos, o “x” presente na sigla XaaS é utilizado para expressar algo como “qualquer coisa como um serviço”, sendo o “X” substituível de acordo com o serviço ou solução em nuvem oferecido pela empresa.

Muitas pessoas associam o XaaS apenas aos serviços de softwares, mas outros serviços como comunicação, infraestrutura e até network, também são representados dentro dessa modalidade de negócio. 

Abaixo, te explicamos o que é e como funciona o PaaS, SaaS, NaaS, IaaS, CaaS e outros modelos “as a service”. Confira:

PaaS (Platform as a Service)

A PaaS, ou Plataforma como Serviço, é uma solução criada para atender as demandas de empresas que precisam desenvolver projetos, testes de  aplicativos, entre outras necessidades de desenvolvimento de softwares.

A grande vantagem é o custo mais reduzido e o fato de serem plataformas de menor complexidade, com um tempo de criação e implementação mais reduzido.

Além da segurança e praticidade de ser um sistema em nuvem, com recursos completos, o usuário pode gerenciar e instalar suas próprias aplicações, seja de desenvolvimento próprio ou de terceiros.

Com o PaaS, ele pode fazer uso de suas ferramentas e bibliotecas oferecidas no próprio provedor do sistema.

Em termos mais técnicos, o uso do PaaS elimina a necessidade de gerenciar recursos de hardware e software, comprar ou configurar em uma nova linguagem. De modo geral, os benefícios principais incluem:

  • Aumento de agilidade e produtividade nos processos;
  • Alavancagem do empreendedorismo interno, reduzindo custo com manutenção e seleção de sistemas;
  • Redução de tempo para lançar um novo produto ou solução ao mercado;
  • Aumento do foco da equipe no desenvolvimento de inovação e redução de tempo resolvendo problemas de rede, segurança, hardware etc;
  • Crescimento da agilidade, flexibilidade e aderência da empresa  às mudanças e oportunidades de mercado;
  • Possibilidade de rodar mais testes para medir o desempenho;
  • Redução de custos.

SaaS (Software as a Service)

O SaaS, por outro lado, se refere ao oferecimento de softwares como serviços e diversos exemplos de programas disponibilizados sob esse modelo já estão presentes no nosso cotidiano.

Um exemplo claro é o Google Docs, uma ferramenta online e gratuita que faz parte de um conjunto de aplicações disponibilizadas dentro do Google Drive.

Nesse caso, o que diferencia o Google Docs de outros programas similares, como o Word, por exemplo, é que não precisa de nenhuma forma de instalação.

Como se trata de um SaaS, o software fica em um servidor remoto, o que acaba trazendo diversas vantagens que podem ser exploradas na hora de escrever um texto.

Por exemplo, através do Google Docs, todas as alterações que você faz em um documento já ficam salvas na nuvem automaticamente assim que são feitas, ao contrário do word, em que é necessário constantemente salvar o arquivo para não perder nada.

Além disso, ao contrário de documentos word, que podem ser excluídos, corrompidos e perdidos, no caso do Google Docs, o texto fica salvo na nuvem, ou seja, se você tiver problemas com o seu HD, não corre o risco de perder o seu arquivo.

NaaS (Network as a Service)

O NaaS, por outro lado, representa a sigla Network as a Service, que pode ser traduzido livremente para algo como “rede como serviço”.

Trata-se de um tipo de ferramenta bem simples, que necessita apenas de um computador conectado à internet e acesso ao portal do provedor para funcionar.

Através desse acesso direto à rede, o NaaS acaba interligando diversos serviços baseados na nuvem.

E tudo isso acontece digitalmente, ou, em outras palavras, sem a necessidade de montar a sua própria estrutura de rede ou utilizar qualquer tipo de hardware.

IaaS (Infrastructure as a Service)

IaaS é a sigla para “Infrastructure as a Service”, ou Infraestrutura como serviço, em tradução livre.

Trata-se de uma solução para diminuir os custos e aumentar a eficiência da empresa de modo geral.

Isso porque o IaaS é um data center (centro de dados) que pode ser gerenciado à distância e substitui a necessidade de comprar equipamentos voltados para a tecnologia de computação.

Nesse tipo de XaaS, é possível, por exemplo, armazenar uma grande quantidade de dados na nuvem, além de contratar serviços para aumentar o poder de armazenamento, processamento e até memória RAM.

Um exemplo muito famoso é o AWS, uma plataforma que é oferecida pela Amazon.

MaaS (Monitoring as a Service)

O MaaS, Monitoramento como Serviço, é um tipo de XaaS que tem como objetivo garantir a melhor performance, segurança e disponibilidade de serviços de TI por meio de um sistema de monitoramento 24 horas e em tempo real.

A grande vantagem para as empresas que contratam o monitoramento como serviço é a flexibilidade da solução, que muitas vezes utiliza o sistema de cobrança por assinatura “pay per use”, em que se é cobrado de acordo com o que foi usado.

A forma como o MaaS funciona, na prática, é simples. O software de monitoramento é gerenciado pelo parceiro tecnológico contratado.

Durante a contratação do serviço, toda a sua rede, sistemas, aplicativos e infraestrutura permanecem vigiados e controlados para a segurança e eficiência da empresa.

Outra vantagem é que, na ponta do lápis, acaba sendo muito mais vantajoso financeiramente a contratação de um MaaS do que a realização interna desse monitoramento 24/7.

Esse modelo de XaaS, assim como os outros, também é acessível de qualquer lugar do mundo e com potencial de escalabilidade.

DaaS (Desktop as a Service)

O “desktop como serviço” é uma solução de computação em nuvem em que o provedor de serviços oferece desktops virtuais aos usuários finais.

Basta acessar de qualquer dispositivo que esteja conectado à internet, através de uma assinatura por usuário.

Esse tipo de XaaS também é conhecido como Device as a Service ou PC as a Service.

Nesse exemplo, pensando em uma solução para as empresas, o provedor faz o gerenciamento de back-end, manutenção, backup, armazenamento de dados e atualizações necessárias.

Em alguns casos, os DaaS também apresentam como solução a opção de cuidar da segurança e gerenciamento dos aplicativos instalados.

Existem dois tipos de DaaS, os persistentes e não persistentes.

No persistente, o usuário tem a opção de personalizar e salvar as novas configurações para manter a aparência sempre que fizer login.

Contudo, nesse caso, o desktop exige mais espaço de armazenamento, encarecendo o serviço.

No desktop não persistente, os desktops são apagados em todo logout, sendo apenas uma forma de acesso a serviços compartilhados em nuvem. Por ser uma solução mais básica, o custo de manutenção é menor.

As principais vantagens incluem pontos como a possibilidade de instalação e desativação rápida dos usuários ativos, redução de tempo de inatividade para o suporte de TI, redução de custos, segurança e flexibilidade do dispositivo.

TaaS (Testing as a Service)

Outra solução XaaS é o Teste como um Serviço, solução conhecida também como test on-demand.

Esse tipo de modalidade representa a situação em que uma organização terceiriza o teste de outros sistemas. 

É uma opção bastante utilizada por empresas que precisam realizar diversas simulações e que precisam de uma solução para otimizar essa etapa. 

Normalmente, os TaaS são usados em projetos de pouca complexidade e que não exigem uma participação tão ativa da equipe de desenvolvimento do próprio sistema.

Como funciona um modelo XaaS?

O XaaS funciona como uma espécie de “terceirização”. Em outras palavras, ao invés de investir no desenvolvimento de softwares específicos ou na compra de hardware, a empresa em questão contrata outra que vai oferecer a solução que ele precisa “as a service” (como um serviço).

Por exemplo, ao invés de investir em terabytes de HDs ou SSDs físicos, a empresa pode contratar um serviço de IaaS onde pode armazenar todos os documentos importantes na nuvem ao invés de ficar refém dos hardwares.

Outro exemplo é a gestão de projetos. Ao invés de criar um sistema de controle internamente, a empresa contrata outra que já tem um modelo pronto para o uso e que normalmente vai trazer soluções que um sistema interno nem imaginaria em colocar.

Qual é a relação do Cloud Computing com o XaaS?

O Cloud Computing, ou computação em nuvem, é basicamente o que torna possível a existência do XaaS em todos os seus modelos.

É uma tecnologia que explora a conectividade e a grande escala da internet para hospedar recursos, dados, aplicativos, plataformas e muito mais.

A ideia é utilizar a nuvem em vez de hardwares, que se tornam ultrapassados muito rápido graças à inovação tecnológica que anda a passos largos.

Com isso, elimina-se a necessidade de downloads e instalação. Você consegue utilizar tudo sem ter de sobrecarregar os seus computadores com arquivos de programas.

Além disso, você pode acessar um programa de qualquer lugar, bastando uma conexão com a internet e um navegador.

Uma das principais características desse conceito é a centralização das informações. Como tudo é armazenado em um servidor remoto, diversas pessoas podem ter acesso aos mesmos recursos e ao mesmo tempo.

Qual é a importância do modelo XaaS para o TI?

O XaaS é muito importante para a Tecnologia da Informação, pois ela acaba agilizando muito os processos e evitando gastos desnecessários.

Como vimos anteriormente, ao invés de investir em espaços de armazenamento de dados físicos, as empresas podem contratar soluções de IaaS para esses casos.

Isso barateia muito os custos da operação e aumenta o ROI (Return Over Investment).

Além disso, os processos se tornam muito mais ágeis. Se todos da empresa tiverem um acesso fácil aos documentos de trabalho, isso evita tempo gasto procurando o hardware onde ele está armazenado.

Por fim, o que mais faz com que o XaaS seja de suma importância para o TI é o fato de que ele permite que empresas pequenas disputem com empresas consolidadas no mercado.

Por exemplo, uma empresa de pequeno porte pode usar soluções PaaS para baratear o seu custo e oferecer preços competitivos que batam de frente com aqueles oferecidos por uma empresa consolidada no mercado há muitos anos.

Ou seja, no fim das contas, é uma forma de aumentar a competitividade dentro do ecossistema do TI.

Quais são as vantagens do XaaS?

Agora que você já sabe o que é o XaaS, como ele funciona, quais os seus modelos e a sua importância dentro do mercado de TI, vamos dar uma olhada nas vantagens de implementar os modelos XaaS dentro da sua empresa. Confira:

Aumenta a produtividade

Ao utilizar algum dos modelos XaaS, é possível aumentar a produtividade da sua empresa de modo geral.

Isso porque as informações, dados e documentos importantes do dia a dia vão ser mais acessíveis a todos os colaboradores.

Se um colaborador precisa acessar um servidor, por exemplo, através de soluções XaaS, ele pode fazer isso de qualquer lugar e a qualquer momento, o que diminui o tempo gasto nessa atividade e deixa tempo de sobra para realização de outra.

Além disso, “terceirizando” diversos aspectos da sua empresa com soluções XaaS, não é necessário despender tempo tentando encontrar soluções que podem ser resolvidas através dos modelos que vimos neste texto.

Diminuição de custos

Como vimos, criar a fazer a manutenção de uma infraestrutura de TI demanda uma boa quantidade de tempo e recursos, e nem todas as empresas têm esses recursos (financeiros ou tecnológicos) em mãos o tempo todo.

Entretanto, através de modelos XaaS, a necessidade de investir em equipamento e infraestrutura desaparece junto com a necessidade de manutenção.

Como tudo passa a funcionar com base na nuvem, os custos passam a ser drasticamente reduzidos, o que é muito bom para a saúde financeira da empresa.

Aumento do ROI

Como vimos no tópico anterior, a implementação do XaaS pode acarretar em uma redução de custos para as empresas.

Isso, por si só, já leva a um aumento no Return Over Investment (ROI, ou Retorno Sobre o Investimento).

Se você levar em consideração todos os outros fatores, como o aumento da produtividade, otimização dos processos e outros, o ROI causado pelo uso de XaaS fica ainda maior e mais evidente.

Otimização de processos

Como a implementação das soluções XaaS diminuem as restrições ligadas a um espaço físico, a agilidade das equipes aumenta consideravelmente, ou seja, há uma otimização nos processos internos das empresas.

Se um problema precisa ser resolvido com urgência, um colaborador pode acessar o servidor rapidamente e de qualquer lugar para resolução dos gargalos.

Não é preciso ir até a empresa, acessar um computador específico ou fazer a manutenção dos servidores físicos para que o problema seja resolvido.

Ou seja, como o colaborador não vai precisar se deslocar para o local e pode usar o próprio dispositivo para agir, o serviço toma muito menos tempo e fica muito mais fácil de executar.

Escalabilidade

O XaaS só é implementado em uma empresa para suprir suas necessidades específicas e, normalmente, também oferece ainda mais soluções.

Por esse motivo, as empresas que utilizam todos os recursos disponibilizados pela modalidade de XaaS contratada acabam tendo uma oportunidade de fazer um crescimento exponencial do próprio negócio.

Segurança

Por fim, uma das maiores vantagens do XaaS é que ele aumenta muito a segurança das informações e documentos da sua empresa.

Quando você está lidando com o armazenamento físico em HDs ou SSDs, por exemplo, há sempre o risco do HD queimar, ou então do computador ser invadido por um ransomware que encripta todos os dados, ou os dados podem ser simplesmente roubados.

No caso das soluções XaaS, a segurança das informações e dos documentos aumenta consideravelmente, uma vez que todos os dados e documentos vão estar nas mãos de uma empresa especializada em manter esses dados em um local seguro.

Além disso, você nunca mais vai precisar se preocupar com a possibilidade de um HD acabar queimando, pois todos os dados vão estar na nuvem.

Conclusão

Nesse artigo, mostramos que o XaaS acaba sendo um termo guarda-chuva que abrange todos os tipos de modalidades de serviços em nuvem que uma empresa pode utilizar para modernizar os processos e reduzir custos operacionais.

Apresentamos quais são os principais utilizados pelas empresas e quais as vantagens de cada modelo.

Além da segurança de armazenamento de dados em nuvem, o XaaS acaba sendo uma forma de viabilizar o surgimento de novas empresas, inclusive no modelo de trabalho 100% remoto.

Se você curtiu aprender mais sobre o Everything as a Service, continue a leitura com o nosso artigo sobre Cloud Computing: o que é, tipos, serviços e vantagens.

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.