4 Boas práticas do Lean Construction para adotar nas obras

Equipe TOTVS | Biblioteca | Uncategorized | 01 outubro, 2018

Um dos maiores desafios da indústria da construção civil é aumentar a produtividade e, ao mesmo tempo, reduzir desperdícios. Estudo da Universidade de Alexandria mostra que nesse setor, o tempo gasto em produtividade é de 43%, enquanto o desperdiçado chega a 57%. Uma das tendências para enfrentar esse problema e melhorar a performance do gerenciamento de obras é a Lean Construction. A metodologia foi criada na década de 90, a partir do Sistema Toyota de Produção, e adaptada para o setor de construção civil como forma de remover ineficiências, adotar a auto-inspeção, reduzir transportes e eliminar o tempo ocioso entre processos.

Entretanto, a metodologia pode ser considerada complexa e de lenta aplicação por players do mercado brasileiro. O gestor de Oferta do segmento de Construção e Projetos da TOTVS, Petrus Júnior Evangelista, costuma apresentar quatro técnicas básicas para viabilizar a adoção de boas práticas da filosofia Lean rapidamente no canteiro de obras. “Com esses princípios é possível adotar a prática da Lean Construction na sua obra amanhã,” garante Evangelista.

O primeiro passo é usar o Just In Time (JIT), ou seja, comprar materiais apenas quando estiver próximo de sua utilização. Isso diminui o fluxo de desembolso e permite manter o estoque baixo. O gestor da TOTVS explica: “O estoque é indesejado porque a acomodação gera tempo, trabalho e perda de fluxo de caixa”.

O segundo passo é adotar o Controle de Qualidade Total (CQT), que busca a satisfação tanto de fornecedores, quanto de clientes e funcionários. Isso significa orientar o trabalho pelo cliente e colocar a qualidade em primeiro lugar. “É preciso que todos da equipe trabalhem em conjunto para atingir esse objetivo,” afirma Evagelista.

O terceiro passo é trabalhar com planejamentos diferentes: estratégico (longo prazo), tático (médio prazo) e operacional (curto). Estipular metas claras e quebrá-las em espaços curtos de semanas ajuda a aumentar o rendimento.

Por último, negociar prazos de entrega, tanto com a equipe interna quanto com fornecedores, de modo que eles se comprometam com as datas. Utilizar o controle do PPC (Percentual de Planos Concluídos), para cada time, para podermos ter uma visão clara de como o planejamento é efetivo ou não.  Evangelista recomenta fazer uma reunião semanal para apresentar as metas do período, conversar para saber se elas são factíveis e obter o compromisso da equipe. “Gerenciar é estabelecer acordos e fazer com que eles sejam cumpridos. Quanto melhor eles estiverem sendo cumpridos, melhor está sendo o acordo verbal,” diz.

Estudos sobre os impactos da Lean Construction ainda estão sendo realizados, mas construtoras que usam o método ao redor do mundo têm relatado melhora nos resultados, com mais assertividade no planejamento e, assim, redução de custos da produção e aumento da produtividade média da mão de obra.

Para saber mais, solicite contato ou ligue para 0800 70 98 100.

Fonte: Petrus Evangelista, TV1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *