A colaboração digital na manufatura

Equipe TOTVS | Biblioteca | Uncategorized | 01 outubro, 2018

Imaginem o seguinte cenário. Você pega o seu carro pela manhã e após alguns quilômetros acende uma luz no painel, você terá a partir daí que tomar uma série de decisões e executar várias tarefas. Com a colaboração digital na manufatura, seu carro identificando o problema poderia através do seu celular entrar em contato com a fábrica para verificar a severidade do problema, caso seja pouco sério você poderia continuar seu trajeto, mas de forma colaborativa a concessionaria mais próxima seria avisada agendando a manutenção corretiva e sugerindo uma data e hora em conformidade com sua agenda de compromissos que está em cloud, oferecendo agilidade e simplicidade e colaboração entre as coisas: Maquinas e sistemas.

Caso seja um problema mais sério, você seria direcionado a um lugar seguro através de mapas locais através da geolocalização e bigdatas disponíveis, ao mesmo tempo a seguradora contratada e um serviço de transporte seriam avisados para que seu trajeto continue com o menor atraso possível e o seu veículo seja levado a concessionaria que também foi avisada avaliando seus estoques e mão de obra para o conserto do veículo, mantendo seu dia produtivo e focado. São sistemas integrados, compartilhando informações e de forma cognitiva aprendendo sempre.

Vamos levar este exemplo para a nossa fábrica.

Através de sensores e CLP´s as maquinas identificariam se existe algum problema ou probabilidade de ocorrer uma falha, através da conexão com a intranet da empresa a máquina poderia verificar com os servidores do fabricante quais os procedimentos corretivos e insumos: peças, especialidades, se a máquina está em garantia e agora sabendo quais insumos são necessários o equipamento ligado ao sistema de manutenção da empresa, avisaria o ocorrido abrindo uma ordem de serviço que avaliaria a disponibilidade de peças de reposição em estoque ou gerando compras com a data de entrega correta do item, o fornecedor já seria avisado e em colaboração poderia preparar a logística de entrega do item no menor tempo, também verificaria a agenda dos técnicos para que a programação da manutenção seja a mais adequada conforme a severidade do problema e disponibilidade de recursos, em paralelo uma mensagem seria enviada ao sistema de planejamento da fábrica que avaliando a parada pode reprogramar a produção para outro equipamento ou  re planejando o calendário para que os clientes não sofram as consequências do ocorrido.

Agilidade, simplicidade, produtividade e conectividade.

Sistemas, maquinas, organizações, governos ligados através de bigdatas compartilhando informações de maneira transparente para os usuários levando toda a cadeia produtiva a um nível de colaboração e competitividade nunca antes visto.

Este cenário parece muito distante, mas boa parte dele já existe ou está em desenvolvimento pela TOTVS. Hoje através de equipamentos móveis como um tablet ou smartphone o operador pode abrir uma ordem de serviço ou ocorrência de uma peça com problema do seu local de trabalho de maneira simples, ágil e conectada, num tempo muito próximo esta tarefa seria realizada através de sensor ou do CLP da máquina que interligados ao TOTVS MES captaria a existência de uma falha no equipamento ou nas peças produzidas e o próprio sistema abrirá a ordem de serviço ou não conformidade, é a Internet das coisas funcionando em prol da organização.

Através de cadastros feito na solução TOTVS de manutenção de ativos o sistema sugere as peças e mão de obra necessária ou através do andon poderia ser aberta uma ocorrência de uma FNC, avançando um pouco mais no tempo, a conexão de bigdatas e programações cognitivas vão analisar todos os insumos e processos corretivos necessários para que continue o processo de manutenção ou plano de ação sem intervenção humana.

Hoje um e-mail ou tarefa é enviado ao planejador da fábrica que através do TOTVS APS, que analisa o motivo da parada e planeja os desvios necessários. Num futuro próximo um processo automático seria iniciado no planejamento avançado da fábrica, levando em conta os vários cenários já realizados e reprogramaria a fábrica levando em conta muito mais variáveis do que uma pessoa poderia analisar neste mesmo tempo. Será a inteligência artificial utilizada para o aumento da competitividade da empresa de forma simples, ágil e colaborativa.

A TOTVS investiu, investe e investirá sempre em novas tecnologias para que nossos clientes se tornem cada vez mais competitivos com o uso da colaboração digital.

Para mais informações sobre as soluções TOTVS para Manufatura, acesse aqui.



 Call to action para baixar o e-book de Lean manufacturing TOTVS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *