Início da Colheita da Safrinha de milho

Equipe TOTVS | Biblioteca | Uncategorized | 01 outubro, 2018
O milho safrinha é definido como o milho de sequeiro cultivado extemporaneamente, de janeiro a abril, quase sempre depois da soja precoce, na região Centro-Sul. Envolvendo basicamente os estados do Paraná, São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e, mais recentemente, Minas Gerais.

Há cerca de 25 anos, a safrinha praticamente não existia. Esse sistema de plantio extemporâneo, sem irrigação, teve seu início por volta de 1978/79, o milho safrinha era semeado principalmente após a colheita da soja precoce e o rápido crescimento da safrinha ocorria principalmente pela busca de alternativas agrícolas para o período de outono-inverno em regiões onde tradicionalmente as terras ficavam em pousio após a cultura da soja.

Chamada de safrinha ou safra de inverno, este ano deve registrar a maior produção da história no centro sul, 9.274 milhões de toneladas, isso graças a ajuda do clima.

A TOTVS, pode apoiar na gestão da produção da safrinha do milho oferecendo um software para realizar a gestão agrícola, o PIMS Multicultivo, que possibilita o gerenciamento das informações. Compreenda as principais ferramentas desta solução:


Mapas e indicadores: é possível analisar o rendimento das operações agrícolas de maneira analítica ou sintética através de gráficos e mapas.


Completo planejamento operacional das atividades e recursos necessários para a safra de milho


Orçamento agrícola: para identificar o quanto de recurso físico e financeiro são necessários para o período de produção, permitindo comparar o realizado com diferentes cenários de orçamentos!


Gestão do preparo de solo, plantio e tratos culturais: administrando horas, hectares trabalhados e recursos consumidos pelas equipes de preparo de solo, tratos culturais e plantio.


Controle técnico agronômico: Gestão das fitossanidades em limites de infestação e insumos.


Manutenção Automotiva: aumentando a vida útil do equipamento.


Acompanhamento da colheita: Acompanha a estimativa de produção e características da colheita.


Gestão da Mão de obra rural: Acompanha a medição dos serviços de campo e pagamento de mão de obra rural por produção.


Custos agrícola: o software preparado é possível comparar os custos finais com o planejamento orçamentário, permitindo atuar sobre os eventuais desvios físicos e financeiros, e mapear a estrutura de valores do processo produtivo.

Conheça essa solução, ideal para todo tipo de produtor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.