Jornada Digital

Entenda o potencial da Jornada Digital para transformar os seus resultados HOJE.

E porque você precisa se movimentar agora, antes que seus concorrentes o façam!

Empresas de praticamente todos os setores estão passando por um momento de grande transição, que é catalisada pelas novas tecnologias digitais e o impacto delas nas estruturas organizacionais e na forma de se gerar valor.

Essa metamorfose, muitas vezes chamada de transformação digital, pode ser melhor definida como jornada digital, já que se trata de um processo longo com várias etapas e adaptações, e não uma simples modificação repentina e imediata.

Normalmente, as transformações da jornada digital começam quando uma instituição tradicional é exposta a uma nova tecnologia que proporciona, pelo menos de início, uma mudança de produtividade significativa. Com o passar do tempo, alterações qualitativas começam a tomar forma e a tendência é que uma verdadeira revolução digital aconteça.

Com o passar do tempo, alterações qualitativas começam a tomar forma e a tendência é que uma verdadeira revolução digital aconteça.

Contudo, uma empresa não precisa encarar os desafios da jornada digital sozinha. Com a parceria da TOTVS, é possível percorrer essa travessia de mãos dadas com os maiores especialistas em tecnologia do país, contando com os melhores softwares para potencializar os resultados do negócio!

O conceito de jornada digital

A jornada digital das organizações é muito mais que a simples evolução tecnológica: trata-se de um processo que descreve o percurso de mudança e adaptação dos negócios a um mundo diferente, impactado pela disrupção de tecnologias que alteraram os processos de trabalho, o comportamento do consumidor e, até mesmo, o paradigma do que é valor.

Essa jornada digital não é uma opção: as empresas que tentam resistir ao poder da mudança geralmente são atropeladas pela força do progresso.

Exemplos clássicos incluem a Kodak, que já foi a principal companhia de fotografia do mundo e se perdeu quando não soube lidar com as câmeras digitais dos celulares; ou então a Blockbuster, que tinha unidades de locadoras de vídeo por todo planeta e praticamente deixou de existir com a chegada de concorrentes digitais como a Netflix.

Em alguns casos, organizações já nascem em uma etapa mais avançada da jornada digital, como o Uber, que trouxe a disrupção para o mercado de mobilidade urbana, ou o Airbnb, que fez algo parecido no setor de hotelaria. Hoje, ambas são líderes nas suas respectivas áreas, com modelos de negócios bem inovadores.

Trata-se de um processo que descreve o percurso de mudança e adaptação dos negócios a um mundo diferente.

No entanto, não é impossível que uma companhia tradicional se adeque e consiga percorrer uma jornada digital completa. Muitas outras organizações assumiram a missão de passar pela jornada digital da forma mais adaptativa possível, superando muitos obstáculos no processo e garantindo a persistência dos seus negócios.

A jornada digital como um processo contínuo

O termo jornada digital se encaixa bem aqui, porque quando se fala em transformação, isso pode ser interpretado como uma ação com início, meio e fim. Todavia, na prática, é preciso encarar esse momento como um processo consecutivo, que pode surpreender a cada dia.

A Nokia, que já liderou o mercado de telefones celulares e estava na dianteira da inovação em todo o mundo, não foi capaz de se adequar à disrupção do iPhone e foi “jogada para escanteio” na disputa pelo público consumidor nos anos seguintes. Hoje, Samsung e Apple polarizam boa parte do mercado, com outras empresas como a Huawei, Xiaomi, LG e Lenovo lutando por uma fatia menor.

Pelo menos por enquanto, ainda não é hora de pensar em uma etapa final da jornada digital. Uma vez que a empresa alcance outros concorrentes e chegue ao máximo do que a tecnologia parece oferecer, é preciso continuar trabalhando para acompanhar tendências e não perder espaço para quem vem atrás.

Os desafios das empresas em lidar com a jornada digital

Percorrer a jornada digital não é uma tarefa fácil. Os desafios começam já na percepção de que é preciso mudar para sobreviver, especialmente nas organizações que fazem praticamente o mesmo trabalho há décadas e não enxergam motivação para alterar os processos repetitivos.

Outro desafio semelhante é em relação à implementação de novas tecnologias na empresa. Em um primeiro passo, é até esperado que inovação traga apenas melhorias quantitativas: a execução mais veloz do trabalho com mais automatização de tarefas, a produtividade maior com sistemas mais poderosos ou a segurança aprimorada com sensores conectados, por exemplo.

Entretanto, a verdadeira jornada começa quando o impacto das novas tecnologias desencadeia mudanças qualitativas: atividades que eram essenciais para a geração de valor deixam de existir e novos setores focados em disciplinas que não eram imaginadas antes assumem o protagonismo da operação.

Isso sem falar em ferramentas de inteligência de negócios e análise de dados que mudam o papel do gestor: mais que a intuição e a experiência, a verdade expressada por informações confiáveis e relevantes se torna o principal fator para o processo de tomada de decisões.

Para chegar até esse momento, é preciso superar uma série de desafios. Entre eles, a resistência de uma cultura organizacional conservadora à inovação, a dificuldade técnica da compreensão das novas tecnologias e, claro, concorrentes pioneiros que podem se valer da lentidão de negócios tradicionais para ocupar um novo mercado na frente.

Também pode ser considerado um desafio o apoio da gestão para o processo de jornada digital. Além de exigir a transformação, as lideranças precisam dar o exemplo e ser a mudança.

Por fim, é fundamental estabelecer objetivos claros e metas atingíveis para o processo da jornada digital. Sem saber aonde ir, a chance de chegar no lugar errado é bem maior. Por outro lado, com um rumo bem definido, é possível caminhar pela travessia digital com uma mínima orientação do que se deseja.

Os pilares da jornada digital

Uma jornada digital é, antes de tudo, construída sobre a inovação. Para iniciar esse percurso de mudanças, é fundamental implementar uma cultura organizacional que valorize a melhoria contínua e a experimentação constante.

É crucial não ter medo de mudar e, para que isso aconteça, é preciso superar também o temor de falhar. Tudo faz parte do processo de aprendizado e da evolução do negócio.

Além da inovação, existem outros 5 pilares que sustentam a jornada digital. Vale a pena conhecer um pouco sobre cada um deles.

Cultura

Uma jornada digital pode ser facilmente anulada se a organização não adotar uma cultura empresarial direcionada ao aperfeiçoamento.

Uma cultura conservadora, intolerante a erros e que não incentiva a participação dos colaboradores é um ambiente hostil para a inovação. Nesse cenário, qualquer tentativa de jornada digital é rejeitada pela companhia, da mesma forma que anticorpos expulsam vírus e outros corpos estranhos do organismo.

Portanto, é preciso investir em cultura, com campanhas de comunicação interna, exemplos da gestão e uma seleção cuidadosa de colaboradores.

Liderança

O papel das lideranças de uma empresa é potencializar e direcionar os esforços da equipe no caminho certo. Quando é iniciada uma jornada digital, os líderes precisam fazer parte da linha de frente desse processo, dando exemplo e coordenadas para os demais funcionários.

Desenvolver lideranças é essencial para que a instituição tenha indivíduos de referência que possam guiar a jornada digital.

Pessoas

O investimento nas pessoas também é parte fundamental da jornada digital. A inovação em uma empresa pode partir de qualquer nível organizacional. Por isso, é importante realizar cursos, treinamentos e oficinas que incentivem o desenvolvimento profissional da equipe e a experimentação.

Experiência do Cliente

Muitas vezes mais importante que o preço para a decisão de compra, a experiência do consumidor precisa ser um ponto de atenção nos produtos e serviços da era digital.

O negócio precisa entender como funciona a jornada do consumidor, o seu comportamento e as suas expectativas, para ser capaz de atender às suas demandas com precisão exata.

Parcerias

Por fim, vale a pena destacar a importância das parcerias na jornada digital. Serviços e produtos inovadores quase sempre são o resultado de um esforço coletivo de uma rede de parceiros, entre pessoas jurídicas e pessoas físicas, que entregam o máximo da sua competência para um mesmo objetivo.

Isso significa que, para contar com as tecnologias mais avançadas e saber como aplicá-las da melhor forma possível, uma instituição pode contar com talento dos maiores especialistas em TI do país sem precisar adicioná-los à folha de pagamento: basta entrar em contato com a TOTVS.

Por que a minha empresa deve passar pela jornada digital?

Percorrer a jornada digital nunca foi e nem será uma opção: negócios consolidados que não atentaram para isso perderam a sua relevância no mercado ou simplesmente deixaram de existir.

Ou seja, passar ou não pela jornada digital não deve ser algo que precisa ser decidido, mas sim como será esse processo e o que é preciso fazer para garantir a sobrevivência da organização em um mundo de transformações tecnológicas.

O investimento das empresas na jornada digital

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, o principal investimento das empresas na jornada digital não é na tecnologia em si, mas sim em adequações estruturais e culturais e no desenvolvimento de inovações disruptivas que possam se valer dessas tecnologias.

Por mais recursos que sejam direcionados para a jornada digital, é importante saber que esse é um processo que leva tempo. Orientações de especialistas, softwares de boa qualidade e equipamentos avançados podem até acelerar a transformação, mas mesmo assim, é preciso paciência até que tudo seja absorvido pelas equipes e pela organização em si.

Logo, o investimento mais importante é o tempo: é preciso começar cedo, para amadurecer a organização aos poucos.

A necessidade de se reinventar para se manter competitivo

A frase “em time que está ganhando não se mexe” não é algo que pode ser aplicado em processos de longo prazo. Além da renovação constante de recursos, a melhoria contínua é fundamental para o progresso em qualquer área.

No momento atual de transformações, as empresas precisam entender como podem se reinventar para se manterem competitivas. Repetir o mesmo modelo de negócios do passado é o mesmo que retroceder no tempo. É necessário entender como mudar para continuar relevante no mercado.

Algumas vezes, essa reinvenção pode ser radical: a própria Netflix, que hoje lidera o mercado de streaming de vídeos, é um exemplo disso. No começo, a empresa era uma locadora online que entregava mídias físicas para os seus clientes assistirem DVDs em casa.

Com a evolução das conexões de internet de banda larga, ela evoluiu e, mantendo a sua missão principal, passou a levar o cinema pela web aos seus clientes. Mas não parou por aí: ao entender melhor o perfil dos seus consumidores e o que eles gostavam de assistir, passou a investir em conteúdo próprio e exclusivo para dominar ainda mais o mercado.

Os benefícios da jornada digital na prática

De forma resumida, é possível explicar os principais benefícios de embarcar em uma jornada digital com cinco tópicos principais. Entenda cada um deles:

Empresas que investem em inovação e tecnologia conseguem se manter competitivas em seus mercados e, se forem pioneiras, podem superar os concorrentes.

Estar na ponta do desenvolvimento tecnológico permite uma percepção anterior de tendências, o que também é uma vantagem competitiva.

Uma empresa digitalizada faz mais com menos — a tecnologia permite uma produtividade maior em um tempo menor e com gastos reduzidos.

Com uma operação modernizada e ferramentas de marketing digital, é possível entender melhor os clientes e cumprir com as suas demandas com maior eficácia.

Além da evolução tecnológica, toda jornada digital culmina na evolução e na otimização dos processos produtivos.

Por que passar pela jornada digital ao lado da TOTVS?

As bases da jornada digital são a tecnologia e a inovação. Para ter sucesso nessa empreitada, é importante contar com o apoio de quem domina ambos. E a maior referência do Brasil nesse setor é a TOTVS.

“Conhecemos a realidade do país e as necessidades das empresas, sejam elas micro ou grandes. A TOTVS está preparada para ajudar cada uma a trilhar essa transformação digital para que se tornem mais competitivas e duradouras no mercado em que atuam”. — Laércio Cosentino, presidente da TOTVS.

O caminho da jornada digital pode ser árduo e bem desafiador para empresas com modelos de negócios consolidados, mas a TOTVS disponibiliza tudo para suavizar esse trajeto: alta tecnologia, produtos diversificados e especialistas de alto nível, além do acompanhamento da evolução da organização nesse processo.

Vale a pena destacar alguns pontos desse trabalho:

Qualidade da tecnologia

Os produtos da TOTVS são reconhecidos pelo mercado e passam pelo teste da prática todos os dias, nas mãos de centenas de clientes satisfeitos;

Portfólio com produtos diversificados

A especialidade da TOTVS é a tecnologia, mas os seus produtos abrangem uma série de segmentos — desde a agroindústria e a construção civil até o varejo e o setor de educação;

Tecnologia brasileira

Orgulhosamente brasileira, a TOTVS desenvolve tecnologia adequada para a realidade do nosso país, levando em conta todos os desafios particulares do ambiente local;

Desenvolvimento de uma parceria estratégica

A TOTVS não é apenas uma fornecedora, mas sim uma parceira estratégica que fará de tudo para o sucesso da jornada digital dos seus clientes.

A jornada digital na prática: a experiência da TOTVS

Não são só os clientes da TOTVS que passam por uma jornada digital. A empresa também vive o mesmo processo. Por isso, não é exagero algum dizer que ela percorre esse caminho de mãos dadas com seus parceiros. A TOTVS vive a sua transformação digital e incentiva outras organizações a fazer o mesmo.

Certa do caminho a seguir, a TOTVS entrou no jogo e atua como seu próprio protótipo de inovação. A companhia vive um novo momento estratégico em sua história, impulsionada pelas mudanças de comportamento da sociedade, e estruturou a sua transformação digital em uma jornada de quatro anos, iniciada em 2015, dividida em três pilares:

Cultura e Ambiente: o colaborador no centro da inovação

Para que o colaborador ajude a construir uma nova empresa, ele precisa viver a inovação internamente. Para isso, a TOTVS investiu fortemente em cultura e ambiente. Sua nova sede, com mais de 65 mil m², na Zona Norte de São Paulo, foi inspirada em modernas companhias do Vale do Silício. A ideia foi criar um novo layout e priorizar a tendência de open spaces, com grandes áreas de trabalho, sem divisórias, para promover a livre circulação de pessoas, compartilhamento de ideias e a produção de conhecimentos.

Em um ambiente inspirador, a cultura da companhia ganhou um forte impulso, com maior integração entre as pessoas. Fato que facilita e estimula o trabalho criativo e colaborativo entre os profissionais, além de atrair novos talentos que buscam ambientes dinâmicos e estimulantes.

Processo e Atendimento: + rápido + simples

Oferecer um atendimento mais rápido e simples aos clientes é outro ponto priorizado pela companhia em seu processo de transformação. Alinhada ao modelo de negócios disruptivos, sem intermediações e com possibilidade de escalonar, a TOTVS oferece uma nova plataforma digital, que vai além de ser um e-commerce. É um novo jeito de desenvolver e entregar softwares de gestão (ERP), 100% na nuvem e demais serviços agregados.

Oferta e Portfólio: inovação no DNA

Para atender aos novos comportamentos dos consumidores, a companhia tem investido, cada vez mais, em soluções mobile, cloud, cognitivas e baseadas em inteligência artificial. O foco é oferecer uma maior conveniência aos clientes para que eles possam ter acesso a tecnologias cada vez mais leves, de forma simples e rápida.

Alavanque os resultados da sua empresa, e conte com tecnologias inovadoras da Jornada Digital aplicadas ao seu negócio.