Porte de arma para vigilante: Como fazer a gestão?

Equipe TOTVS | GESTÃO DE SERVIÇOS | 05 novembro, 2020

Empresas que prestam serviços de segurança podem contar com porte de arma para vigilante, desde que seguida uma série de requisitos. No entanto, é fundamental que o controle desses materiais seja feito com precisão e rigor, garantindo o bem-estar e a eficiência da operação.

Nesse sentido, contar com a tecnologia como aliada se faz uma necessidade para administrar e monitorar a utilização e porte de arma em empresas de vigilância. Para entender melhor esse assunto, continue com a leitura do artigo.

Obrigações das empresas quanto ao porte de arma para vigilante

Na segurança privada, as empresas são responsáveis pelo cuidado, conservação e manutenção das armas de fogo, além de seu armazenamento em locais limpos, confiáveis e seguros.

Todos esses detalhes são importantes para evitar situações não planejadas, como disparos acidentais. É importante lembrar que as armas de fogo são o último recurso a ser utilizado, somente quando não há outra alternativa de defesa.

Para obter o porte de arma e estar apto a utilizá-la em serviço, além de cumprir os requisitos determinados por lei, é necessário que a empresa ofereça ao profissional treinamentos e constantes reciclagens, prezando pela habilidade e consciência ao manipular tal item.

É válido ressaltar que as ações de um profissional com porte de arma, contratado por uma empresa de vigilância, são de responsabilidade da organização, que pode responder judicialmente em certos casos.

Gestão de armas: como fazer?

A administração do porte de arma para vigilante deve ser feita de maneira muito cuidadosa, e contar com a tecnologia traz maior segurança no registro e monitoramento.

Ao implementar um software ERP, é possível contar com um inventário completo de armas, além de outros equipamentos, como munições e trajes especiais, como coletes à prova de balas. É de extrema relevância acompanhar a movimentação das armas, identificando cada colaborador que a porta.

Com o sistema de gestão, você tem, em um único lugar, dados referentes às datas de compra de armas, bem como seu registro e compra de munições. Outra funcionalidade interessante é o contato direto com a Polícia Federal, por meio do GESP (gestão eletrônica de porte de armas).

Reportando para a PF, sua empresa fica alinhada com as exigências da legislação, e consolida informações em um banco de dados confiável, seguro e de acesso rápido e intuitivo.

Nova call to action

Além do porte de arma para vigilante: tecnologia nas empresas de segurança

Ao contar com um software especializado em vigilância, questões como quanto custa para tirar porte de arma e como conseguir porte de arma podem ser somadas às perguntas sobre como a tecnologia pode impactar esse segmento de serviço.

Com um software que atua na gestão de segurança privada, é possível monitorar cada etapa da operação, inclusive conferindo a atuação dos vigilantes e sua relação com o porte de arma no Brasil.

Em diferentes tipos de segurança, um sistema reúne o gerenciamento e o registro de dados obtidos por eles, seja em câmeras, guaritas, senhas ou reconhecimento facial. Então, falaremos mais sobre isso a seguir.

Reconhecimento facial

Soluções de reconhecimento facial utilizam o mapeamento de rostos para monitorar a entrada e saída de pessoas. Em casos de invasões ou roubos, por exemplo, é ideal contar com o registro e a identificação dos indivíduos que circularam no local.

Também atua como uma espécie de senha para o acesso de determinados ambientes e equipamentos. Ao se cadastrar no sistema, os rostos pré-registrados contam com seus respectivos níveis de acesso.

Leitores e controladores de acesso

Assim como o reconhecimento facial, outras formas de identificação e liberação de profissionais, clientes ou fornecedores podem ser cadastradas no sistema e contar com  a verificação a partir do leitor de catracas, leitores de crachá, biometria, etc.

Vale lembrar que tais funcionalidades podem ser integradas com o ERP, levando informações importantes para a gestão. Dessa maneira, imagens e leituras de impressão digital são consolidadas na plataforma, para a localização de pessoas ou materiais, por exemplo.

TOTVS: inovação na vigilância e segurança

Neste conteúdo, você pôde observar que um vigilante pode ter porte de arma, desde que cumpra todos os requisitos determinados pela legislação. Também abordamos o desafio em gerenciar esse processo, que deve contar com cuidados especiais.

Em contrapartida, falamos sobre como um sistema ERP pode facilitar a vida do administrador, reduzindo a necessidade da utilização de armas de fogos e inibindo roubos e invasões por meio de sistemas tecnológicos, que, integrados ao software de gestão, proporcionam ampla visão e monitoramento.

A TOTVS acredita no Brasil que faz e é a maior empresa de tecnologia do país. Nossos sistemas e soluções se encaixam em demandas de pequeno, médio e grande porte, trazendo facilidade e inovação aos seus processos.

Se você gostou deste conteúdo, descubra agora os benefícios que sua organização ganha ao implementar um ERP para serviços. Continue acompanhando o blog da TOTVS e não deixe de assinar a newsletter, para não perder nenhuma novidade.

New call-to-action

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.