prevencao-de-perdas-em-supermercados

7 formas de fazer prevenção de perdas em supermercados

Equipe TOTVS | GESTÃO SUPERMERCADISTA | 17 fevereiro, 2020

De acordo com a 19ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro de Supermercados, desenvolvida pelo Departamento de Economia e Pesquisa da ABRAS, as perdas representaram cerca de 1,89% do faturamento bruto do setor no ano de 2018. Tal dado demonstra a necessidade de uma política de prevenção de perdas em supermercados.

Entre as principais causas das perdas, pode-se citar, respectivamente, quebra operacional, furto externo, erro de inventário e furto interno. Para diminuir esses números, o ideal é contar com uma equipe segmentada e focada na prevenção de perdas e a tecnologia pode ser uma grande aliada neste processo.

Saiba como identificar os principais problemas e soluções tecnológicas que podem ajudar. Afinal, as inovações são aliadas na prevenção de perdas no varejo, nas mais diferentes especialidades. Confira abaixo!

Nova call to action

1 – Planograma eficiente

Um ponto importante é a adoção de um planograma eficiente e estratégico. Assim, os locais em que cada produto estão colocados devem ser pensados a partir de dois pontos: garantir a qualidade e incentivar a compra.

Um bom exemplo é a prateleira de chocolate, que deve estar em um ambiente refrigerado, evitando perdas por manuseio. Outro exemplo é de itens deixados em locais inadequados na loja porque o consumidor desistiu da compra. Essa lacuna nas gôndolas pode gerar danos ao produto ou perdas.

2 – Segurança e monitoramento

Uma situação que ocorre com frequência no supermercado são os furtos. Tais ações podem vir tanto de consumidores como de funcionários, e podem ocorrer de diferentes formas.

A melhor solução envolve a adoção de um sistema de monitoramento CFTV (Circuito Fechado de TVs) e, também, gôndolas e prateleiras de produtos mais caros ou pequenos e fáceis de serem furtados, estrategicamente posicionadas em frente às câmeras.

3 – Etiqueta antifurto

Outro problema recorrente envolve etiquetas de maior valor que são trocadas por de valor menor. Aqui, ainda vale atuar com prevenção no ponto de venda, uma vez que pode ocorrer o registro intencional da mercadoria por um preço menor.

No caso de violação de embalagens, é possível contabilizar esses produtos de forma que seja entendido que ele foi consumido, porém não passou no caixa. Caso o cliente consuma o produto sem pagar e a embalagem seja jogada fora, então o estabelecimento sofre prejuízo. O RFID é uma tecnologia que pode auxiliar na rastreabilidade.

4 – Gateway de pagamento

Você já ouviu falar de PIN PAD (Personal Information NumberPeripheral Adapter Device)? O termo designa a máquina utilizada para a efetivação de transação bancária a partir da identificação pessoal.

Em um processo fraudulento, em vez de o cliente efetuar o pagamento do produto por meio da transação, ele acaba efetuando um depósito na conta do fraudador por meio da máquina alterada.

O checkout é um dos pontos mais importantes do varejo. Por isso, invista em gateways de pagamento que ofereçam APIs seguras e transparentes. Uma boa forma de diminuir essas fraudes é optar por um private label — um cartão de crédito emitido pela própria loja.

5 – Gerenciamento de estoque

Não tem como atuar na prevenção de perdas em supermercados se o negócio não possui um gerenciamento de estoque eficiente. O jeito mais fácil de evitar perdas é saber de onde elas vêm.

Por isso, busque acompanhar dados como danos na embalagem de produtos, perdas de mercadoria, produtos fora do prazo de validade, produtos perecíveis mal conservados, entre outros pontos.

Uma solução como um software de gestão que ofereça esses dados em tempo real e rápida visualização, pode ajudar muito. Isso porque ainda é capaz de integrar diversos setores na ferramenta, como o comercial e o da cadeia produtiva.

6 – Inventários cíclicos

A prevenção de perdas nos supermercados pode ser melhor executada quando ocorre inventários cíclicos, identificando mais rapidamente a ruptura de estoque. A dica também vale para o acompanhamento de uso dos insumos.

Dessa forma, é importante realizar o processo de contagem de itens frequentemente, atuando na prevenção e perdas. Nesse cenário, o negócio tem a ganhar ao prever custos extras e prejuízo.

7 – Falhas de administração

Se você está com dificuldades para administrar o seu negócio, é o momento de contratar um software de gestão que possibilite análises mais certeiras e torne as informações mais transparentes.

Um exemplo é o acompanhamento da qualidade dos atuais fornecedores. Outro ponto é o controle de armazém eficiente, assim como possuir uma boa logística e um centro de distribuição alinhado aos produtos que seu negócio comercializa.

Conheça a solução TOTVS para supermercado

Agora que você já sabe o que precisa para realizar a prevenção de perdas em supermercados, pode optar pela contratação de um Enterprise Resource Planning (ERP), tornando mais ágeis os processos.

A solução da TOTVS, por exemplo, ajuda a identificar compra em excesso ou produtos que possuem baixa rotatividade no PDV. Assim, você garante uma gestão mais eficiente, aumentando a lucratividade da organização. Entenda mais sobre como escolher o sistema ideal para seu negócio.

Nova call to action

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.