Microsiga: A evolução do ERP de gestão que é referência no mercado

Falar de soluções empresariais automaticamente remete à Microsiga. Foi ela quem deu origem ao ERP Protheus da TOTVS, em uma empreitada que teve início em 1983. A ascensão dos computadores pessoais inspirou o desenvolvimento de um software de gestão para negócios de pequeno e médio porte.

Com a possibilidade de personalizar os formulários do sistema de acordo com as exigências do usuário, o software Siga Advanced se destacou no mercado em 1991, ano de estreia do produto mais bem-sucedido da companhia e que rende frutos espetaculares até hoje, facilitando a vida de empresas nacionais e internacionais.

Em 1999, o Siga Advanced já chegava em sua quinta geração e, após abrir filiais na América latina em países como Argentina, Chile e Uruguai, a abertura de capital dá ainda mais gás à companhia e expande as operações da Microsiga, consolidando sua posição absoluta como líder de mercado em soluções de ERP.

O que levou a Microsiga até o Protheus?

Por conta de sua configuração de servidores; bancos de dados, aplicações e clientes, os módulos do programa eram abertos à execução em diferentes máquinas, o que equilibrava a carga de rede e melhorava consideravelmente a infraestrutura de tecnologia da empresa.

O sistema Microsiga ficou conhecido apenas como Protheus depois de assumir a nova identidade TOTVS, se tornando o carro-chefe da empresa e ganhando releases novos a cada ano, com melhorias e incrementações importantes para a vida do gestor.

Com a nova linguagem TL++, a nova versão da TOTVS para o Microsiga é voltada para uma gama bem diversificada de segmentos, como, por exemplo, manufatura, serviços, varejo, distribuição, agronegócio, educacional, construção e projetos, hospitalidade, logística, financeiro, jurídico e saúde.

Entendendo o funcionamento do Protheus

Um ERP tem a característica de interconectar os departamentos de uma empresa e comunicá-los com mais facilidade e rapidez.

Todos os dados produzidos pela empresa são tratados e reconfigurados, para oferecer leituras mais simples e que abram espaço ao gestor tomar as melhores decisões na hora de conduzir suas ações. Dessa forma a estratégia pode entrar no processo com um objetivo melhor definido.

Desde o momento da produção até a entrega do produto e sua nota fiscal, o ERP trafega com facilidade pela produção; estoque; emissão, entrega e contabilidade. Sem interrupção, os dados se tornam mais precisos para análise de performance, planejamento e redução de custos.

A evolução da Microsiga para um software multi-facetado

O nome Protheus faz referência à entidade da mitologia grega, conhecida por sua capacidade de adaptação, flexibilidade e versatilidade. Características que definem as atribuições do sistema em suas aplicações voltadas aos negócios. Isso fica ainda mais evidente em suas áreas de atuação.

Como não poderia deixar de ser, o sistema Microsiga, que se tornou o Protheus é capaz de rodar em vários sistemas operacionais e pode ser integrado em plataformas com base em cloud (nuvem) ou on-premises (instalado na sede da empresa).

Optando pela instalação do software no local, o ERP da TOTVS funciona em servidores que possuam o sistema Windows ou Linux, abrindo um leque de escolhas para sua implantação, que costuma ser concisa.

Os módulos oferecidos pelo sistema Protheus

Ao instalar o ERP Protheus, fica sujeito à escolha do contratante quais módulos ele quer adquirir. Dessa forma o investimento é feito na medida para cada empresa, que não tem custos por módulos que não cabem em suas atividades.

Entretanto, existem alguns módulos que praticamente batem cartão em quase todas as organizações que contratam o sistema de gestão da TOTVS, por serem fundamentais a quase todos os segmentos. São eles:

  • Estoque/Custos: Responsável pela administração de inventário; transporte e rastreabilidade de itens e consulta ao estoque;
  • Compras: É completo com as funções de pedidos; cotações, aprovação e nota fiscal;
  • Financeiro: Responsável por fluxo de caixa; aplicações e empréstimos; contas a pagar e receber e automação bancária;
  • Faturamento: Facilita a geração de nota fiscal eletrônica e automatiza as análises gerenciais e políticas comerciais da organização,
  • Fiscal: Caminhando junto com legislação brasileira, o módulo fiscal trata de livros fiscais; impostos, demonstrativos e outros assuntos de contabilidade essenciais dentro de uma empresa.

Por que adotar o sistema Protheus?

Se o seu ERP atual não organiza completamente seu estoque; não interliga todas as áreas do negócio ou não acompanha as mudanças na legislação fiscal e tributária, é fundamental conhecer o ERP da TOTVS.

Com soluções 100% flexíveis para cada negócio, a jornada de trabalho pode ser otimizada em empresas micro; pequenas; médias, grande e multinacionais. Para saber mais como seu negócio pode crescer muito com a TOTVS, entre em contato conosco para mais informações.

Nova call to action

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *