(Atualização) – Tabela de INSS 2021 e Benefícios da Previdência

Equipe TOTVS | FISCAL CLIENTES | 26 março, 2021

APP MEU DESCONTO INSS

Para auxiliar no cálculo dos descontos de INSS sobre a remuneração dos contribuintes empregado, individual, facultativo e daquele que possui múltiplos vínculos, a TOTVS criou ano passado, um APP que chamamos de MEU DESCONTO INSS. Agora o APP foi atualizado e já contempla a Nova Tabela do INSS 2021.

Quer saber mais sobre o assunto? Basta clicar em APP MEU DESCONTO INSS para obter todas as informações sobre a ferramenta.

Tabela de INSS 2021 e Benefícios da Previdência

Disponibilizada a nova tabela de INSS e o reajuste dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social – INSS e dos demais valores constantes do regulamento da Previdência Social – RPS, os reajustes ocorrerão de forma retroativa, a partir de 1° de janeiro de 2021.

A Portaria visa estabelecer a nova tabela de salário-de-contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, para fatos geradores que ocorrem a partir da competência janeiro/2021.

O reajuste foi de 5,45% aos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), como também definiu o valor da cota do salário-família.

Veja os destaques:

  • Salário de Benefício do INSS 

A partir de 1º de janeiro de 2021, o salário de benefício do INSS e o salário de contribuição não poderão ser inferiores a R$ 1.100,00 (um mil e cem reais), nem superiores a R$ 6.433,57 (seis mil quatrocentos e trinta e três reais e cinquenta e sete centavos).

  • Salário-família 

O valor da cota do salário-família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade ou inválido de qualquer idade, desde 1º.01.2021, é de R$ 51,27 (cinquenta e um reais e vinte e sete centavos) para o segurado com remuneração mensal não superior a R$ 1.503,25 (um mil quinhentos e três reais e vinte e cinco centavos).

O direito à cota do salário-família é definido em razão da remuneração que seria devida ao empregado no mês, independentemente do número de dias efetivamente trabalhados. Todas as importâncias que integram o salário de contribuição serão consideradas como parte integrante da remuneração do mês, exceto o décimo terceiro salário e o adicional de férias, para efeito de definição do direito à cota do salário-família que é devida proporcionalmente aos dias trabalhados nos meses de admissão e demissão do empregado.

  • Auxílio-reclusão

A partir de 1º de janeiro de 2021, será devido aos dependentes do segurado de baixa renda que não receber remuneração da empresa, cujo salário de contribuição seja igual ou inferior a R$1.503,25 (um mil quinhentos e três reais e vinte e cinco centavos), independentemente da quantidade de contratos e de atividades exercidas.

  • Tabela de Contribuição Previdenciária

A partir de 1º de janeiro de 2021 a tabela da contribuição previdenciária dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, aplicará ao cálculo da contribuição previdenciária a alíquota progressiva sobre o salário de contribuição do  segurado, incidindo cada alíquota sobre a faixa de valores correspondente. 

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)ALÍQUOTA PROGRESSIVA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS
até 1.100,007,5%
de 1.100,01 até 2.203,489%
de 2.203,49 até 3.305,2212 %
de 3.305,23 até 6.433,5714%

Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação 12/01/2021.

Fonte: PORTARIA SEPRT Nº 477, DE 12 DE JANEIRO DE 2021

New call-to-action

ESPAÇO LEGISLAÇÃO

A área espaço legislação da TOTVS é destinada a apresentar todas as novidades e atualizações da legislação fiscal e tributária brasileira.

Comentarios

  1. tv novelas

    Artigo interessante, irei até retornar ao seu site com mais
    frequência, para mais artigos como estes. Obrigado. 🙂

    1. Alan Amorim

      Ficamos felizes com seu comentário.

      Volte sempre para ficar por dentro de tudo que acontece no mundo da tecnologia 😉

  2. Stefania Ramires

    Meu pai está desempregado há 5 anos e eu pago 20% sobre o mínimo. Esse o valor passa a ser R$220,00, correto?

    6
    1. Janeisa Oliveira Luz Correa

      Olá

      Agradeçemos o seu comentário e interação, esperamos que o conteúdo tenha sido útil à você.

      A partir de 1º de janeiro de 2021, o salário de benefício do INSS e o salário de contribuição não poderão ser inferiores a R$ 1.100,00 (um mil e cem reais), nem superiores a R$ 6.433,57 (seis mil quatrocentos e trinta e três reais e cinquenta e sete centavos).

      O contribuinte individual pode optar pelo plano normal ou simplificado. O primeiro tem a alíquota de 20% sobre o salário de contribuição, e o segundo de 11% sobre o salário mínimo. No plano normal, com recolhimento de 20% sobre o salário de contribuição, o trabalhador pode ter acesso a todos os benefícios previdenciários e as contribuições servem para a contagem de tempo.

      Para ter o salário de contribuição entre R$ 1.100,00 e R$ 6.433,57 é preciso contribuir com a alíquota de 20%. A qual é de R$ 220,00 para o salário mínimo .

      Sabia que na TOTVS realizamos eventos TOTVS Responde, onde tiramos suas dúvidas, sobre a legislação e nossos produto, ao vivo de forma 100% online e gratuita.

      Confira a nossa agenda para os próximos eventos e fique por dentro dos temas mais relevantes, consulte a agenda através do link https://espacolegislacao.totvs.com/totvs-responde/

      Equipe TOTVS

      3
    2. Aline

      Minha mãe e contribuinte de 11% encima do valor do salário mínimo qual será o valor a contribuir desse ano? Estou em dúvida, pode me ajudar ?

      1
      1. Alan Amorim

        Olá, Aline. Tudo bem?

        Poderia encaminhar a sua dúvida para o meu e-mail?

        Assim posso te dar um melhor encaminhamento!

        [email protected]

  3. Edvaldo Andrade Ferreira

    Para quem paga o baixa renda( dona de casa)continua sendo os 5% sobre o salário mínimo?

    1. Alan Amorim

      Olá, Edvaldo. Tudo bem?

      Encaminhe sua dúvida para o meu e-mail [email protected]

      Assim posso entender melhor para te dar o melhor suporte 😉

  4. Vi

    Boa noite !

    Eu pago o 1163 a um ano e três meses mas estou sem condiçao de pagar por uns meses. Se eu parar por 3 meses eu continuo assegurada caso aconteça algum acidente ?

    2
    1. Danilo Silva

      Olá, Vivian. Tudo bem?

      Poderia encaminhar a sua dúvida para o meu e-mail?

      Assim posso te dar um melhor encaminhamento!

      [email protected]

  5. curso de inglês

    Legal! Ótimo conteúdo, com bom entendimento. Obrigada. 299429304

    1. leandro.campana

      Agradeçemos o seu comentário e interação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.