controle-de-epi

Como um sistema pode ajudar no controle de EPI?

Equipe TOTVS | GESTÃO INDUSTRIAL | 14 julho, 2020

Para que uma empresa do ramo industrial atue com segurança, é preciso que haja treinamentos, instrução e supervisão. Por isso, o controle de EPI é essencial para manter a integridade de todos os colaboradores. Entenda melhor o tema e a importância de investir nesse controle.

O que são EPIs?

Os equipamentos de proteção individual (EPIs) têm a função de garantir a segurança e a saúde dos colaboradores que fazem serviços nas empresas. A Norma Regulamentadora 6 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) diz que é obrigação das empresas fornecer esses equipamentos.

Além disso, a NR 6 também determina os padrões que devem ser obedecidos e o tipo de equipamento que os profissionais devem utilizar, como óculos, luvas, capacetes, entre outros. O uso de EPIs é uma responsabilidade do colaborador e da empresa, ambos devem se preocupar com essa proteção.

Para manter esse controle, o colaborador deve assinar uma ficha com a data da entrega do equipamento, além do Certificado de Aprovação. Também é preciso que haja a descrição do item, o fabricante, entre outros detalhes.

Para manter o controle de entrega de EPI também é preciso que haja outros detalhes, como o ato de responsabilidade do recebimento, comprometimento pela guarda e também pela conservação.

A importância do controle de EPI

Ter um controle de EPIs eficiente pode otimizar a supervisão e ainda garantir que a organização forneça equipamentos de proteção corretos para todos os colaboradores que precisam. Caso os profissionais não estejam utilizando esses equipamentos, a companhia pode sofrer processos judiciais.

Portanto, garantir o uso de EPI na empresa é uma maneira de assegurar os direitos dos colaboradores para que possam cumprir sua jornada de trabalho de maneira segura. Assim, a companhia se mantém de acordo com a legislação e os trabalhadores estarão mais seguros.

O que você precisa para o controle de EPI?

Para colocar em prática um controle eficiente dos equipamentos de proteção, a empresa necessita adotar algumas medidas essenciais. Veja o que o gestor precisa para garantir um bom controle de EPI:

Faça manutenções periódicas

Primeiro, é essencial garantir a manutenção periódica dos equipamentos para se ter um bom controle de EPI. Essa prática assegura a segurança dos colaboradores, além de manter a durabilidade dos dispositivos, fazendo com que possam ser usados por mais tempo.

Quanto aos equipamentos não descartáveis, é preciso que todos os profissionais sejam orientados sobre como proceder com os cuidados básicos, que vão desde a higienização básica até cuidados especiais de conservação.

Invista na gestão de estoque

É essencial manter o controle sobre o volume de equipamentos de proteção para os colaboradores. Para isso, é preciso desenvolver métodos de gestão que auxiliem a compra, o controle de armazenamento e o tempo de reposição.

Isso ajuda a garantir uma melhor disponibilidade dos equipamentos para a entrega ao colaborador. Esse procedimento também contribui para a manutenção da saúde e segurança do colaborador no dia a dia das atividades industriais.

Nova call to action

Como a tecnologia pode ajudar no controle de EPI?

Para manter uma gestão de EPI eficiente é preciso contar com um sistema de gestão que auxilie nesse processo. Veja os benefícios que essa tecnologia pode oferecer:

Automação de processos

Por meio da automação do controle de EPI, a empresa garante que todos os colaboradores recebam e utilizem seus equipamentos. Como todas as informações ficam armazenadas no sistema, é possível fazer uma gestão mais eficiente para que a legislação seja cumprida.

Com a eliminação de procedimentos manuais de controle, é possível evitar falhas e esquecimentos. A tecnologia também permite que todos os setores trabalhem de forma integrada, o que facilita a gestão.

Controle de vencimentos

Contar com um sistema de gestão também auxilia a empresa a cadastrar os prazos de vencimento do EPI. Também é possível controlar os prazos dos Certificados de Aprovação, administrando de forma eficiente a validade dos EPIs.

Assim, quando a data de validade estiver próxima de expirar, o gestor saberá a tempo de fazer a troca preventiva dos equipamentos. Esse procedimento assegura a devida proteção ao profissional, além de manter a segurança da empresa no processo de troca de EPIs.

Gestão de treinamentos

Outra facilidade ao contar com a tecnologia para o apoio ao controle de EPIs é manter os treinamentos de prevenção de acidentes dos colaboradores em dia. Isso pode ser feito por meio de uma notificação que o sistema emite informando o gestor sobre a data da realização do treinamento.

Esse é um método eficaz para que a organização se certifique de que os profissionais saibam fazer o uso correto dos equipamentos, além de lembrá-los sobre sua importância. Assim, o gestor se certifica de que os colaboradores estão seguros para realizar suas atividades diárias.

Outros benefícios do sistema de gestão para indústrias

Além de auxiliar no controle de EPI, tecnologias como o sistema de gestão de indústrias também apoiam e padronizam outros setores da empresa. Com ele, é possível, por exemplo, fazer todo o controle do ciclo de vida do produto, gerenciar os suprimentos e também o estoque.

A automatização de processos é o primeiro passo para que sua empresa faça parte da indústria 4.0. Essa tecnologia pode te ajudar no desenvolvimento da sua companhia, facilitando processos e entregando mais resultados positivos. Entenda mais sobre os benefícios do sistema de gestão de manufatura para o seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *