Sentimento de pertencimento: o que é e quais as vantagens?

Equipe TOTVS | 30 maio, 2022

Sentir-se aceito, incluído, ouvido e parte do seu ambiente de trabalho é muito importante na criação de uma cultura organizacional forte. É isso que significa o sentimento de pertencimento.

Na prática, trata-se de uma necessidade humana, que contribui para um melhor clima organizacional, sendo um dos fatores que melhoram o engajamento dos funcionários.

Em uma era em que os líderes de negócios devem se preocupar cada vez mais com o bem-estar dos colaboradores ao longo de toda sua jornada na empresa, esse é um tema essencial.

Que tal aprender mais? Preparamos um guia básico sobre esse termo, explicando o que é, quais as vantagens e como despertar o sentimento de pertencimento na sua empresa. Confira!

O que é sentimento de pertencimento?

O sentimento de pertencimento no trabalho é algo que os profissionais experienciam quando sentem-se incluídos e aceitos por serem eles mesmos.

À primeira vista, o conceito de pertencimento é um pouco subjetivo, concorda? Não se trata de estar — somente — em um ambiente inclusivo e diversificado.

Trata-se, mais especificamente, do profissional ser feliz onde trabalha.

Ou seja, em um ambiente que estimula o sentimento de pertencimento, pessoas de todas as origens se sentam à mesa (ou seja, são encaradas com igualdade) e se sentem ouvidas, vistas e reconhecidas por suas contribuições.

De acordo com um estudo da Coqual, os quatro elementos do pertencimento no trabalho são os seguintes:

  • Ser visto: Desse modo, o profissional é reconhecido, recompensado e respeitado por seus colegas e superiores.
  • Estar conectado: Assim, você tem interações sociais positivas e autênticas com colegas, gerentes e líderes.
  • Sentir-se apoiado: Com isso, as pessoas ao seu redor lhe dão o suporte necessário para que você cumpra suas tarefas plenamente.
  • Estar orgulhoso: Assim, você se sente alinhado com o propósito, visão e valores da empresa.

As vantagens do sentimento de pertencimento nas empresas

O trabalho quase sempre foi tratado como uma burocracia no dia de uma pessoa. No entanto, essa visão mudou. Afinal, passamos uma boa porção de nossas vidas trabalhando — por isso, sentir-se parte das entregas que realizamos é extremamente importante.

Mas para um líder de negócios ou gestor de RH, quais as vantagens de investir em estratégias, ações e ferramentas que potencializem o sentimento de pertencimento em seu trabalho?

Separamos alguns dos benefícios para você conferir, veja só:

Maior engajamento dos funcionários

Sabia que o pertencimento é um dos principais fatores por trás do engajamento no ambiente de trabalho e da sensação de bem-estar?

Essa informação foi obtida de um estudo da Qualtrics realizado com quase 12 mil pessoas.

Além disso, o sentimento de pertencimento ajuda a eliminar o senso de solidão que muitas vezes o trabalho proporciona, especialmente se falarmos de uma empresa que pouco investe em diversidade corporativa.

Assim, ao se sentir à vontade no trabalho, os funcionários podem se preocupar menos com a criação de relacionamentos com os colegas e mais com suas responsabilidades.

Na prática, ao se sentir engajado e parte do time e da organização, o funcionário se torna mais confiante e persistente, o que melhora o seu desempenho.

E as empresas podem se aproveitar disso: não por menos, de acordo com dados da Gallup, negócios com funcionários engajados são 22% mais lucrativos.

Retenção dos talentos

Existem várias nuances por trás de uma estratégia de retenção de talentos, e ter um ambiente que estimule o senso de pertencimento é um deles.

Ao criar um espaço em que cada um se sinta à vontade para se expressar e se representar de forma autêntica, você cria um diferencial dentro da organização.

Assim, ao se sentirem aceitos dentro do ambiente de trabalho, os colaboradores ficam à vontade para produzir mais e melhor.

No entanto, não nos referimos apenas ao aspecto subjetivo, mas também objetivo. A organização deve ser um reflexo daqueles que ali trabalham.

Tudo deve ser priorizado, desde a organização dos escritórios (ou do trabalho híbrido ou anywhere office, dependendo do modelo incorporado), até os benefícios oferecidos.

Além disso, de acordo com dados reunidos pela Harvard Business Review, o sentimento de pertencimento em um negócio pode reduzir o risco de turnover em 50%!

totvs rh

Bem-estar e satisfação do colaborador

Ao sentir-se parte da empresa, de seu time, valores e projetos, o funcionário tem tudo para entregar mais e melhor, junto com um senso de bem-estar e maior satisfação com o trabalho realizado.

Como mencionamos anteriormente, em um ambiente positivo nesse sentido, a pessoa não precisa se preocupar com suas relações ou com sua imagem.

Pelo contrário, o forte vínculo emocional e mental criado com a organização potencializa seu engajamento com as metas e responsabilidades.

E, claro, falamos de uma sensação contrária à exclusão, que pode levar os funcionários e equipes a se autossabotarem.

Profissionais se tornam promotores da empresa

Por fim, um dos grandes objetivos por trás da gestão da experiência humana (HXM) é promover as condições para que os funcionários se tornem fãs da empresa.

Isso os faz ser contribuidores essenciais na construção de sua imagem, bem como de seu employer branding, posicionando-os como promotores da marca — seja para o mercado de talentos ou para potenciais clientes.

Como despertar o sentimento de pertencimento no trabalho?

Agora que você já entendeu mais sobre o conceito e sua importância para o negócio, resta a dúvida: como estimular o senso de pertencimento na sua empresa?

Bom, podemos adiantar: não é algo que se conquista de um dia para o outro, ou com uma simples mudança na gestão do negócio.

Como qualquer coisa relativa à cultura da empresa, é uma transformação que depende de paciência e certo toque de personalização.

Além disso, criar um ambiente que estimule o pertencimento não é simplesmente investir em diversidade na empresa.

É preciso suportar o seu talento de maneira que ele pense no seu negócio como algo de longo prazo.

A seguir, separamos algumas dicas para o seu negócio, confira:

Tenha um propósito bem definido

O primeiro aspecto que deve ser trabalhado na sua empresa é definir o propósito do negócio.

Isso quer dizer que a organização deve ter sua missão, valores e objetivos compartilhados com todos. É preciso que essas indicações sejam um reflexo do negócio, seu contexto dentro do mercado e também dos seus funcionários.

Além disso, deve ser influenciado pela história da organização, sua posição em relação aos concorrentes e suas metas daqui para frente.

Estimule a interação entre os funcionários

Sua empresa funciona em silos ou é comunicativa, com líderes e colaboradores se expressando de forma livre sobre os projetos, sucessos e fracassos?

Uma das maneiras mais eficazes de trabalhar o sentimento de pertencimento é estimulando a interação entre os funcionários.

Isso exige algumas mudanças culturais, como a criação de um ecossistema em que a comunicação é incentivada, bem como o uso de soluções tecnológicas que possibilitem isso.

Invista em técnicas de endomarketing

Você já ouviu falar em endomarketing? Trata-se do marketing feito para os próprios stakeholders dentro de um negócio, como seus colaboradores.

Ou seja, ele é destinado ao público interno da empresa.

Seu objetivo é desenvolver um ambiente harmônico e que favoreça o bem-estar, bem como fortaleça a cultura organizacional, enriqueça sua política de benefícios e valorize as conquistas pessoais e dos times.

Mas quais ações trabalhar? Bom, depende muito!

Você pode oferecer treinamentos, incentivos de trocas de experiências, promover eventos para os colaboradores e melhorar os processos internos.

Ofereça planos de desenvolvimento profissional

Sua empresa se preocupa com o futuro dos profissionais que ali trabalham?

Oferecer planos completos de desenvolvimento dos seus colaboradores, buscando reforçar suas qualidades, ampliar seu catálogo de hard skills e lapidar as soft skills faz as pessoas se sentirem valorizadas.

Esse sentimento tem a ver com a segurança de que a organização confia no profissional, no seu trabalho e no seu desenvolvimento — o que o retém ainda mais no negócio.

Ofereça benefícios adequados

O mercado de trabalho é movido por diversos fatores, e as principais empresas se destacam não somente pelo ambiente e pelo salário oferecido, mas também pelos benefícios.

Esses extras podem compor o “pacote” que convence (e muitas vezes retêm funcionários), sendo um diferencial diante de outras empresas.

Uma ideia é pensar em benefícios flexíveis, que podem ser definidos pelos próprios colaboradores de acordo com suas necessidades.

Conte com um ambiente de trabalho diverso e inclusivo

Já falamos sobre a diversidade nas empresas — e ela é um elemento essencial por trás do senso de pertencimento.

O ambiente de trabalho deve ser diverso e inclusivo, tal qual é nossa sociedade, sendo composto de pessoas de diferentes raças, gêneros, idades, classes sociais, religiões etc.

Dessa maneira, sua empresa investe na criação de um time multifacetado, que pode agregar valor de diferentes maneiras nas entregas, bem como contribuir de múltiplas formas para sua cultura organizacional.

Invista na comunicação interna

Como a sua empresa se comunica?

Investir na comunicação interna significa ter as plataformas e tecnologias capazes de ampliar o contato entre todos os stakeholders.

Colete feedback dos funcionários

A melhor maneira de entender como sua empresa está trabalhando e desenvolvendo suas estratégias de cultura organizacional é por meio da própria opinião de seus funcionários.

Por isso, organizar feedbacks recorrentes pode ajudar os gestores de RH a entenderem os pontos fortes e fracos, bem como as oportunidades de melhoria.

Tente entender sua sensação em relação às políticas da empresa, se eles se sentem confortáveis com a liderança, se concordam com as decisões tomadas, se existe work-life balance etc.

Reconheça e celebre o bom trabalho

Por fim, não se esqueça de reconhecer quando um funcionário realiza um bom trabalho.

Há várias formas possíveis para celebrar o desempenho, evolução ou conquista de um profissional — desde algum benefício extra, adicional financeiro ou presente.

É algo importante para enriquecer o vínculo da pessoa com a sua marca empregadora, bem como para criar um senso saudável de competição interna.

Como medir o senso de pertencimento?

Agora, que tal compreender como anda o sentimento de pertencimento por parte dos seus colaboradores? Você pode utilizar alguns métodos para medir a forma que as pessoas se sentem em relação ao ambiente de trabalho.

Como mencionamos anteriormente, o feedback é essencial — com pesquisas periódicas, sejam semestrais ou anuais, que incluam perguntas relativas ao tema.

Aqui, um parêntesis à ideia do feedback, é conduzir uma pesquisa de clima organizacional, que tem como intuito investir diretamente o cenário atual do engajamento em sua organização.

Outro ponto é medir o pertencimento considerando uma visão de 360 graus.

Ou seja, contemplando o ponto de vista de todos os envolvidos nos processos corporativos: colaboradores, times, gestores, líderes de negócio, entre outros.

A importância da tecnologia para desenvolver ações estratégicas no setor de RH

Quando falamos de algo tão subjetivo quanto um sentimento como de o de pertencimento, parece estranho ligá-lo à tecnologia, certo?

Mas lembre-se de que nos referimos a uma parte estratégia da gestão da experiência humana em uma empresa, cuja qualidade tem total relação com as soluções tecnológicas que a empresa utiliza.

Isso porque, conforme a empresa cresce e seus processos se tornam mais complexos, ela precisa de sistemas que suportem suas operações e centralizem dados dos funcionários.

Desse modo, é possível aproveitar diferentes recursos para automatizar processos, enriquecer seus insights e continuamente melhorar a sua cultura, contribuindo para o senso de pertencimento.

Tecnologias TOTVS para RH

E se você está procurando por uma tecnologia que potencialize seu RH, saiba que pode contar com as soluções da TOTVS!

Na verdade, a TOTVS desenvolveu uma suíte completa de tecnologias para RH, com sistemas que vão além do transacional e focam na evolução, protagonismo e autonomia do colaborador.

O assunto é sentimento de pertencimento? Com os sistemas de RH da TOTVS, você pode potencializar sua cultura organizacional, lapidar o clima na empresa para o mais próximo possível do ideal.

O melhor? Contamos com plataformas que resolvem as dores do seu RH por completo, do DP à HXM.

Ficou interessado? Então confira agora os diferenciais e vantagens das tecnologias TOTVS para RH

Conclusão

O pertencimento é um elemento essencial do engajamento dos funcionários.

Criar um sentimento de pertencimento no trabalho pode fazer uma enorme diferença na felicidade, produtividade, desempenho e retenção dos seus talentos.

Mas como criar uma cultura organizacional comprometida com esse sentimento?

Esperamos que o nosso conteúdo tenha ajudado a responder essa questão, esclarecendo os diferentes caminhos para melhorar seu clima corporativo.

E saiba que você pode contar com as soluções TOTVS para RH em busca de processos mais otimizados e 100% integrados!

Antes de finalizar, que tal seguir de olho em nossos blogposts?

O feedforward é uma estratégia de melhoria contínua que todo RH moderno deve aplicar. É fácil, útil e pode contribuir para a satisfação do seu colaborador.Que tal aprender tudo agora? Confira nosso guia definitivo sobre feedforward!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.