Foque no seu core business e alcance resultados grandiosos

Foque no seu core business e alcance resultados grandiosos

Equipe TOTVS | VAREJO | dezembro 06, 2018

No varejo, atender às expectativas do consumidor é fundamental para manter a longevidade dos negócios e ganhar destaque no mercado. Mas, muitas vezes, a rotina das organizações envolve uma série de processos burocráticos que faz com que gestores e funcionários percam muito tempo e não consigam focar na atividade principal da empresa, ou seja, no core business.

Tão importante quanto as áreas de apoio — financeiro, fiscal e estoque, por exemplo — são aquelas que se dedicam ao que sua empresa precisa fazer de melhor: manter a qualidade da experiência para atrair novos clientes, aumentar a receita e, principalmente, gerar valor em um mercado cada vez mais competitivo.

Quer saber como direcionar o foco do seu negócio para o core business? Conversamos com Felipe Rosa, Business Developer do segmento de Varejo da TOTVS, que deu 6 dicas para que a sua gestão alcance resultados positivos. Confira!

1. Converse com os seus colaboradores

A iniciativa de focar no core business para atingir bons resultados deve partir dos líderes da empresa. Por isso, converse com os funcionários, deixando claro para todos qual é o ponto central do negócio e quais serão as estratégias utilizadas para reduzir os problemas gerados nas áreas de apoio.

Uma boa dica é realizar capacitações e promover momentos de interação em que o seu funcionário tenha a liberdade de sugerir inovações e melhorias para a organização. Afinal, a expectativa do seu vendedor também conta: eles precisam de um portfólio de produtos personalizado e bem organizado, além de conhecer bem sobre a empresa para conseguir gerar valor para o cliente.

2. Fique atento às tendências

Os hábitos de consumo dos clientes está mudando de forma acelerada e, a todo momento, surgem novos produtos para atender às novas necessidades. Por isso, é importante acompanhar as tendências de tecnologia e inovação para a sua área que possam melhorar as suas mercadorias e os seus processos.

A nova expectativa do cliente está muito ligada à busca por facilidade e personalização, com compras e entregas feitas com mais rapidez e qualidade. Focar no core business é uma oportunidade de oferecer produtos cada vez mais inovadores e melhores para o consumidor final”, destaca Felipe.

Você pode acompanhar todas as novidades em feiras, eventos e cursos sobre inovação, além de conteúdos em blogs e sites. Mas também pode ter um aliado bem próximo de você: conte com a ajuda dos seus funcionários que demonstram interesse sobre o tema, principalmente os da área de Tecnologia da Informação.

3. Mantenha a presença online

O seu cliente recebe, a todo tempo, informações de milhares de lojas e produtos diferentes enquanto fazem qualquer atividade na Internet. “Com tantas marcas anunciando, principalmente online, a possibilidade de perder a fidelidade do cliente é bem maior. Para ser relevante, é preciso não só fornecer os melhores produtos, como também mantê-los engajados com a sua marca”, lembra Felipe Rosa.

Se você tem dúvidas quanto a necessidade da presença online para garantir fidelidade e engajamento, veja esses dados coletados em uma pesquisa da Google com consumidores:

  • 41,8% dos consumidores entrevistados afirmaram que se envolvem mais com as marcas quando elas têm um site de qualidade;
  • 29,5% levam em consideração a presença da empresa em mídias sociais;
  • 26,7% sempre interagem quando há anúncios online.

4. Estude os concorrentes

Se lidar apenas com os concorrentes diretos já era uma dificuldade para a sua organização, agora o cenário é ainda mais desafiador para a longevidade das empresas: novos negócios, cada vez mais disruptivos, surgem no mercado a todo tempo e podem mudar completamente tanto os hábitos quanto a forma de consumo da população.

No Brasil, muitos varejistas já estão se destacando com o uso de novas tecnologias para o setor do varejo. É o caso do Armazém Paraíba, que inaugurou uma loja conceito focada na experiência digital do cliente e foi premiado como uma das empresas mais inovadoras do setor de TI em 2018.

Conhecer bem o seu core business pode ajudar você a identificar quem são os concorrentes diretos, disruptivos e quais são as novas empresas que estão tornando o seu negócio obsoleto no mercado. Assim, você poderá entender o que elas estão fazendo para atrair clientes e, a partir disso, pensar em novas formas de gerar vantagens competitivas para a sua marca.

5. Automatize processos burocráticos

Muitas atividades tanto da área administrativa quanto da operação do varejo podem ser automatizadas com o uso de sistemas de gestão. Além de reduzir a quantidade de processos manuais, essas soluções ainda integram informações de diferentes áreas da sua empresa e facilitam a elaboração de relatórios gerenciais.

É importante fazer a contratação de um ERP que já atenda o seu segmento e conheça as especificidades do varejo. Dessa forma, você consegue otimizar o tempo dos seus funcionários e todos poderão se concentrar no core business da sua organização. “Quando o sistema de gestão é integrado ao PDV, por exemplo, você terá muito mais segurança nos dados desde a venda até o dashboard do CEO, trabalhando de maneira muito mais uniforme”, destaca Felipe.

6. Dê mais importância aos dados

Encontrar o seu core business e focar em estratégias voltadas para ele pode ser mais fácil se você tiver à sua mão dados sobre os seus processos e os seus clientes. “O que acontece com frequência é que as empresas não usam ou não sabem como usar essas informações e deixam passar detalhes muito importantes que poderiam colaborar para melhorias em todos os setores estratégicos”, explica Felipe Rosa.

É necessário criar uma cultura de dados e inovação para que todos os colaboradores aprendam a identificar problemas e observar tendências a partir das informações coletadas. Para que isso ocorra, também é preciso que a empresa disponibilize as ferramentas necessárias para uma coleta mais integrada e confiável, como soluções em Big Data, Business Intelligence e a Inteligência Artificial.

É fundamental criar um ecossistema em que você tenha padrões, ferramentas e processos focados em dados. Dessa forma, é possível construir visões, que viram insights relevantes para a tomada de decisão dos gestores”, completa o Business Developer da TOTVS.

Este post ajudou você a planejar novas estratégias focadas no seu core business? Então, conte para a gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *