realidade-aumentada

Realidade aumentada: Funcionalidades e perspectivas

Equipe TOTVS | INOVAÇÕES | 17 janeiro, 2020

Em cenários cada vez mais dinâmicos, as tecnologias são superadas a cada dia, com novidades que ultrapassam os dispositivos antigos — que não são tão antigos assim — e provocam mudanças e aprendizados constantes, para as pessoas e também para o mercado como um todo. Um exemplo disso é a realidade aumentada.

Ela é uma dessas mudanças que veio para ficar. Apesar da sua origem ser na década de 1990, suas possibilidades ficaram acessíveis no final da década de 2000, com softwares e outros dispositivos sendo usados em segmentos da sociedade, como o universo gamer e aplicações de engenharia.

Atualmente, temos exemplos de realidade aumentada em diversos setores, que vão desde o varejo, com produtos imersivos, até a biologia, com softwares que aumentam o tamanho de insetos e outros animais, para que seus estudos sejam mais completos.

Assim, a perspectiva é que essa tecnologia tenha grandes avanços nos próximos anos, fazendo ainda mais parte do cotidiano de uma ampla parcela da sociedade. Conheça mais sobre realidade aumentada, acompanhando este artigo.

O que é realidade aumentada?

A realidade aumentada é uma tecnologia que integra o mundo real com o virtual, o que permite uma maior interação com objetos e situações que antes eram limitadas à nossa imaginação.

Assim, surgem novas maneiras de se executar tarefas, analisar situações e também criar dispositivos de auxílio a vendas de produtos e percepção dos mesmos, através de uma nova dimensão. Por isso, essa tecnologia é vista como uma nova forma de enxergar aspectos que eram complexos de se ilustrar apenas por uma tela, ou texto.

Para que isso aconteça, ambientes são recriados por softwares, aplicativos, câmeras e recursos que exploram a tecnologia em situações reais, oferecendo uma visualização digital e ampliada em telas, como smartphones, computadores e outros.

Como a realidade aumentada é reproduzida?

Existem muitos exemplos de produtos que usufruem da realidade aumentada. Para aplicar a tecnologia, ocorre um trabalho que integra software, câmeras e informações virtuais como sons, textos e ícones. Soma-se a esse aparato, o processamento de dados, que deve ser veloz e preciso.

Para obter acesso ao conteúdo, uma tela que contenha a capacidade de reproduzir a tecnologia também é necessária. Assim, há a possibilidade de se interagir com o produto e o que ele oferece.

Diferenças entre realidade aumentada e realidade virtual

Apesar de serem confundidas pelas pessoas, realidade virtual e aumentada são conceitos distintos, se tratando de tecnologias com características e funcionalidades diferentes entre elas.

A realidade virtual permite a imersão em 360º usando um smartphone ou os óculos de realidade virtual. É usada para vídeos ou ambientes totalmente virtuais em 3D, sendo usada para treinamentos, apresentações de espaços como apartamentos decorados, obras futuras e cenários de filmes e séries em uma exposição, por exemplo.

Os óculos de realidade virtual permitem uma imersão total em outro ambiente, algo que a realidade aumentada não busca proporcionar. Com essa tecnologia, portanto, você é transportado para um universo totalmente diferente do local em que você está, enquanto na realidade aumentada há uma interação com o seu ambiente.

Como exemplos de realidade virtual, podemos citar os jogos e imersões usando óculos VR (virtual reality), e, como exemplos de realidade aumentada, podemos citar o jogo para smartphones Pokémon Go, que é febre no mundo todo; além do espelho digital, que algumas lojas de varejo disponibilizam para que seus clientes experimentem produtos sem precisar usá-los de fato.

Como a realidade aumentada pode ser aplicada na sociedade nos próximos anos?

A realidade aumentada vem conquistando diversos segmentos, com tecnologias exclusivas e pensadas para solucionarem problemas que podem ser de logística, acessibilidade, interação e aprimoramento de técnicas. Veja abaixo alguns exemplos que poderão fazer parte do nosso cotidiano futuramente:

Educação

A realidade aumentada na educação pode tornar explicações de diversos conteúdos mais fáceis. Imagine, por exemplo, você acompanhar o funcionamento de uma máquina, ou até mesmo do corpo humano e de animais, de maneira mais imersiva.

Saúde

Com a possibilidade de ampliar a integração sobre o funcionamento do corpo humano, essa função também beneficiaria a saúde, com explicações mais profundas sobre o que acontece quando um corpo está doente, por exemplo.

Entretenimento

Com a popularização do Pokémon Go, outros jogos que usam a realidade aumentada estão surgindo no mercado. Além disso, conteúdos interativos como livros e séries devem tomar conta do mercado nos próximos anos.

O Instagram vem usando a realidade aumentada em diversos filtros, com o intuito de divertir e promover interações entre seus usuários. Dentre os exemplos, é possível inserir objetos, animais e outros itens dentro de suas fotos ou vídeos, em tempo real.

Varejo

Funções como rótulos imersivos e conteúdos publicitários interativos, que explicam o produto, contam uma história, ou até mesmo buscam divertir os clientes usando a tecnologia a seu favor.

A loja de móveis Ikea, da Suécia, vem disponibilizando para seus clientes, seu portfólio de produtos com realidade aumentada, em que você aponta sua câmera para o espaço desejado e ele mostra como ficaria o móvel no ambiente.

Indústria

A realidade aumentada na indústria 4.0 é um caminho que vem sendo desenvolvido para atuar dentro das manufaturas. Com ela, é possível desenvolver treinamentos mais imersivos, reconhecer peças e padrões, além de permitir que instruções sejam passadas de forma mais clara.

Conheça outras tecnologias no blog da TOTVS!

Quer saber mais sobre inovação e tecnologia? Conte com a TOTVS para estar sempre informado e para se preparar para as mudanças digitais! Continue acompanhando nosso blog e assine a newsletter para ficar por dentro de todas essas novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *