big-data-nas-empresas

Por que é essencial implementar o big data nas empresas?

Equipe TOTVS | GESTÃO DE NEGÓCIOS | 17 junho, 2020

Utilizar o big data nas empresas significa lidar com o volume massivo de dados não-estruturados, ou seja, sem estrutura e relação entre si. Sua aplicação, portanto, é representada por um conjunto de técnicas que conseguem analisar essa grande quantidade de informações e possibilitam análises mais simplificadas.

Nesse processo, são necessárias ferramentas que comportem o volume de dados, bem como sua coleta, organização, e tratamento, tornando possível sua leitura. Se você quer saber melhor o que é big data e como implementá-lo em seu negócio, continue a leitura e descubra!

Definição de big data

Um dos maiores diferenciais das ferramentas de big data é sua capacidade de não somente trabalhar com uma enorme quantidade de dados mas também de realizar esse processo em uma velocidade acelerada.

Ao contrário das soluções de armazenamento de dados comuns, o big data conta com datacenters mais maleáveis. Essa qualidade é extremamente importante, uma vez que os dados não se mantêm estáticos, mas vão se multiplicando.

Dessa forma, o big data comporta esse crescimento, e sua flexibilidade é essencial para aceitar diferentes tipos de mídias.

big data

Vantagens em implementar big data nas empresas

Agora que você já entendeu o que é big data e para que serve, está na hora de conhecer algumas de suas vantagens. A seguir, separamos os principais benefícios encontrados ao trazer essa solução para sua empresa. Confira!

Engajamento e satisfação do cliente

Ao pensarmos para que serve big data, podemos de imediato associá-lo à análise de informações valiosas sobre consumidores. Com um alto volume e variedade de dados, é possível entender o comportamento, as preferências, o perfil e o histórico dos clientes, identificando nichos de atuação, reconhecendo e atendendo suas necessidades na prática.

Números de vendas, receita e likes nas redes sociais ainda não são o bastante para medir o engajamento e a satisfação do seu cliente. O big data traz dados muito mais precisos e confiáveis, para que decisões assertivas sejam tomadas, diminuindo os riscos. É possível até prever tendências de consumo, antecipando demandas e focando em campanhas de marketing segmentadas.

Cibersegurança reforçada

Bancos de dados são um patrimônio muito valioso das empresas, seja em qualquer segmento de mercado, e, consequentemente, alvos frequentes de hackers, seja para roubos de informações sobre a concorrência ou seu sequestro, em que são devolvidas apenas mediante pagamento de resgate.

Pensando nisso, as análises constantes do big data ajudam a garantir a segurança de dados frente às ameaças ao sistema, monitorando os fluxos de informações e apontando atividades fora do comum e filtrando os acessos dos usuários à rede.

Acompanhamento de indicadores de desempenho (KPIs)

Uma solução de big data possibilita o cruzamento e a comparação de dados das mais variadas fontes. Volume, variedade, velocidade, veracidade e valor são conhecidos como os 5 Vs do big data e permitem que o gestor tome as melhores decisões e analise o negócio com uma visão mais ampla.

Os relatórios de performance e evolução do negócio elaborados pelo big data permitem implementar melhorias nos setores internos e alavancar a produtividade dos colaboradores, identificando os pontos fortes e os que devem ser melhorados dentro da organização.

Sendo assim, o sistema não projeta caminhos a serem seguidos no futuro, mas, sim, interpreta ações que deram certo e as que falharam no passado. Uma estratégia que falhou anteriormente, por exemplo, pode ser reinventada e melhor estruturada em uma nova aplicação.

Big data nas empresas: como implementar de forma eficiente?

Adotar o big data na empresa é um procedimento que oferece um retorno bastante rico, mas, para isso, sua implantação deve ser bem planejada. Quais passos devem ser seguidos para que esse processo seja bem-sucedido? Veja as dicas que preparamos!

Identifique os problemas do negócio e faça uma lista de prioridades

Antes de começar a lidar com grandes volumes de dados, é preciso identificar os desafios que você quer superar e os pontos a serem melhorados dentro da empresa. Melhor margem de negociação com fornecedores, redução de custos operacionais ou aumento do market share? Defina bem seu objetivo.

Os gestores de cada departamento podem ajudar a descobrir os maiores problemas, uma vez que eles estão em contato com os processos internos diariamente.

A partir do momento em que você sabe o que quer resolver com o big data, monte uma lista de prioridades com seu grau de urgência. É importante solucionar um problema por vez e manter o foco em cada etapa.

Opte por fontes de dados que façam sentido

Depois de levantar as melhorias a serem desenvolvidas e os objetivos a serem alcançados, é hora de descobrir quais são os dados que vão auxiliá-lo a resolver os problemas.

Para isso, é necessário recorrer a fontes de confiança, como pesquisas de mercado, tráfego de sites, engajamento nas redes sociais, pesquisas em buscadores e feedbacks de colaboradores, clientes e fornecedores.

A partir daí, selecione os dados que são realmente importantes para seu negócio. Por exemplo: os dados utilizados para identificar padrões de consumo e preferências do público não são os mesmos usados para definir a produtividade dos funcionários. Ao descartar dados que não são úteis, a análise é facilitada.

Procure as melhores ferramentas

Ao escolher uma ferramenta de big data, é importante procurar por um software que seja capaz de coletar, processar, analisar e armazenar dados, com segurança, agilidade e precisão. Também é importante contar com um sistema que faça integração com outras soluções, como o ERP, para que o acesso à dados seja ainda mais completo.

Também é necessário decidir a forma de implantação. O sistema ficará hospedado em nuvem (on cloud) ou na própria empresa (on premise)? O primeiro formato dispensa a utilização de espaço físico e segue um modelo de assinatura, enquanto o segundo não exige conexão com a internet e pode ser personalizado.

Seja qual for a opção escolhida, é indicado contar com uma plataforma segura, ágil e com alto grau de escalabilidade, proporcionando um ROI satisfatório (Return Over Investment).

Big data é com a TOTVS

Neste conteúdo, falamos sobre as vantagens em adotar o big data nas empresas e como fazer sua implementação de forma eficiente, garantindo o armazenamento e a análise de dados com precisão e segurança, fatores que são essenciais para negócios de qualquer natureza.

A TOTVS atende a 12 segmentos de mercado e desenvolve soluções planejadas especialmente para cada um deles. Empresas de pequeno, médio e grande porte podem adotar nossos sistemas, escolhendo apenas as funcionalidades que fazem sentido para a organização, e o big data pode ser uma delas.

Se você gostou deste texto e quer saber mais sobre o assunto, leia agora nosso artigo sobre a importância de um banco de dados corporativo. Para ficar por dentro de todas as novidades, continue acompanhando o blog da TOTVS e assine a newsletter para receber posts diretamente em seu e-mail!

Nova call to action

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.