escalabilidade

Por que a escalabilidade é importante para seu negócio?

Equipe TOTVS | GESTÃO DE NEGÓCIOS | 08 julho, 2020

O conceito de escalabilidade é, muitas vezes, utilizado pelas empresas como uma métrica para medir seu potencial de crescimento. Isso acontece porque quanto mais um negócio é escalável, mais investidores podem ser atraídos por ele. Entenda melhor esse conceito e os benefícios para sua companhia.

Qual o conceito de escalabilidade?

Antes de mais nada, é fundamental entender o significado de escalabilidade. Uma empresa com um bom nível de escalabilidade é aquela que consegue aumentar sua produção sem que os custos aumentem. Portanto, o negócio se expande e atende melhor à demanda dos clientes sem gerar mais custos.

Para entender melhor o que é escalabilidade, pense nas startups, que já nascem com o objetivo de se expandirem, conquistando mais clientes. Por isso, já possuem um grande potencial de escalabilidade.

Nesse sentido, a tecnologia pode ser uma grande aliada para conquistar esse alto nível de expansão, já que auxilia a empresa a oferecer um bom serviço ou produto para seus clientes.

eBook Grátis - Guia Prático Para Uma Gestão Financeira Que Garanta o Lucro da Empresa

Características de um negócio escalável

Agora que você entende um pouco mais sobre o que é um negócio escalável, falaremos sobre como aplicar isso na sua empresa. Um negócio escalável precisa que os gestores possuam um conhecimento aprofundado sobre o mercado e sobre o ciclo financeiro da empresa.

Também é necessário identificar os pontos fortes e os que precisam de mais atenção na própria empresa. As companhias que possuem alta escalabilidade geralmente apresentam três fatores:

Conta com um processo ensinável

Quando você consegue ensinar os processos da companhia para qualquer colaborador, significa que está no caminho para ser uma empresa escalável. Isso porque essa característica indica que a empresa têm mais chances de ser maleável e pode crescer conforme o que foi idealizado.

Possui grande valor

Uma empresa que oferece um serviço ou produto único, que é especialista naquilo, se torna valiosa. Essa é uma grande característica de um negócio que possui potencial para se tornar mais escalável. Assim, é possível se destacar no mercado e conquistar a preferência dos clientes.

É replicável

Um processo ou modelo de produção que não é capaz de ser replicado não tem chance de gerar receita recorrente. Por isso, para ter escalabilidade, é preciso que o negócio seja replicável para que haja espaço para expansão.

Exemplos de negócios escaláveis

O foco em um crescimento e desenvolvimento mais sustentáveis evita o surgimento de prejuízos à produtividade e ao financeiro do negócio. Para entender melhor esse conceito na prática, podemos citar alguns exemplos de negócios que possuem escalabilidade. Veja:

Aplicativos móveis

Esse tipo de negócio pode ser facilmente ampliado para atender mais pessoas sem precisar aumentar os custos. Outra vantagem é poder criar um app voltado para qualquer segmento que desejar. Assim, você pode analisar o que está em alta e investir.

Desenvolvimento de softwares

O ramo de desenvolvimento de softwares também tem alto potencial para ser escalável, já que é possível estar em constante atualização. As empresas que possuem produtos SaaS (Software as a Service) podem vender o mesmo item inúmeras vezes, aumentando sua rentabilidade. Ou seja, a escalabilidade de software também está na atualização.

Empresas de carona ou entrega

Outra boa opção de negócios com potencial de escalabilidade são empresas que oferecem serviços de carona ou de entregas. No caso das caronas, a empresa em si não disponibiliza os carros, porém tira uma porcentagem de lucro de cada corrida realizada. O mesmo ocorre com os apps de entrega de comida.

Como criar um negócio escalável?

Com vimos nos exemplos acima, antes de começar um negócio é preciso estudar se será possível expandi-lo sem a necessidade de grandes investimentos. Por isso, é preciso elaborar um ótimo plano de negócios, que permita flexibilidade de desenvolvimento.

Além disso, é preciso que a empresa se organize de dentro para fora, estabelecendo um padrão de qualidade replicável e se certificando de evitar falhas na produção. Nesse sentido, sistemas de gestão empresarial podem ser de grande ajuda, já que automatizam processos e otimizam o trabalho.

Com um software de gestão é possível automatizar setores administrativos e financeiros para que o foco se mantenha na atividade principal do seu negócio. Outra facilidade é que essa tecnologia pode ser implementada em empresas de diversos segmentos e portes.

E mesmo que o negócio se expanda de forma rápida, o sistema poderá acompanhar esse crescimento e até auxiliar para que esse processo aconteça de forma mais organizada. Desse modo, os gestores terão mais suporte para tomadas de decisão estratégicas e assertivas, sempre objetivando o desenvolvimento da companhia.

Entenda mais em nosso artigo como um sistema de gestão empresarial contribui para que as empresas cresçam de forma sustentável e quais os principais benefícios em implementar essa tecnologia no seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *