Previsibilidade da produção: entenda sua importância e seus benefícios!

Previsibilidade da produção: entenda sua importância e seus benefícios!

Equipe TOTVS | GESTÃO DE NEGÓCIOS | 18 janeiro, 2019

A previsibilidade da produção é, sem dúvida, um dos pontos mais importantes dentro da indústria moderna. Hoje, a intensa competitividade do mercado e a latente necessidade de se operar com custos menores e uma produção em níveis sempre adequados requerem das empresas uma gestão eficaz, capaz de dimensionar com precisão a sua produção, evitando desperdícios, insuficiências ou excessos.

Nesse ponto, alinhar a cadeia produtiva de uma indústria à demanda a qual ela é submetida não só é imprescindível, como também é um grande desafio. Implantar uma cadeia de suprimentos eficiente, seguindo um fluxo contínuo, exige uma gestão proativa e inovadora, em que a tecnologia esteja inserida nos processos.

Por isso, pensando nas contribuições para esse ponto, preparamos este artigo para aprofundar a discussão sobre a importância e os benefícios da previsibilidade da produção. Continue a leitura e fique mais bem informado sobre esse tema!

Qual é a importância da previsibilidade da produção?

Indo direto ao ponto, o centro da previsibilidade de produção está na possibilidade de preparar a indústria para atender às suas demandas de maneira ainda mais eficiente. Prever, no contexto corporativo, é reduzir a incidência do acaso, aumentar a visibilidade sobre os processos e não perder o controle sobre as atividades.

Então, a previsibilidade ajuda gestores e líderes a organizar os seus processos, priorizando atividades, compras, acordos e adaptando o negócio para uma realidade futura. Nesse sentido, o que se busca é evitar rupturas na produção, desperdícios de recursos e potencial produtivo, além de desajustes no fornecimento, tanto para mais quanto para menos. Prever é atuar de forma regular, tal como o mercado exige das organizações.

O que é a previsibilidade da produção?

Podemos entender esse termo como a capacidade que uma indústria tem de antever quais serão as necessidades futuras a que os seus processos e a sua infraestrutura serão submetidos. Ou seja, com base em dados, análises e outras fontes, a empresa tem condições de prever a demanda e, com isso, adaptar as suas operações para atendê-la com precisão.

Como esse conceito afeta todas as áreas da indústria?

No contexto atual da indústria, a integração e interoperabilidade são alguns dos seus pontos marcantes. Por essa razão, ao se falar na produção de um bem, por exemplo, é natural que diferentes setores da companhia estejam envolvidos.

Uma boa produtividade está associada não só à parte operacional — aos operários e às máquinas —, mas também ao backoffice da empresa, ao comercial, ao estoque e aos diversos outros processos que fazem parte de uma extensa cadeia produtiva. Logo, a previsibilidade da produção também interfere nessa cadeia.

Por exemplo, essa previsão dá a tônica ao setor de compras, é o que dimensiona melhor os estoques, aloca os profissionais e prepara o inventário da empresa para lidar com o nível de produção a que se sujeitará.

Além disso, é preciso mencionar as questões financeiras, já que a previsibilidade está intimamente ligada a esse ponto. É ela quem ajuda os gestores a compor o orçamento e preparar toda a empresa para as oscilações de capital, cortando gastos e controlando preços, tudo para manter a competitividade do negócio.

Os benefícios da previsibilidade de produção

A indústria que atua de maneira ajustada e consciente quanto à sua produção, certamente experimenta uma série de vantagens em suas operações. Por exemplo, podemos citar:

  • redução de custos: prever demandas e preparar a produção para atendê-las é, também, otimizar gastos. Munida desse tipo de informação, a indústria tem condições de dimensionar os seus estoques, priorizar compras e investimentos, imobilizando somente o capital necessário para produzir em quantidades exatas;
  • produtividade: um reflexo da previsibilidade de demanda é o aumento do rigor das operações. Como a empresa tem ciência do que precisa ser produzido e até quando, é natural que se imprima um ritmo de produção mais eficiente, o que melhora a produtividade em relação aos custos, ainda que o mercado exija uma produção menor;
  • melhor aproveitamento do capital: outra vantagem da previsibilidade de produção é poder saber o quanto será exigido da indústria para manter o nível de produção adequado. Isso, de certa forma, evita superdimensionamento de produção, por exemplo, imobilizando o capital com itens que não serão rapidamente vendidos e comporão o caixa da empresa.

O que a falta de previsibilidade de produção pode causar?

O principal efeito da falta de previsibilidade de produção talvez seja o desajuste em seus níveis. Como se sabe, há períodos do ano em que as demandas aumentam, assim como há meses em que quedas são identificadas. Nesse cenário, é muito importante que a empresa consiga acompanhar as sazonalidades, estruturando melhor as suas operações e otimizando os seus custos para se manter em atividade e, mais do que isso, de forma competitiva.

Além disso, a falta de previsibilidade pode interferir no relacionamento da indústria com os demais agentes que dela dependem. A exemplo, varejistas podem sofrer com a redução/insuficiência de itens, o que eleva os preços e acaba afetando também a satisfação do consumidor final.

Essa previsibilidade, então, é peça-chave para compor uma cadeia produtiva eficiente, cujo fluxo de processos seja linear e todos os agentes envolvidos consigam atuar sem nenhum tipo de entrave.

Como acompanhar a previsibilidade de produção da sua indústria?

Atualmente, falar em previsibilidade é falar em dados. A tecnologia, nesse ponto, é uma das maiores aliadas das empresas, visto que fornece soluções, softwares e sistemas voltados essencialmente para o controle e a gestão dos diferentes aspectos da produção.

Assim sendo, no cenário tecnológico atual, dificilmente uma indústria conseguirá fazer projeções, elaborar relatórios e compor uma base informativa confiável e precisa, capaz de prever as suas demandas, a partir de métodos manuais e lentos.

Desse modo, para aplicar e acompanhar a previsibilidade de produção na indústria, é indispensável o apoio de ferramentas adequadas, as quais possibilitam aos gestores acompanhar indicadores, dados e informações internas e externas, por meio de plataformas integradas, sistemas ERP e outros recursos.

Conheça os dados que a sua empresa precisa acompanhar

Soluções informatizadas, como dito, reforçam o controle da produção da indústria ao viabilizar o acompanhamento de diferentes informações, tais como:

  • históricos de demandas: os sistemas de informação reúnem dados acerca do funcionamento da empresa ao longo do tempo. Isso significa que a tomada de decisão passa a se tornar mais palpável a partir do momento que os gestores têm referenciais precisos para comparar e projetar as demandas, com base em experiências passadas;
  • perfil do mercado: com a ajuda de análises externas e a interoperabilidade com outros agentes do mercado, a empresa consegue reunir dados capazes de indicar como será a demanda em um determinado período. Assim, por exemplo, embora a indústria não negocie com o consumidor final, ela tem acesso aos dados do varejista, que pode traçar um panorama sobre as suas vendas e, consequentemente, sobre as suas necessidades de reposição de produtos nos PDVs.

Entenda como um sistema de ERP pode ajudar a acompanhar a previsibilidade

Como mencionado, a tecnologia coloca a indústria em uma posição mais confortável quando se fala em previsibilidade de produção. Nesse contexto, um sistema ERP, por exemplo, pode fazer toda a diferença.

Inicialmente, é preciso lembrar que esse sistema garante total visibilidade sobre os processos da empresa, integrando setores e centralizando informações importantes sobre a cadeia produtiva. Além de eliminar processos manuais e burocráticos, o ERP possibilita uma troca de informações mais ágil, dando transparência à cadeia produtiva, inclusive sobre a ótica de agentes externos, como parceiros e fornecedores.

Desse modo, o que se tem é uma base mais segura para analisar o mercado e as suas oscilações. Internamente, tem-se a oportunidade de auditar custos, avaliar a produção, os estoques e controlar o RH de forma mais alinhada às previsões. Ou seja, o ERP reforça a gestão de todas atividades, sejam elas administrativas, financeiras ou operacionais.

Nos moldes atuais do mercado, em que a competitividade dita o ritmo das empresas, ter previsibilidade da produção é medida de ordem para o sucesso operacional da indústria. Nesse ponto, como vimos, o papel da tecnologia no controle de dados é crucial.

Então, gostou deste artigo? Quer ter mais controle sobre os processos da sua indústria e reforçar o ideal de previsibilidade da produção? A TOTVS tem a solução exata para a sua necessidade. Entre em contato conosco e conheça!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.