O que é Big Data e como ele está revolucionando o varejo?

Com a chegada da era digital e da informação na década de 1980, a forma como os dados passaram a aparecer para nós mudou. Ficaram para trás dados superficiais e entraram dados mais concretos e efetivos. Mas poucos conseguiam entender o que aquelas informações realmente queriam dizer.

Graças ao avanço da era digital e o consumo cada vez maior da internet, empresas passaram a se especializar em análises de dados para aumentar os seus lucros. Segundo o estudo NewVantage Partners Big Data Executive Survey 2017, 95% das empresas presentes na lista da Fortune 1000 afirmaram que investiram em Big Data nos últimos 5 anos.

O avanço é tão exponencial que, nessa mesma pesquisa, foi confirmado que 37,2% já investiram mais de 100 milhões de dólares em projetos de Big Data. E outras 6,5% gastaram mais de 1 bilhão de dólares.

Para você entender o motivo de tanto investimento, o que é Big Data e como ele pode ajudar a sua empresa a crescer, acompanhe este post!

big data

O que é Big Data?

Apesar de o ser humano já coletar dados há muitos anos, o conceito de Big Data ganhou força na década de 2000, quando passou a coletar e armazenar uma grande quantidade de informações que são produzidas a cada segundo no mundo todo.

Esses dados vêm de diversas fontes, como redes sociais, sites de busca, fotos, vídeos, informações de GPS, sistemas de gestão e outros serviços que estão conectados à internet.

Por isso, o analista Doug Laney, com a intenção de facilitar o entendimento e deixar mais claro o significado do termo, definiu Big Data por meio do volume, da variedade e da velocidade e, anos depois, foram incluídos os termos veracidade e valor — também conhecidos como os V’s do Big Data. Vamos entender mais sobre o assunto!

Volume

Esse pode ser considerado o termo mais conhecido do Big Data. Como a tecnologia avança e abre novas pontes de acesso, as informações chegam de todos os lados. Tanto de uma empresa para o usuário quanto vice e versa. Isso mostra a capacidade de o Big Data absorver a quantidade absurda de dados que produzimos.

Para mostrar esse excesso, a empresa Penny Stocks Lab acompanhou, em 2015, quantas informações eram geradas dentro de 24 horas pela internet. Foram produzidos quase 2 bilhões de gigabytes de dados.

Variedade

Como vimos, esse grande volume de dados produzidos por várias fontes diferentes gera uma variedade enorme de informações coletadas. Por isso, esse conceito pode ser dividido em três formas:

  • Os estruturados: aqueles que são facilmente armazenados em bancos de dados, tabelas ou colunas;
  • Os semiestruturados: são dados que não surgem de bancos de dados relacionados a algo, mas são organizados para serem mais fáceis de armazenar em outros bancos de dados. Por exemplo, as hashtags das redes sociais ou o e-mail;
  • Não estruturados: esse é o que mais cresce nos dias de hoje. Ele inclui textos, vídeos, fotos, áudios e qualquer outra forma de multimídia.

Velocidade

Nesse V de Big Data, temos uma função extremamente importante. A velocidade com que esses dados são gerados, armazenados, analisados e processados. Graças à agilidade para fazer todos esses procedimentos em tempo real, é possível tomar decisões acertadas.

Por exemplo, pense em quando você faz uma pesquisa sobre um determinado produto na internet e decide parar de procurar informações sobre ele. Você fecha todas as abas e abre uma em um site totalmente diferente e aparece a propaganda sobre aquele mesmo produto. Pode se dizer que o V de velocidade está presente.

Veracidade

Com essa grande quantidade de dados gerados, é importante saber qual informação é verdadeira ou não. Logo, o V de veracidade tem que garantir que todos esses dados vêm de uma fonte verdadeira e autêntica.

Valor

Bem, toda empresa precisa que os dados coletados gerem valor, não é mesmo? Então, esse V vai direcionar para que você concentre os seus esforços em informações úteis e que possam gerar algum tipo de valor para a sua empresa. Para isso, é preciso entender onde e como aplicar o seu trabalho.

A melhor forma para identificar como o uso do Big Data é importante para o seu negócio é observando as empresas de stream ou de e-commerce. Assim que você entra em seus sites, já aparecem as sugestões do que você gostaria de ver ou comprar. Todas trabalhando com os 5 V’s em perfeita sintonia, com a finalidade de prender você e guiá-lo até o objetivo final, que é o consumo ou a compra de algo.

Qual é a importância do Big Data no varejo?

Nos dias atuais, todos os clientes têm 24 horas de acesso a várias informações sobre um determinado produto, o que revolucionou o setor varejista de certa forma. Com a tecnologia cada vez mais presente no nosso dia a dia, os consumidores podem usar as informações para tomar as melhores decisões para descobrir, comparar e comprar produtos de qualquer lugar, onde e quando quiser.

Para o varejo, essas informações que são geradas pelos futuros clientes são alteradas constantemente. Por isso, a análise desses dados vai ajudar as empresas varejistas a permanecerem atualizadas sobre tendências e aplicar os dados para desvendar, interpretar e agir.

Essas informações, coletadas de formas diversas, podem gerar uma base de dados muito valiosa para ajudar as empresas a terem uma visão mais ampla de seus consumidores. O Big Data pode ser aplicado em análise de comportamento do consumidor, segmentação de mercado, marketing personalizado e previsão de demanda.

É importante prestar atenção às seguintes informações e seguir alguns passos:

  • verifique as tendências do setor;
  • faça uma análise dos concorrentes e do mercado;
  • fique atento às redes sociais;
  • preveja as tendências;
  • otimize os seus preços;
  • aprimore a experiência do cliente;
  • mantenha sempre os dados salvos e seguros.

Como vimos, o Big Data é uma gama de informações que pode ser analisada para encontrar tendências e padrões. O principal objetivo é descobrir o comportamento e as preferências do seu cliente para ser capaz de oferecer um atendimento personalizado, com o uso de tecnologias apropriadas para isso.

Esperamos que você tenha gostado do nosso conteúdo sobre o que é Big Data. Para saber mais sobre os benefícios da tecnologia no seu negócio, leia um pouco mais sobre como a Inteligência Artificial vai ajudar você a analisar todos esses dados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *