o-que-e-big-data

Saiba o que é big data e como utilizar essa tecnologia

Equipe TOTVS | INOVAÇÕES | 31 agosto, 2020

Você sabe o que é big data? Esse processo diz respeito ao armazenamento, à análise e à interpretação de quantidades massivas de dados, em um conjunto de técnicas que podem trazer novos insights para as empresas.

Na era da informação e da transformação digital, é fundamental conhecer as aplicações da tecnologia para buscar resultados positivos nos negócios. Se você se interessa por este assunto e quer saber mais sobre o tema, continue com a leitura do artigo que preparamos!

O que é big data?

Ao pensarmos sobre o que é big data e para que serve, o conceito se coloca como uma tecnologia capaz de lidar com uma grande quantidade de dados, realizando armazenamento, organização e tratamento.

Isso possibilita uma análise mais ampla e ágil de informações relevantes, que vão desde pedidos de compras e avaliações de clientes até monitoramento de processos internos, por exemplo.

Por meio do big data, é possível saber exatamente o que pode ser melhorado e quais tipos de estratégias podem ser colocadas em prática, além de aprimorar a produtividade, reduzir custos operacionais, monitorar hábitos de consumidores e descobrir novas tendências.

big data

Os diferentes tipos de dados

A estruturação e a análise de dados são fortes aliados nos negócios. Você deve estar se perguntando quais e se existe mais de um tipo. A resposta é sim, e falamos sobre eles a seguir.

  • Social data: os dados sociais são aqueles referentes a indivíduos e ajudam a desenhar padrões de comportamentos por meio de pesquisas em buscadores ou comentários em redes sociais, por exemplo;
  • Enterprise data: os dados empresariais são gerados por organizações e estão presentes em todos os processos internos, desde o setor financeiro e operacional até o RH, sendo essenciais para avaliações de desempenho e descoberta de gargalos,
  • Personal data: aproximando-se do conceito da Internet das coisas (IoT), os dados de objetos e dispositivos conectados à Internet seguem o mesmo padrão e são gerados por carros, eletrodomésticos, computadores, celulares, televisores, etc. Dessa forma, é possível alimentar o aprendizado de máquinas para que se adaptem à usabilidade humana e facilitem a automação de tarefas, permitindo aos colaboradores de uma empresa direcionarem seu foco para atividades que geram maior valor agregado.

Lidar com esses diferentes tipos de dados permite ter uma visão ampla sobre o negócio, o público e o mercado, mas é necessária atenção. Com tantas informações em diversos níveis de importância, é essencial contar com um sistema de gestão ERP para garantir integridade e segurança.

Como aplicar o big data na sua empresa?

A business intelligence possui relação direta com o big data, utilizando da análise de dados para ajudar os gestores a tomarem as melhores decisões possíveis. Pautada nos 5Vs (volume, variedade, velocidade, veracidade e valor), as análises exigem ferramentas eficientes e profissionais capazes de fazer uma leitura das informações apresentadas.

O processo de análise de dados é responsável por classificá-los e criar diferentes cenários e hipóteses, em medidas que podem antecipar problemas e identificar dores de clientes antes do mercado. Sair na frente da concorrência é, portanto, um diferencial competitivo.

Com o passar do tempo, a forma de gerenciar e controlar o negócio se torna mais otimizada. Graças às análises prévias, é possível considerar o histórico de atuação da empresa para garantir os melhores resultados. Entre os profissionais que devem ser incluídos no processo de análise de dados podemos citar:

  • Administrador: é aquele que garante o funcionamento da infraestrutura, dos sistemas e das tecnologias, possuindo conhecimento de sistemas operacionais, hardware, softwares e outras ferramentas relacionadas à análise de dados;
  • Desenvolvedor: cria os processos de coleta, tratamento e armazenamento de dados, desenvolvendo-os, responsável por identificar quais tipos de informações fazem mais sentido para a atividade de cada organização,
  • Cientista de dados: está por dentro das demandas internas e externas da empresa, conhece seus objetivos e é peça essencial para seu planejamento, tem total acesso aos dados e conta com embasamento estatístico.

O big data faz parte das rotinas empresariais

É importante lembrar que a coleta, o tratamento e a análise de dados, principalmente, os sociais, devem seguir as regulamentações determinadas pela LGPD, para evitar multas de compliance e outras sanções.

Ao longo deste conteúdo, você pôde compreender melhor o que é big data, quais os tipos de dados mais importantes para análises e como fazer uma boa aplicação dessa metodologia na sua organização.

A TOTVS é uma empresa 100% brasileira, referência em tecnologia, gestão e inovação. Nossos sistemas e softwares atendem os mais diversos segmentos de mercado, em negócios de diferentes portes.

Se você gostou deste conteúdo, descubra, agora, a importância do data driven business. Continue acompanhando nosso blog e não deixe de assinar a newsletter para receber novidades diretamente em seu e-mail!

big data

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.