Integrated Development Environment: Conheça suas funções

Equipe TOTVS | DEVELOPERS | 23 dezembro, 2020

Na programação e desenvolvimento, utilizar um Integrated Development Environment (IDE) ajuda a criar aplicações, principalmente quando há integração com outras plataformas. 

Sendo um ambiente de programação voltado a escrita, execução, correções e testes, o IDE pode ser um grande aliado. Conheça melhor seus tipos e funcionalidades neste artigo.

Integrated Development Environment: o que é?

Um Integrated Development Environment, ou Ambiente de Desenvolvimento Integrado, é utilizado para o desenvolvimento de software e aplicações. Assim, ele simplifica os processos e unifica diversas ferramentas a uma única interface.

Dessa maneira, as aplicações são criadas de forma mais ágil, já que a IDE é eficiente ao analisar o código que será escrito, apontando falhas e erros de digitação, por exemplo. Entre as principais funcionalidades da plataforma, podemos citar:

  • Editor de código-fonte: aplicado na escrita de comandos, que seguem sua devida linguagem de programação;
  • Automação de compilação local: função que automatiza tarefas repetitivas em um desenvolvimento, como compilação de código binário, execução de testes e criação de pacotes de códigos;
  • Preenchimento inteligente: uma das funções mais interessantes do IDE, traz o autopreenchimento de trechos de código, tornando o desenvolvimento mais rápido;
  • Debbuger: realiza o teste de diversos programas, exibindo graficamente a posição do bug no código,
  • Refatoração: essa função trabalha continuamente na otimização do código-fonte, aplicando testes automáticos para a eliminação completa de erros.

Utilização do Integrated Development Environment

O Integrated Development Environment auxilia a programação ao agilizar, ajustar e integrar automaticamente diversas aplicações, que, normalmente, seriam feitas de forma manual em sua configuração. 

Com utilitários localizados em um mesmo workbench, não é necessário o aprofundamento do programador em cada ferramenta que deseja utilizar, possibilitando maior fluidez em seus projetos.

Um dos maiores diferenciais do IDE é sua economia de tempo. Quando o sistema compreende a linguagem de programação empregada, o desenvolvedor não precisa mais escrever sequências de código inteiras. Graças ao preenchimento inteligente, os códigos podem ser gerados automaticamente.

Se um código contém erros em sua escrita, o IDE permite uma verificação minuciosa de sua execução, testando diversas variáveis, que ajudam a inspecionar qual parte do código apresenta falhas.

Como escolher o IDE adequado?

Até aqui, foi possível perceber a importância da utilização do IDE na programação. Existem, no entanto, diversas opções que podem ser escolhidas. É importante saber qual IDE é o mais adequado para o desenvolvimento em questão.

Certos IDEs atendem a uma linguagem de programação específica. É o caso do IntelliJ, compatível com Java. Outros, por sua vez, podem ser aplicados em mais de uma linguagem, como é o caso do Eclipse, utilizado em Java, Python e XML.

Vale ressaltar que, ao optar por um Ambiente de Desenvolvimento Integrado em nuvem, não existem limitações quanto ao sistema operacional. Também é importante considerar a capacidade de memória do IDE, para que outras aplicações, que exigem alto processamento, possam ser executadas simultaneamente.

Mais benefícios do IDE

O Integrated Development Environment é perfeito para solucionar problemas na programação em tempo real e modelagem de dados, sem a necessidade de troca de aplicações para identificar bugs e falhas de digitação de código. Outros benefícios que podemos observar no IDE são:

  • Destaque de sintaxe: indicadores visuais são empregados na distinção da gramática na edição textual;
  • Navegação de classe e objetos: apresenta diagramas, classificando códigos com diferentes graus de relevância, dependendo da linguagem;
  • Redução de custos: ao contar com um Integrated Development Environment, o processo de desenvolvimento de software dispensa a aquisição de outras ferramentas, devido à sua completude,
  • Mensuração de desempenho: os IDEs permitem medir o desempenho das execuções de aplicações, para correções ágeis.

É importante destacar que o desenvolvedor pode até mesmo compilar um IDE próprio, integrando editores de textos de forma manual. Dessa forma, o nível de controle do programador é superior, altamente personalizado.

No entanto, em empresas e projetos que pedem padronização, o ideal é contar com a automatização trazida pelos IDEs mais atuais, pré-configurados, proporcionando economia de tempo e possibilitando um salto de produtividade.

Conheça a comunidade TOTVS Developers

Neste conteúdo, abordamos o que é IDE, uma seção importante da área de programação e desenvolvimento, falando sobre o que é Integrated Development Environment, seu funcionamento e como é utilizado. Apresentamos também seus principais benefícios, tanto para os próprios desenvolvedores quanto para empresas.

A TOTVS é uma empresa 100% brasileira, referência em tecnologia e inovação. Nossos sistemas e softwares são desenvolvidos a partir de diversas linguagens de programação e funcionalidades.

Se você se interessa pelo tema e quer se aprofundar ainda mais no assunto, bem como conhecer como nossos sistemas são criados, junte-se à comunidade TOTVS Developers. Não deixe também de assinar a newsletter e continuar acompanhando nosso blog, para ficar por dentro de todas as novidades.

Nova call to action

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.