node-js

Node.js: O que é, quais as características e vantagens?

Equipe TOTVS | DEVELOPERS | 27 março, 2020

O Node.js se caracteriza como um ambiente de execução JavaScript. Com ele, o usuário pode criar aplicações sem depender do browser para isso. Com alta capacidade de escalabilidade, boa flexibilidade, arquitetura e baixo custo, torna-se uma ótima opção para programação.

Se você quer saber mais para que serve o Node.js, suas características, formas de usar e as vantagens que ele apresenta no desenvolvimento, continue acompanhando o artigo que preparamos!

Server-side e Client-side: quais as diferenças?

Como o Node é definido como um interpretador server-side, antes de mais nada, devemos falar sobre isso, explicando também as diferenças com o client-side. Também conhecidos como back-end e frontend, respectivamente.

As linguagens server-side, ou seja, do lado do servidor, são linguagens em que o código escrito é compreendido pelo servidor. Então, é processado e a resposta é dada ao navegador.

Já as linguagens client-side (lado do cliente) são apenas compreendidas pelo navegador, tendo seu processamento por meio do browser, e não do servidor. Como não é processamento interno, o usuário conta com respostas ágeis e utiliza menos largura de banda.

Características do Node.js

Com inúmeras melhorias feitas na linguagem JavaScript e seus motores de execução, sua aplicação ganhou mais propósitos do que simplesmente a manipulação de páginas HTML.

Um dos grandes diferenciais é a execução do Node single thread, quando apenas uma thread executa o código da aplicação. Dessa maneira, menos recursos computacionais são exigidos, pois não é necessário criar uma nova thread para cada requisição recebida.

Em um servidor tradicional, como os recursos são limitados, as novas requisições só seriam tratadas depois que os recursos estiverem liberados, o que pode atrasar o usuário.

O Node.js utiliza apenas uma thread, chamada de Event Loop, que cria novos eventos a cada requisição recebida. Ações de entrada e saída, por exemplo, não precisam aguardar a finalização de uma operação para que outra seja iniciada.

Nova call to action

Benefícios trazidos pelo Node.js

Até aqui, explicamos o conceito do Node.js e suas características de funcionamento, que, por si só, já trazem vantagens. Mas quais outros benefícios diretos esse interpretador é capaz de trazer ao desenvolvimento? Confira!

Produtividade

Como o JavaScript é a linguagem mais usada em desenvolvimento web, o Node.js já conta com uma gama de possibilidades, inclusive com a reutilização de códigos, em que as equipes podem aproveitar melhor os recursos disponíveis.

Flexibilidade

O Node.js é uma plataforma muito versátil e que pode ser usada em inúmeros cenários. Seu gerenciador de pacotes (Node Package Manager) é classificado como o maior repositório de softwares disponível, sendo que o pacote mais famoso é um framework voltado a desenvolvimento web, chamado Express.js.

Leveza

Como já citamos, devido ao seu formato single thread, os recursos computacionais são consideravelmente menos exigidos ao usar a linguagem Node. A velocidade na disponibilização de um sistema para uso (deploy) e na replicação de máquinas pode crescer muito.

Onde o Node.js pode ser utilizado?

O Node.js se provou uma ferramenta com bastante capacidade de adaptação, e, por isso, seu uso pode ser implementado em diferentes situações, com objetivos variados, como alguns dos que citaremos a seguir:

  • Objetos simulados e protótipos: por conta de sua linguagem bastante popular no universo web, o Node.js é interessante na criação de protótipos de APIs e objetos simulados (mocks), testando a possibilidade de diferentes cenários;
  • Ambientes escaláveis: uma vez que é capaz de lidar com um grande número de conexões ao mesmo tempo, o Node é perfeito em ambientes que possuam várias conexões concorrentes,
  • Aplicações que possuam NoSQL: uma base de dados NoSQL é construída com o JavaScript Object Notation, e, por isso, a relação com o Node.js é fluída. Dessa forma, os objetos podem ser migrados para o client-side, sem exigirem algum tipo de tratamento, já que não há conversão de modelo de dados.

Programação e desenvolvimento: mantenha-se informado!

Ao longo deste conteúdo, explicamos o que é o Node, abordando também o conceito de server-side e client-side (back-end e front-end). Falamos sobre as características da plataforma, os benefícios que ela traz à programação e onde pode ser usada.

A TOTVS utiliza diversas linguagens de programação nas suas aplicações, inclusive o Node.js. Somos referência em inovação e desenvolvimento, contando com os melhores processos na criação de sistemas e soluções que atendam clientes de mais de 12 segmentos de mercado.

Se você gostou deste conteúdo e quer conhecer mais sobre o tema, veja também este artigo. E, para continuar por dentro de todas as novidades, continue acompanhando o blog e assine a newsletter, para receber post diretamente em seu e-mail.

Nova call to action

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.