bioenergia

Bioenergia: Qual sua importância e por que adotá-la?

Equipe TOTVS | GESTÃO AGRÍCOLA | 05 junho, 2020

A bioenergia se refere à energia criada por meio da biomassa, e pode ser usada tanto na produção de eletricidade e calor quanto em combustíveis, sendo considerada uma fonte alternativa em relação às mais comuns. 

A biomassa é uma matéria orgânica gerada por seres vivos e, na busca por formas de energia mais limpas e renováveis, sua utilização é fundamental. No decorrer deste artigo, vamos falar mais sobre esse assunto. Continue a leitura e fique por dentro!

O que é a bioenergia?

Por mais que a agricultura tenha seu foco majoritariamente voltado à produção de alimentos, o leque de suas aplicações é extremamente amplo, inclusive fornecendo matérias-primas ao setor de manufatura.

Uma vez que a exploração do petróleo possui um custo mais em conta, as energias alternativas, incluindo aquelas trazidas pela agricultura, constantemente são deixadas como uma opção menos aplicada. 

No entanto, por conta do impacto ambiental, e por serem finitas na natureza, essas formas alternativas de energia precisam ser buscadas. A produtividade deve ser levada ao máximo, com o menor desperdício, como é possível observar na agricultura de precisão

Como a biomassa gera a bioenergia?

A bioenergia é caracterizada por ser renovável, não exigir grandes investimentos e por não emitir poluentes prejudiciais ao meio ambiente. A matéria orgânica chamada de biomassa pode vir a partir de animais ou vegetais, sendo motor para diversas atividades.

A queima da biomassa para a produção bioenergética nem de longe se compara à utilização de combustíveis fósseis. Mesmo que haja uma liberação de gás carbônico na atmosfera, essa quantidade é pequena e o processo é mais natural do que o aplicado em grandes refinarias.

Tipos de biomassa

Na busca por opções mais limpas para se obter energia, a bioenergia se destaca. Nesse processo, a energia de biomassa não fica presa somente a um tipo. Ela pode se dividir em três classes diferentes. São elas:

  • Biomassa sólida: diz respeito a resíduos que podem vir de áreas urbanas, mas se concentram principalmente em produtos agrícolas e florestais;
  • Biomassa gasosa: pode ser encontrada nos despejos líquidos gerados nos processos produtivos agropecuários,
  • Biomassa líquida: vinda de culturas energéticas (cana-de-açúcar, por exemplo), produz biocombustíveis como etanol e biodiesel.

A bioenergia vem ganhando espaço, pois além de emitir menos poluentes, consegue fazer o reaproveitamento de produtos que geralmente são descartados.

Combustíveis obtidos por meio da bioenergia

Os biocombustíveis mais conhecidos são, sem dúvida, o etanol e o biodiesel, e possuem um diferencial por serem mais econômicos e menos poluentes. Mas não são os únicos e podem vir não apenas da cana-de-açúcar, mas também do milho e da madeira. Vamos falar mais sobre eles a seguir.

  • Biodiesel: ainda com um certo nível de emissão de gases, é produzido a partir de óleos vegetais e se coloca como uma escolha mais sustentável em relação ao óleo diesel;
  • Etanol: fabricado com resíduos agroindustriais, como milho e cana-de-açúcar. Com o surgimento dos carros bicombustíveis, a opção pelo etanol tornou-se parte da rotina dos brasileiros;
  • Biogás: combustível gasoso, em que o metano representa sua principal composição. Pode ser usado como substituto do gás natural, que é uma energia não renovável,
  • Biometano: a purificação do biogás resulta na produção do biometano. O metano, por sua vez, pode ser encontrado em diferentes ambientes, como aterros sanitários, estações de tratamento ou em resíduos advindos da pecuária.

Bioenergia no Brasil

Como já citamos, a bioenergia é uma forma de gerar energia de maneira mais estável, com menos agressões ao meio ambiente. Isso acontece porque os recursos empregados no processo podem ser utilizados mais de uma vez ou, pelo menos, terão utilidade em outras esferas além da energética.

Infelizmente, hoje em dia os combustíveis fósseis não renováveis ainda detêm o primeiro lugar no ranking de fontes de energia mais utilizadas, mas as mudanças climáticas, como o efeito estufa e o aquecimento global, pedem cada vez mais recursos limpos e recicláveis, pelo bem do planeta.

Muito da produção de bioenergia no Brasil ainda se concentra em insumos primários, como a madeira e o bagaço da cana-de-açúcar. No entanto, a produção nacional bateu seu recorde no último ano. 

Também é interessante observar que a biomassa tem destaque na geração de eletricidade, perdendo apenas para as usinas hidrelétricas, mostrando que os investimentos do país vão além dos combustíveis.

Nova call to action

Aprimore seus processos agrícolas na geração de energia!

A TOTVS é uma empresa 100% brasileira e atende mais de 12 segmentos do mercado. O agronegócio é um deles, e procuramos sempre trazer melhorias aos processos de gestão, desde o preparo do solo até a colheita.

Ao longo deste conteúdo, mostramos a importância de apostar em novos meios de produzir combustíveis e outros agentes energéticos, tendo em vista a redução dos impactos ambientais e o melhor aproveitamento de matérias-primas.
Se você gostou do artigo, leia agora nosso post sobre a aplicação da inteligência artificial na agricultura, e continue acompanhando o blog para ficar por dentro de todas as novidades. Também não se esqueça de assinar a newsletter para receber conteúdos diretamente em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *