orcamento-de-servicos

Veja as vantagens do sistema de orçamento de serviços

Equipe TOTVS | GESTÃO DE SERVIÇOS | 23 junho, 2020

Para elaborar um bom orçamento de serviços, é preciso levar em conta a mão de obra, o tempo de realização do serviço e outros aspectos mais subjetivos. Por isso, esta pode ser uma tarefa um pouco mais complicada do que parece.

No entanto, é essencial ter um orçamento bem elaborado para manter o equilíbrio financeiro da empresa. Veja a seguir os principais custos envolvidos e como fazer orçamento de serviço da melhor forma possível.

A importância de um orçamento bem elaborado

O orçamento de prestação de serviços é importante tanto para a prestadora quanto para o cliente. Isso porque engloba todos os custos e evita surpresas durante a realização do serviço. A precificação de serviços pode envolver gastos com o deslocamento, o combustível e a própria mão de obra.

Para evitar que sua margem de lucro fique prejudicada, é preciso considerar esses fatores antes de iniciar o serviço. O orçamento também pode ser consultado para servir como base nos próximos contratos, padronizando a precificação.

Dicas para fazer um bom orçamento

Agora que você já entende a importância do orçamento, veja a seguir algumas dicas sobre como fazer um orçamento de serviço vantajoso para sua empresa:

Analise os custos

Toda prestação de serviço gera custos que devem ser repassados no valor do orçamento. Por esse motivo, uma etapa importante na elaboração do orçamento prestação de serviços é a análise de custos.

Para definir quais custos estão envolvidos na prestação do serviço, comece fazendo um brainstorming. Rascunhe tudo que vem à cabeça sobre o processo de execução da atividade. Inclua, por exemplo:

  • A visita técnica realizada ao cliente para levantamento das necessidades;
  • O tempo gasto cotando materiais ou serviços de terceiros necessários à execução do serviço;
  • A locação de equipamentos para a realização da atividade, quando for o caso;
  • O custo da equipe envolvida, considerando o valor da hora trabalhada e o tempo previsto de participação de cada um,
  • A margem de lucro esperada, etc.

Depois, é preciso revisar esses pontos para que seja possível chegar ao orçamento ideal.

Calcule a margem de lucro

Outra dica ao fazer um orçamento de serviços é calcular a margem de lucro. Porém, para isso, não se deve calcular a margem de lucro sobre os custos levantados. Suponha que o custo total ficou em R$ 2.000 e a margem desejada é de 30% de lucro bruto — antes de descontar impostos e outros encargos.

Se você calcular 30% de R$ 2.000, chegará a uma margem de R$ 600 e terá um preço final de R$ 2.600. Mas isso não está correto. Calcule quanto R$ 600 representa sobre R$ 2.600. A resposta é 23%, ou seja, esse seria o lucro bruto sobre o valor de venda.

O erro acontece porque a margem precisa ser calculada sobre o preço final, não sobre os custos. Portanto, o correto é fazer a conta da seguinte forma:

PREÇO FINAL = CUSTO * (100%)/(100% – MARGEM DE LUCRO DESEJADA)

Ou seja, no exemplo que demos, fica:

PREÇO FINAL = 2.000 * 100%/(100% – 30%)

PREÇO FINAL = 2.000 * 100%/70%

PREÇO FINAL = R$ 2.857,14

Lembre-se de estabelecer uma faixa de lucro máxima e mínima, pois boa parte dos clientes pede descontos. Vale lembrar que é importante se manter dentro da média de preços praticada no mercado. Caso contrário, você pode ficar fora da disputa, perdendo para outro fornecedor com preços melhores.

New call-to-action

Considere os elementos do orçamento

Para entender como fazer um orçamento para cliente, é preciso levar em conta os principais elementos dele. Ter um modelo definido passa a imagem de uma empresa organizada e comprometida com a qualidade e a satisfação do consumidor. Para ajudar, elencamos os principais elementos que devem constar no seu orçamento de serviços:

  • Identificação da empresa: é preciso ter o logotipo da companhia, além de um cabeçalho ou rodapé no qual constem informações fundamentais, como CNPJ, endereço, telefone e e-mail de contato;
  • Identidade visual: o documento também precisa seguir as cores que definem a identidade visual da empresa. Por isso, utilize o estilo de elementos oficiais, como a fachada da empresa, o seu logotipo, o seu cartão de visitas, entre outros;
  • Dados do cliente: busque também inserir dados como: nome da empresa-cliente, pessoa de contato e telefone. Isso individualiza a informação, mostrando que as condições apresentadas são aquelas negociadas diretamente com aquele cliente específico;
  • Informações sobre o serviço: é essencial discriminar todas as atividades que serão realizadas durante o serviço. Esse é o ponto principal de um orçamento bem elaborado e não pode deixar margem para dúvidas ou questionamentos posteriores,
  • Prazo final: também aponte o prazo para execução do serviço que o cliente está contratando e a partir de quando esse prazo começa a contar — do pagamento ou da assinatura do contrato, por exemplo.

Como um sistema de gestão pode ajudar a elaborar um orçamento?

A precificação de serviços nem sempre é uma tarefa simples. Para entender melhor como fazer um orçamento, é possível contar com a ajuda de um software. Com ele, você interliga as informações estratégicas de diferentes fontes, como comercial, compras, faturamento e contabilidade. Veja a seguir como essa tecnologia pode ajudá-lo:

Gestão de ordem de serviço

O sistema de gestão de serviços automatiza o processo de geração de ordens de serviço a partir de um orçamento gerado. A função de orçamento de serviços garante um processo mais prático, rápido e eficiente para determinar o nível de preço da sua oferta de serviços.

Gerenciamento de contratos

Outra vantagem em contar com um sistema de gestão de serviços, é o gerenciamento de contratos, que mantém sua carteira de contratos sob controle para gerar um melhor atendimento, controlar gastos e evitar o desperdício de recursos. A tecnologia também permite que você registre todos os contratos para gerar pedidos de vendas e cobranças automaticamente.

Gestão de rentabilidade

Ao implementar o software, você tem controle do orçamento em cada um dos contratos, com análise dos valores orçados e realizados. Assim, é possível saber o custo real de atendimento por contrato, por cliente e por posto de trabalho, além da real rentabilidade do seu negócio. Entenda mais sobre as vantagens em aderir a um sistema de gestão de serviços como esse!

New call-to-action

Comentarios

  1. Francisco Ésio do C. Serafim.

    Muito boa a explicaçao,

    1. Alan Amorim - Relacionamento TOTVS

      Valeu Francisco! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.