Cubagem: o que é e qual a influência no setor de cargas

Equipe TOTVS | 25 janeiro, 2022

Para que uma gestão logística seja realmente otimizada, a empresa não pode perder a mão dos preços que vai arcar com o envio das mercadorias e a cubagem é um dos fatores determinantes para a precificação do frete das cargas no Brasil e no mundo.

Na teoria, falamos de uma simples fórmula, porém, na prática, a cubagem esclarece vários pontos relativos às estratégias logísticas do negócio.

Empresas que buscam otimizar suas metodologias e, principalmente, reduzir custos, devem compreender a fundo o que é, como calcular e aplicar o cálculo da cubagem.

Afinal, a cubagem não é aplicada apenas para determinar a precificação do frete, mas para que a empresa possa entender quantas mercadorias podem ser enviadas em um veículo.

Neste conteúdo, vamos te explicar tudo isso e muito mais sobre a cubagem. Que tal aprender? É só continuar a leitura!

O que é cubagem?

Na logística, a cubagem é uma medida relacionada ao peso de uma carga e o espaço que essa carga vai ocupar no meio de transporte (ou seja, seu volume).

O objetivo é que, por meio da cubagem, as empresas entendam qual a quantidade de mercadorias que podem ser carregadas em um veículo de transporte — e, com isso, o preço do frete mais adequado.

Assim, a empresa não corre o risco de prejudicar sua gestão de frotas, enviando veículos com espaços vazios ou mesmo que excedam o peso de carga — o que pode ser muito arriscado.

Vale também ressaltar que, dentro do universo do cálculo da cubagem, existem dois termos relacionados: fator de cubagem e peso cubado. Eles são bastante importantes no entendimento da métrica, confira:

Fator de Cubagem 

O fator de cubagem é um valor de cubagem ideal do transporte, um número constante, definido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que equivale a exatamente um metro cúbico (1 m³).

Ou seja: o fator cubagem determina qual o peso ideal (kg) para preencher 1 metro cúbico do espaço de armazenamento do veículo de entrega (m³)

A fórmula é a seguinte:

Fator de cubagem = capacidade em kg / volume em m³

A própria ANTT definiu alguns fatores de cubagem para diferentes modais — e a diferença é explicada por conta da capacidade de carga de cada um:

  • Fator rodoviário: 1m³= 300 kg
  • Fator aéreo: 1m³= 166,7 kg
  • Fator marítimo: 1m³= 1.000 kg

No entanto, essa definição pode variar de empresa para empresa, já que diferentes operadoras e transportadoras optam por constantes menores, já que costumam transportar diferentes itens, com pesos e volumes distintos.

É o caso da carga fracionada, em que o fator de cubagem pode variar de 200 a 250 kg/m³.

Peso Cubado

Já o peso cubado é um cálculo que indica exatamente qual o espaço que uma carga ocupa. Trata-se de uma equação que leva em conta tanto o peso como o volume do item e é uma fórmula bem simples, sendo:

Comprimento x Largura x Altura x Fator de Cubagem

Que tal um exemplo para entender de maneira prática?

Digamos que a empresa de Fernanda comprou uma impressora multifuncional e queira entender o peso cubado da mesma para entender o preço do frete.

Na fabricante da impressora, ela anota as medidas (Comprimento x Largura x Altura): 35cm x 45cm x 25cm. Esse conjunto de medidas resulta na metragem cúbica.

Além disso, ela anota o peso do produto: 5 kg.

Considerando que falamos apenas de 1 impressora, para calcular a metragem cúbica basta apenas multiplicar os valores:

  • Volume = 1 x (0,35 x 0,45 x 0,25)
  • Volume = 0,04 m³

Agora, para compreender o peso cubado, basta multiplicar esse resultado pelo fator de cubagem — no caso, Fernanda vai considerar a constante do modal rodoviário, 300 kg/m³.

Portanto, a fórmula é a seguinte:

  • Peso Cubado = 0,04 x 300
  • Peso Cubado =  12 kg

Logo, Fernanda identifica que embora a sua impressora tenha 5 kg e volume de 0,04 m³, ele vai ocupar o lugar de um item de até 12 kg no veículo de entrega. 

Assim, ela sabe que o frete será calculado com base nos 12 kg!

Um ponto extra que vale a pena mencionar é que, digamos que o contrários tenha acontecido, e o peso real do item seja de 12 kg, mas o peso cubado seja 5 kg, a empresa sempre vai considerar o peso real.

A máxima é que sempre deve-se considerar o maior peso.

Agora, qual a relação das duas métricas (fator de cubagem e peso cubado)? Pense o seguinte:

Uma caixa de 1 m³ cheia de plumas de travesseiros ocupa o mesmo espaço que uma caixa de 1 m³ cheia de barras de ferro. Porém, obviamente, a segunda caixa é muito mais pesada do que a primeira.

No entanto, por conta da relação volume x peso das cargas, obviamente a caixa de 1 m³ de barras de ferro contém mais produto do que a caixa repleta de plumas.

Qual a importância da cubagem para o transporte de cargas? 

A cubagem é um cálculo essencial para melhor controle de custos e gestão logística de uma empresa. A fórmula ajuda o líder do setor de entregas a compreender qual a capacidade de carga em sua frota, bem como suas limitações de peso e volume.

Desse modo, é possível distribuir de maneira mais eficiente os itens a serem entregues de acordo com os veículos que a empresa possui.

A cubagem auxilia a empresa a equilibrar o envio dos produtos, conciliando seu peso com o espaço físico nos veículos de transporte.

Assim, evita-se que a frota saia para entrega com muitos espaços vazios, o que reduz o custo-benefício operacional.

Como é feito o cálculo de cubagem? 

O cálculo da cubagem para melhor precificar o frete e compreender o nível de ocupação dos veículos de entrega é bem simples. A fórmula é a seguinte:

Comprimento x Altura x Largura x Quantidade de mercadorias x Fator de cubagem

Você vai perceber que é bem semelhante à fórmula de peso cubado. De fato, a fórmula é a mesma, com exceção de que aqui incluímos a quantidade de mercadorias.

Ou seja, voltando ao exemplo da empresa de Fernanda, considere que em vez de uma impressora multifuncional, ela tenha adquirido 5, a cubagem seria calculada a partir da seguinte fórmula:

  • Peso Cubado = 5 x (0,35 x 0,45 x 0,25)
  • Peso Cubado = 5 x (0,04)
  • Peso Cubado = 0,2 x 300 (fator de cubagem)
  • Peso Cubado = 60 kg

Ou seja, o frete do pedido de Fernanda vai ser calculado considerando 60 kgs.

Cubagem interfere no frete?

A cubagem é essencial para que uma empresa possa precificar corretamente — e de maneira justa — o preço do frete. Ou seja, sim, a cubagem interfere na precificação do frete.

A razão é simples: basear-se apenas nas dimensões do item pode comprometer sua gestão logística, fazendo com que continuamente você envie frotas com espaços vazios e que poderiam ser melhor utilizados para realizar entregas.

Desse modo, comparando o peso bruto (peso real) e o peso cubado, é possível escolher o valor mais correto e garantir que o espaço do seu veículo de transporte seja aproveitado ao máximo.

No entanto, saiba que existem outros fatores que interferem no valor do frete além da cubagem, confira:

Transporte 

O modal de transporte interfere totalmente no preço do frete (como a própria tabela de fator de cubagem que mostramos antes dá a entender).

Além disso, uma transportadora normalmente considera o cálculo de carga fracionada, que é personalizado, diferente de empresas como o Correios, por exemplo.

Distância 

E claro, a distância é determinante para entender o valor do frete. Afinal, falamos de custos relativos à homem/hora, combustível, manutenção do veículo e também pedágios do percurso.

Produto 

As características do produto influenciam no valor do frete, como dimensões, peso e materiais. Por exemplo, uma chapa de chumbo pode ser perigosa para a saúde humana, o que exige embalagem diferenciada e também cuidados no transporte.

Impostos 

A incidência de impostos como ICMS e ISS também interfere no valor do frete, bem como a emissão de documentos como o CT-e e notas fiscais.

Lucro 

Obviamente, é necessário considerar a margem de lucro na composição do preço de frete. Afinal, trata-se de um serviço que precisa ser rentável para a empresa de alguma maneira.

Despesas 

O processo de transporte é repleto de despesas operacionais que devem ser consideradas, como a depreciação dos veículos, o custo de manutenção e combustível (que também são despesas operacionais).

TOTVS WMS

Agora, que tal agilizar a gestão logística com uma solução tecnológica que simplifica todos os cálculos e processos, como o cálculo de cubagem, facilitando a precificação e gestão de frota?

Então você precisa do TOTVS WMS na sua empresa!

Trata-se de uma tecnologia especializada para melhorar sua gestão de armazenamento, digitalizar processos e otimizar o controle de estoque.

O TOTVS WMS é focado na gestão e controle das operações de recebimento e todos os processos dentro do armazém, até o controle de prazos de validade de produtos, faturamento de serviços logísticos personalizados para os depositantes, e emissão de documentos fiscais. 

Conheça todos os benefícios e diferenciais do TOTVS WMS!

Nova call to action

Conclusão

A cubagem é indispensável para uma melhor gestão logística, sendo essencial no dia a dia dos responsáveis pelo ciclo de entrega.

Ao longo deste conteúdo, explicamos tudo sobre o tema, explicando o que é cubagem, quais fatores são considerados em seu cálculo e as lógicas por trás do mesmo.Gostou de aprender sobre o assunto? Então expanda seus conhecimentos com outros conteúdos do nosso blog. Entenda o que é carga a granel e os diferentes tipos!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.