Renovação de frota: quando é o momento de investir?

Equipe TOTVS | 05 novembro, 2022

Será que está no momento de realizar a renovação de frota do meu setor logístico? Se você está abrindo uma empresa agora, essa preocupação é algo para o futuro.

Mas, desde já, é fundamental saber como funciona esse processo, quais são as legislações que fiscalizam a troca de veículos e qual a estimativa de vida útil de cada tipo de frota.

Afinal, uma empresa que preza pela qualidade e segurança em suas operações precisa entender como fazer a manutenção preventiva, mas também o momento correto de retirada de circulação de veículos que não estão mais em condições de estarem na estrada.

Continue a leitura para tirar todas as suas dúvidas.

Quando renovar a frota?

A renovação de frota deve ser um processo planejado na rotina do setor logístico das empresas, mas a grande dúvida é exatamente quando realizar essa mudança.

A verdade é que existem vários fatores que devem ser considerados para se chegar à melhor data de renovação dos veículos.

A partir disso, será possível fazer as trocas sem ter prejuízo financeiro ou comprometer a segurança e qualidade das entregas. Veja:

Expansão da empresa

Se a sua empresa está precisando expandir a frota por conta da demanda ou há uma projeção de expansão do mercado no curto prazo, é importante se preparar em todos os aspectos.

Além de aumentar a equipe de entrega contratando mais motoristas e demais profissionais logísticos, o ideal é realizar uma revisão dos veículos que precisam ser renovados ou estão exigindo manutenção. 

Lembre-se de que o sucesso da empresa também depende da entrega de qualidade e dentro do prazo para o cliente.

Se a sua frota é pequena para dar conta do serviço ou está apresentando gargalos e prejudicando a entrega, é hora de buscar veículos mais eficientes.

Os modelos estão defasados tecnologicamente

Todos os veículos, independente do modelo ou fabricante, eventualmente vão ficar defasados tecnologicamente.

Diante dessa depreciação, é importante que a empresa se prepare financeiramente para realizar a troca.

Muitas vezes, existe o pensamento de manter o veículo até o seu fim de vida útil, com a ideia de ser algo vantajoso.

Mas, quanto maior a depreciação, menor será o custo de revenda, por exemplo. Trata-se de uma perspectiva importante a se considerar.

Com veículos novos, é possível alavancar a produtividade de entrega e ter um ótimo custo-benefício  de manutenção.

Isso porque veículos novos normalmente têm um consumo reduzido de combustível, menor emissão de poluentes, autonomia, maior conforto e segurança para os motoristas.

Gastos frequentes com manutenção

A manutenção preventiva é um custo que deve estar presente no orçamento previsto para manter um setor logístico.

No entanto, quando existe uma necessidade recorrente de consertos e esse valor começa a pesar, é o momento de rever se realmente vale a pena insistir no veículo ou se é hora de trocar.

No fim das contas, será muito mais vantajoso para a empresa investir em um equipamento novo de qualidade, que ajudará a manter a produtividade da equipe, do que ficar dependente de reparos a todo tempo.

A frota está desgastada

Com o passar dos anos, é comum ocorrer um desgaste das peças e no funcionamento, fazendo com que o veículo tenha um custo muito maior de abastecimento e manutenção.

Se os veículos forem muito antigos, é mais difícil e caro repor novas peças, já que, com o passar dos anos, a produção da linha do veículo pode ser descontinuada. 

Enquanto o caminhão fica parado na manutenção, à espera das peças, a empresa terá um prejuízo em dobro, pois precisará ficar parado e, sobrecarregar a entrega de outro motorista também não é uma opção.

Outro sinal de que chegou o momento de renovar frota é quando mesmo com manutenção e peças novas o desempenho do veículo é baixo e instável.

Os veículos não são sustentáveis

Cada vez mais as empresas estão preocupadas em manter uma logística verde. Dentro das mudanças necessárias para isso, há o compromisso de redução de emissão de poluentes.

Nesse sentido, existe uma grande diferença na emissão de poluentes de veículos antigos e modelos mais recentes.

Para te dar uma ideia, a diferença de emissão de poluentes entre veículos fabricados há 15 anos e versões mais recentes é enorme, pois a tecnologia avançou muito no mercado automotivo justamente para responder a essa demanda.

Portanto, renovar a frota de veículos por carros novos e menos poluentes é uma questão de cuidados ambientais e de sustentabilidade e uma maneira de demonstrar para seus clientes e para a sociedade que você está preocupado em reduzir os impactos da sua empresa sobre a natureza.

Custos muito elevados com combustível

Com o passar dos anos, os veículos vão perdendo a sua eficiência, isto é, precisam de mais combustível para fazer uma mesma quilometragem.

E como o consumo de combustível tem uma influência gigantesca sobre os gastos mensais das empresas, esse é um fator que deve ser levado em consideração quando estamos falando em renovação de frotas.

Colocando em outros termos, se os seus veículos já são muito antigos, talvez seja mais econômico investir na compra de novos modelos, já que os automóveis mais novos conseguem aproveitar melhor cada litro de combustível, gerando economia para a empresa.

Padronização da frota

Uma coisa é fato: mesmo que a sua frota esteja em boas condições, nunca é uma boa ideia possuir muitos veículos de marcas e modelos diferentes.

Isso representa uma desvantagem não só na hora de negociar a compra da frota – sai muito mais barato comprar vários carros em uma loja, do que vários carros em lojas diferentes -, mas no longo prazo também é possível sentir esse impacto.

Quando uma empresa possui uma frota que não é padronizada, fica mais difícil fazer os cálculos relativos à manutenção dos veículos, por exemplo.

Em outras palavras, você vai saber exatamente quanto vai custar uma manutenção e poderá colocar esses valores mais facilmente no papel, podendo até reutilizar peças de um veículo em outro que apresentou defeitos.

Nova call to action

Qual a lei de renovação de frota?

Muitas empresas ficam em dúvida sobre o prazo determinado em lei para renovação de veículos, para evitar multas e problemas com a legislação.

Na verdade, não existe ainda uma lei específica que determine a periodicidade de troca, mas uma Medida Provisória que aborda o tema foi recentemente apresentada.

A Medida Provisória 1112/22 fala sobre o programa de renovação de frota de veículos pesados, que começou a valer a partir de julho de 2022.

O Programa de Aumento da Produtividade da Frota Rodoviária no País (Renovar) diz que caminhões e ônibus com 30 anos ou mais de fabricação devem ser retirados de circulação, sendo possível usar estes veículos como parte de pagamento de veículos zero-km ou seminovos.

O foco do projeto Renovar inclui tanto pessoas físicas como pessoas jurídicas que possuem ônibus, micro-ônibus, caminhões e implementos rodoviários.

A MP é coordenada pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (Abdi) e ainda precisa ser votada para se tornar lei.

Por que investir na renovação de frota?

Confira agora alguns dos principais motivos para investir na renovação da sua frota:

Gere uma percepção positiva nos clientes

Ao renovar a sua frota, por qualquer um dos motivos que citamos anteriormente, você vai gerar uma percepção positiva para sua base de clientes.

Qualquer que seja o motivo, renovar a frota sempre que necessário mostrar profissionalismo da sua empresa e aumenta a confiança das pessoas na sua marca.

Garanta a segurança dos colaboradores 

A segurança é uma questão que sempre recebe bastante destaque durante os lançamentos de novos veículos.

E, como modelos com pouco tempo de estrada tendem a apresentar menos problemas, renovar a frota é uma forma de aumentar a segurança dos seus motoristas.

Uma ação dessas produz um impacto positivo na sua empresa, pois é possível gastar menos com manutenção e melhora a condição de trabalho dos seus colaboradores.

Reduza custos a longo prazo

A renovação da frota, substituindo os veículos antigos por novos, também é fundamental se você deseja reduzir os custos de manutenção em longo prazo.

Carros novos e mais eficientes consomem menos combustível e precisam de menos visitas à oficina, então, apesar de ser um gasto a mais no começo, com o tempo, trocar a sua frota por uma nova vai reduzir os custos.

Ainda assim, é sempre bom lembrar que o investimento inicial é grande, podendo superar a economia esperada, então é preciso ser bem estratégico na hora de tomar a decisão.

Se você deseja economizar na hora de renovar a sua frota, então tente buscar por concessionárias que façam descontos pela compra de vários veículos ao mesmo tempo.

Tenha maior produtividade

A performance dos seus veículos mais antigos provavelmente são comprometidas por problemas de funcionamento naturais do envelhecimento.

Esse tipo de falha pode acontecer por conta do próprio desgaste e, dependendo do tipo de atividade em que o veículo é empregado, por conta da condição das estradas em que ele roda e a frequência com que a manutenção é realizada.

Realizar trocas em curtos períodos de tempo muito curtos pode gerar custos muito maiores para uma companhia.

Entretanto, por outro lado, postergar a renovação também pode afetar as atividades, já que os gastos com reparos e o tempo ocioso dos veículos geram mais gastos.

Por esse motivo, pondere-se sobre duas questões: quanto a frota atual consegue dar conta da operação e quanto uma troca de veículos poderia ajudar com a produtividade.

Revenda os automóveis e gere receita

Quem já comprou um carro, seja para uso pessoal ou para empresas, sabe que qualquer automóvel está sujeito a um processo de perda de valor denominado depreciação.

Esse processo se inicia a partir do momento em que o veículo sai da concessionária, ou seja, seu valor de revenda vai caindo progressivamente.

No caso das empresas, que possuem necessidade de renovar sua frota, existe a opção de colocar os veículos antigos à venda para abater parte dos custos da renovação.

Lembre-se: quanto mais antigos forem os veículos a serem revendidos, menor será o valor que você poderá cobrar por eles.

A planilha de renovação de frota é uma boa opção?

Sim. Produzir uma planilha de acompanhamento para a sua empresa é algo muito importante em praticamente todas as áreas, e não seria diferente no controle e nos processos de renovação da sua frota.

Fazer uma planilha de acompanhamento é uma estratégia fundamental para que você consiga manter a lucratividade da sua empresa, enquanto os custos da operação e transporte são cobertos.

O controle, em outras palavras, é uma forma de assegurar a logística de distribuição no tempo certo.

Portanto, sempre faça uma planilha tanto para gerenciar os seus veículos, quanto na hora em que estiver pensando em fazer a renovação.

A importância da tecnologia em suas operações logísticas

A tecnologia é parte fundamental da operação logística de qualquer empresa, pois ela consegue agilizar os processos e diminuir os custos da operação.

Seja por meio de equipamentos mais robustos e desenhados para auxiliar na operação logística ou por meio de softwares de gestão de frotas, a tecnologia é capaz de otimizar a sua empresa, tornando-a mais competitiva perante o mercado.

Um bom exemplo é o TOTVS Planejamento de Rotas, que é capaz de ajudar a sua empresa a realizar as entregas mais rapidamente, gastando menos. Veja mais a seguir:

TOTVS Planejamento de Rotas

O TOTVS Planejamento de Rotas é um software desenvolvido para ajudar as empresas a fazer a roteirização das suas entregas.

Por meio de tecnologias como a geolocalização, nosso sistema consegue encontrar as rotas mais rápidas para sua empresa para que você possa garantir para os seus clientes que as suas entregas irão chegar dentro do prazo.

Além disso, o sistema inteligente de roteirização também permite filtrar por rotas que passem pelo menor número de pedágios possível, diminuindo, assim, o custo do frete.

Tudo isso com um painel centralizador de pedidos que é integrado a outros sistemas de gestão e ERPs do mercado.

Teste o TOTVS Planejamento de Rotas gratuitamente agora mesmo!

Conclusão

Como vimos ao longo do texto, a renovação de frotas pode ser muito necessária, especialmente quanto os veículos estão obsoletos e apresentando muitos problemas.

Entretanto, é preciso ter cuidado na hora de fazer a compra de novos veículos para não gastar tanto com a aquisição.

Uma boa dica é fazer a revenda dos seus carros ou caminhões mais antigos para tentar abater uma parte do preço gasto com veículos novos.

Outra opção bastante interessante é tentar padronizar a sua frota, comprando vários veículos de mesmo modelo.

Para isso, entre em contato com concessionárias e tente conseguir descontos pela compra de vários veículos ao mesmo tempo.

E aí? Gostou de ler sobre renovação de frotas? Então cheque mais no blog da TOTVS!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.