Clima organizacional: o que é, indicadores e pesquisa

Equipe TOTVS | 26 janeiro, 2022

O clima organizacional de uma empresa pode ser um dos fatores para o seu sucesso — tanto no que diz respeito aos seus resultados financeiros, como na construção de um time engajado e qualificado. No entanto, medir corretamente o clima organizacional é um enorme desafio.

Na sua empresa, esse processo já foi realizado? Saiba que essa avaliação pode transformar as ações do seu RH, tornando-o mais eficiente em cada frente de atuação, da atração de talentos até seu treinamento e capacitação.

E a verdade é que, cada vez mais, a forma com que uma empresa lida com seus colaboradores é determinante para o seu sucesso.

Construir um bom clima organizacional é o suficiente para motivar os colaboradores, melhorando sua produtividade e sua capacidade de se relacionar com os colegas.

No entanto, antes de fazer sua pesquisa de clima organizacional, é essencial conhecer tudo sobre o tema.

Neste guia completo, te explicamos o que é, qual a importância, como fazer a pesquisa e como melhorar o clima organizacional do seu negócio. Confira!

O que é clima organizacional?

O clima organizacional de uma empresa trata-se da percepção atual dos seus colaboradores sobre o ambiente de trabalho. É a soma dos sentimentos e emoções dos funcionários sobre o local em que trabalham, que pode ser positivo ou negativo, e é influenciado por vários fatores, como liderança, cultura, remuneração, benefícios, entre vários outros.

Trata-se do estado de motivação dos funcionários em um determinado período de tempo.

Entendê-lo é de extrema importância para o RH e lideranças, de modo que esclareça quais estratégias utilizar para motivar, se comunicar e tornar as informações da empresa mais acessíveis.

Vale dizer que o clima organizacional é um fator determinante na experiência do colaborador ao longo da sua jornada dentro da empresa, bem como para sua avaliação de desempenho.

Entender o nível do clima organizacional é importante para que as empresas compreendam o quão engajadas e motivadas as pessoas estão.

Esse é um ponto crucial para o seu sucesso, já que em todo o mundo, de acordo com estudo da Qualtrics, apenas 53% dos funcionários afirmam estar engajados com os objetivos, metas e responsabilidades do seu trabalho.

Como deve ser o clima organizacional de uma empresa?

Evidentemente, quanto melhor o clima organizacional de uma empresa, melhor os seus funcionários desempenham. Mas afinal, o que é considerado um bom clima organizacional?

Bom, basicamente, trata-se de um ambiente de trabalho alinhado com as metas e objetivos da empresa, que possua uma boa e saudável liderança, capaz de guiar os indivíduos e o grupo como um todo, bem como motivá-los e dar os feedbacks corretamente.

Além disso, o clima pode ser influenciado pelas ações do RH, como seus programas de benefícios flexíveis, treinamento e capacitação, onboarding, plano de carreira, entre outros.

Qual a importância do clima organizacional dentro de uma empresa?

O clima organizacional é importante porque impacta a moral dos seus colaboradores, bem como é uma representação prática da cultura, missão e valores da empresa.

Um clima organizacional positivo é o suficiente para que os funcionários se sintam motivados, otimistas e mais produtivos, capazes assim de conquistar os desafios diários, bem como buscar de maneira proativa os objetivos e metas da empresa.

Do mesmo jeito, um clima organizacional negativo pode impactar especialmente o nível de produtividade empresarial.

Afinal, sem motivação, os funcionários não se sentem compelidos a ajudar a empresa — o que afeta também as suas responsabilidades diárias.

E claro, isso impacta nas suas receitas e pode maximizar a taxa de turnover. Ou seja, a rotatividade dos funcionários.

Falamos da criação de uma atmosfera negativa de insegurança, que afeta não apenas internamente, como também na imagem da empresa — no seu employer branding.

Quais são os tipos de clima organizacional?

Mas afinal, quais os tipos de clima organizacional que a sua empresa pode se deparar ao realizar uma pesquisa? Bom, o RH costuma desenhar 3 cenários diferentes: o clima organizacional bom, ruim ou médio.

Pode até parecer uma simplificação, mas a função é exatamente essa: facilitar a compreensão sobre como está o clima no ambiente do trabalho.

E como saber o nível exato? Esse é um assunto que vamos abordar logo, mas o RH faz essa leitura por meio de alguns indicadores de clima organizacional.

Agora, que tal entender exatamente como cada um desses tipos de clima é visto dentro da empresa? Confira:

Clima organizacional bom

O resultado que todas as empresas querem é que o clima organizacional seja considerado bom. Ou seja, em que a cultura e as ações dos funcionários estejam alinhadas e funcionem em prol do negócio.

Trata-se de um ambiente com alto nível de engajamento entre colegas e também entre a liderança.

Além disso, é uma empresa com planos já concretos para os seus profissionais, que ofereça benefícios flexíveis que se encaixem no seu perfil e também trabalhem em conjunto no seu plano de carreira.

Pode-se dizer que essa empresa possui total confiança nos seus colaboradores — e vice-versa.

Clima organizacional médio

No clima organizacional médio, a empresa pode estar diante de um momento de transformação ou de queda.

Assim, a equipe não é totalmente comprometida com os objetivos e há gargalos significativos na comunicação interna. Desse modo, a maioria dos funcionários produz por obrigação e não por motivação própria.

Um ponto que vale a pena ressaltar é que, como a empresa não possui um clima organizacional estável, os profissionais tendem a sempre estarem de olho em empregos na concorrência.

Nesse cenário, a gestão da empresa tem grande peso em como o clima é moldado. Se há esforço e investimento, é possível virar a chave e tornar o ambiente melhor.

No entanto, caso contrário, a tendência é que a empresa — mesmo que em um momento de crescimento — se torne cada vez mais bagunçada e caótica.

Clima organizacional ruim

O estágio que todas as empresas buscam evitar. Quando o clima organizacional está ruim, há altas taxas de turnover, liderança fraca, baixo nível de engajamento e muitos conflitos dentro das equipes e entre setores.

Além disso, a marca empregadora fica comprometida no mercado, bem como a qualidade das entregas costuma decair.

Cultura e clima organizacional: entenda as diferenças

Não, cultura e clima organizacional não são a mesma coisa, mas são conceitos intimamente relacionados. Que tal entender as características desses dois elementos tão importantes para o RH? Confira:

Clima organizacional

  • O clima é baseado na opinião dos funcionários: como cada funcionário tem suas próprias experiências, o clima percebido é diferente.
  • O nível do clima pode ser também uma resposta emocional: o clima percebido também pode ser o resultado de uma resposta emocional, relacionada a um bônus ou premiação, por exemplo. É por isso que o entendimento geral é tão importante.
  • Muda de acordo com a situação: se uma equipe está correndo contra o prazo, os funcionários — mesmo que felizes — podem sentir a pressão e avaliarem o clima como negativo. Esses fatores devem ser considerados.
  • O ambiente de trabalho pode influenciar: um escritório moderno, a possibilidade de aderir ao home ou anywhere office, a presença de uma copa completa, cadeiras de qualidade para maior conforto dos funcionários… Tudo isso pode influenciar no clima.

Cultura organizacional

  • Cultura é um conceito abstrato: trata-se de um sistema de crença que é implementado em uma empresa e mantido pelos seus participantes. As diretrizes são transmitidas pela convivência e ela evolui com o tempo.
  • Ainda assim, a cultura é difícil de mudar: por ser composta de regulamentações abstratas que visam regular o comportamento, a cultura da empresa é estática. É por isso que é importante lutar pela definição de uma cultura positiva e saudável, que preze pela manutenção dos funcionários e dos seus desejos.
  • Rege o comportamento dos funcionários: afinal, falamos de normas e essas normas ditam o comportamento dos funcionários. É a cultura e as suas diretrizes escritas que guiarão as relações e interações dentro da empresa. Justamente por isso que a conduta dos profissionais é tão ligada à empresa, pois é ela quem torna um funcionário realmente profissional (ou não).

Indicadores de clima organizacional: conheça os principais

Para entender como os funcionários veem o ambiente de trabalho, é essencial realizar uma pesquisa de clima organizacional.

A leitura deste documento é que dará insights para que os especialistas compreendam a posição atual da empresa.

Agora, como fazer essa leitura? A partir de indicadores de clima organizacional! Confira os principais:

Produtividade

Uma empresa que se mantém produtiva, batendo suas metas e satisfazendo clientes, certamente mantém um bom clima organizacional.

Resultados crescentes mostram uma equipe motivada. Já resultados em queda podem exibir o contrário: a falta de motivação e de liderança adequada.

Turnover

A taxa de turnover é basicamente o nível de rotatividade de funcionários em determinado período de tempo. Ou seja, quantos foram contratados e quantos saíram do negócio neste espaço de tempo.

Se a empresa exibe uma taxa acima de 5%, é hora de ligar o sinal de alerta. Independente se a demissão partir do próprio funcionário ou da empresa, esse é um ponto importante que o RH deve analisar.

Afinal, há alguma falha no processo de integração e retenção dos funcionários… E por quê?

É o que esse indicador ajuda a entender.

Absenteísmo

Apesar de ser uma palavra complicada, o absenteísmo é simples de entender: trata-se da falta de pontualidade ou mesmo de ausências no trabalho.

Ou seja, seus funcionários costumam faltar sem apresentar motivos ou se atrasar de maneira contínua?

A falha pode estar no clima organizacional, que não o motiva o suficiente para cumprir com o combinado.

Para você ter noção, de acordo com um estudo da Gallup, um ambiente de trabalho engajado pode reduzir em 41% a taxa de absenteísmo.

Presenteísmo

Outro indicador importante é o presenteísmo. Pode até parecer o contrário do absenteísmo, mas veja bem: não é!

O presenteísmo diz respeito ao funcionário que comparece ao trabalho, mas não se dedica às suas tarefas.

Trata-se de uma falha tanto do profissional, mas também do clima da empresa, que já não consegue engajar o funcionário emocionalmente nas suas responsabilidades.

O que é pesquisa de clima organizacional?

A pesquisa de clima organizacional é a ferramenta estratégia utilizada pelo RH para compreender qual o tipo de clima da empresa, bem como seu estado atual, pontos fortes e fracos e muito mais.

É basicamente uma entrevista feita com os funcionários, mas que conta com questionamentos acerca de toda empresa: sua infraestrutura, comunicação, liderança, benefícios, cultura, relacionamento, segurança do trabalho, entre outros.

Na prática, a aplicação dessa pesquisa depende de como o RH da empresa quer seguir com o processo.

Pesquisa de clima organizacional: como fazer?

Como falamos, a pesquisa de clima organizacional pode variar de empresa para empresa. Sua aplicação depende de fatores como a infraestrutura e o estilo de comunicação da empresa.

Em geral, a preparação para esse tipo de estudo envolve os seguintes passos:

  • 1# Planeje a pesquisa: qual o melhor momento do ano para realizar a pesquisa? Quem será responsável por aplicá-la? Quais indicadores analisar? Como avaliar os resultados? Entre outras perguntas devem ser feitas.
  • 2# Defina as principais perguntas: é importante decidir de antemão como será o seu questionário e quais perguntas devem constar. Existem temas mais urgentes a serem avaliados? Se sim, eles devem ser priorizados. Por exemplo, sua empresa já investe em diversidade? Esse pode ser um dos focos, bem como infraestrutura, cultura de inovação, entre outros.
  • 3# Busque a participação de todos: quanto mais respostas sua empresa obter, mais completa a compreensão sobre o clima organizacional.

Modelo de pesquisa de clima organizacional

Você pode utilizar diferentes modelos de pesquisa de clima organizacional. A sua estrutura pode fazer toda diferença no sucesso dos resultados obtidos.

Ou seja, uma pesquisa mais pragmática pode não ser ideal em uma empresa totalmente flexível e dinâmica, como uma startup.

Já um modelo de pesquisa de clima organizacional mais solto pode ser estranho em uma empresa mais tradicional e conservadora.

O ideal é criar um modelo que responda exatamente à cultura de comunicação da empresa.

O que também passa por quem vai aplicar a pesquisa, a forma que as perguntas serão feitas e seu nível de personalização.

Como melhorar o clima organizacional na sua organização?

E afinal, uma vez com as respostas do seu clima organizacional em mãos, como melhorá-lo de modo a impactar positivamente na empresa? Temos algumas dicas, confira:

Crie a cultura do feedback

Que tal começar a melhorar seu clima agindo em cima do desempenho dos seus funcionários? A melhor forma de fazer isso é criando e implementando uma cultura do feedback que seja direta, sincera e verdadeiramente agregadora.

Ofereça flexibilidade

Um ambiente flexível é uma das chaves para que a empresa possa crescer ao mesmo tempo que oferece o melhor ao seu funcionário.

Hoje, ficar preso a um escritório, com responsabilidades fixas e sem a possibilidade de agregar à empresa e seus processos é algo que “poda” o potencial do funcionário e o desmotiva.

Pensar em criar um clima flexível é crucial para o desenvolvimento de uma cultura mais positiva.

Conte com uma estratégia de comunicação interna

Saber se comunicar com seus colaboradores e líderes é essencial na manutenção do clima organizacional que a empresa busca. Por isso, invista em métodos, sistemas e estruturas que simplifiquem o fluxo comunicativo.

Adote o home office

Uma das formas de flexibilizar e tornar a cultura organizacional mais dinâmica é adotando métodos de trabalho como o home ou anywhere office.

Ou seja, sair do ambiente fechado, das quatro paredes de sempre, permitindo que o profissional possa desempenhar dentro de um ambiente confortável.

Ofereça bons benefícios

Benefícios condizentes com o que seus profissionais buscam também são âncoras muito boas para manter os funcionários satisfeitos e engajados. Sua pesquisa deve abordar esses tópicos e entender como melhorá-los.

Atente-se à gestão de pessoas

Por fim, de que maneira sua empresa trabalha a gestão de pessoas? O capital humano é um dos principais ativos da sua empresa — por isso, os processos devem estar alinhados às práticas modernas.

A importância da tecnologia no setor de RH

Gerenciar seus colaboradores, manter a cultura organizacional e administrar experiência humana é um desafio muito acima das capacidades individuais do setor de RH.

É preciso de mais, o que um sistema de gestão de RH oferece para sua empresa.

O emprego de tecnologias especializadas para RH permite que você padronize a comunicação com seus colaboradores, simplificando a difícil tarefa de realizar pesquisas de clima organizacional.

E claro, facilita o recolhimento e análise das respostas para criação de um plano de ações eficaz e compreensivo.

Tecnologias TOTVS para RH

E agora, que tal avaliar o clima organizacional do seu negócio e começar a revolução por dentro, agindo corretamente em cima da cultura do seu negócio?

Então, você precisa das tecnologias TOTVS para RH, que capacitam e automatizam toda gestão do capital humano e do departamento pessoal.

Elas dinamizam a gestão de pessoas, fornecem ferramentas para integrar dados e automatizar tarefas e permitem que o RH foque seu tempo e esforço em ações estratégicas para melhorar o desempenho dos funcionários.

Com o TOTVS RH Performance e Metas, por exemplo, é possível gerenciar de forma simples e precisa a avaliação de desempenho dos seus colaboradores. E mais: fácil instalação e que pode ser hospedado em nuvem. Conheça agora mesmo!

Lembrando que a TOTVS é campeã, por dez anos consecutivos, na categoria Tecnologia para Gestão de RH da premiação Top of Mind!

Nova call to action

Conclusão

Neste guia completo, explicamos tudo sobre o clima organizacional: o que é, como aplicar, quais as vantagens e como melhorar o clima do seu negócio para otimizar os seus resultados!

Por fim, lembre-se do potencial de contar com um sistema robusto e dinâmico, capaz de revolucionar sua gestão de pessoas. Tudo o que as tecnologias TOTVS para RH oferecem!Que tal seguir aprendendo sobre o tema? Então confira o que é mapeamento de competências e como fazer!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.