Passo a passo para elaborar um planejamento anual de negócios eficaz

Antes de começar a desenhar o seu planejamento anual, pare e reflita: quantos avanços tecnológicos surgiram nos últimos anos? Blockchain, inteligência artificial, ensino a distância, avanços da medicina, empresas no modelo startup e outras tantas revoluções que não estão necessariamente ligadas ao seu mercado, mas impactam a economia de forma avassaladora.

Como saber de onde elas surgem, quais serão os seus efeitos e, principalmente, de que maneira criar cenários que indiquem como reagir aos impactos no negócio? Se são inovações, teoricamente não daria para prever as suas chegadas, certo?

Isso é verdade. Porém, para todas as outras mudanças que fazem parte do setor ou já estão sendo vivenciadas, criar ações preventivas que permitam blindar o negócio ou tirar melhores resultados das oportunidades surgidas são estratégias perfeitamente possíveis — ou melhor, necessárias.

Esse é um dos grandes benefícios de montar um planejamento anual para a sua empresa: estar preparado. Confira neste post um guia prático para a sua elaboração e como sua empresa pode se planejar melhor para o que está por vir.

Reveja o desempenho do ano anterior

O planejamento anual é a ferramenta que determina quais são os objetivos do negócio e o que é preciso ser feito para chegar até eles. Para entender o caminho a ser percorrido, o primeiro passo é justamente identificar o ponto de partida.

Dessa maneira, é essencial rever o desempenho do ano anterior, seja avaliando o planejamento anterior, seja utilizando os indicadores e as métricas mais importantes para o negócio.

Quais objetivos foram alcançados, metas que não foram batidas, ocorrências que poderiam ter sido evitadas ou eram imprevisíveis, assim como as ações escolhidas para reagir a elas e se os seus resultados são alguns pontos que valem ser revisitados, pois ajudarão a construir um planejamento ainda mais eficiente.

Identifique os pontos de melhoria

Depois de rever o planejamento do ano anterior e apurar os seus resultados, é crucial identificar quais os pontos de melhoria ainda precisam ter a atenção dos gestores no ciclo seguinte.

Isso implica avaliar todos os aspectos do negócio, desde os processos financeiros, passando pelo desempenho dos funcionários e finalizando nas ações comerciais e nos seus resultados.

Todos aqueles pontos em que havia uma meta definida e os resultados ficaram aquém do esperado devem ser mapeados para receberem novas estratégias de melhoria.

Nesse ponto, é essencial reforçar a utilidade de um sistema gerencial completo, que conecte os principais setores e que possa oferecer dados e relatórios específicos de cada um deles, dos seus funcionários ou globalmente de toda a operação.

Analise a situação do mercado atual

As inovações citadas no início do post não influenciam somente os seus mercados diretos, mas toda a complexa cadeia econômica. Assim, não é possível manter o planejamento anterior sem fazer as suas atualizações de acordo com as novas variáveis e os elementos influenciadores do negócio.

Conhecer as ações dos concorrentes, as novas legislações e obrigações tributárias em vigor, quais são os novos mercados com potencial para negócio são exemplos de alguns prismas que devem ser observados nesse processo.

Projete maneiras para solucionar as variáveis do negócio

Mercados lidam com diferentes variáveis, como constantes regulamentações, variações cambiais ou mudança do comportamento de consumo. É preciso fazer uma lista detalhada de todas elas, e projetar maneiras de lidar com as suas mudanças.

Uma empresa de importação, por exemplo, tem o câmbio de moedas estrangeiras como uma de suas principais variáveis. Em anos eleitorais, a sua oscilação é muito comum. Considerando isso, os gestores devem criar soluções no planejamento anual, caso isso ocorra de fato.

Antecipar cenários permite que o gestor tome decisões muito mais eficientes, principalmente quando embasadas em números e relatórios estatísticos de sua operação. Nesse mesmo exemplo, ele poderia considerar os impactos de negociar com fornecedores locais, focando nos aspectos financeiros dessa decisão e na percepção da qualidade para os seus clientes finais.

Trace metas e objetivos claros

Com a revisão do plano anterior, é possível reavaliar quais metas e objetivos perseguir no ano seguinte. A situação da empresa, como uma possível internacionalização, deve ser considerada nesse estudo, mas também:

  • objetivos centrais: envolvem uma complexa confluência de resultados menores e que trazem grandes efeitos no negócio. Ex.: dominar o mercado de determinada região;
  • objetivos complementares: representam etapas intermediárias do objetivo central. Permitem que a gestão tenha uma visão mais clara de quais ações tomar no período;
  • metas globais: somatória do esforço de todos os setores e funcionários. Ex.: reduzir o custo do produto em 5%;
  • metas individuais: orientam como cada setor ou funcionário deverá direcionar o seu esforço para contribuir para o resultado geral. Normalmente são utilizadas para criar planos de incentivo e de comissões.

Metas e objetivos devem ser muito claros e, preferencialmente, quantitativos. O uso de indicadores de performance para avaliar o desempenho também é imprescindível.

Determine um calendário empresarial

O período de 12 meses é muito extenso para administrar a conclusão dos objetivos traçados. Por isso, é necessário reparti-lo em etapas menores. Dessa maneira, as empresas devem criar um calendário empresarial que preveja o constante acompanhamento do desempenho em eventos e avaliações.

Um bom exemplo é de organizações que dividem o seu ano em 4 trimestres, determinam objetivos e metas para cada um deles — considerando o alinhamento com o planejamento anual— e, então, fazem avaliações e eventos como o Kick-off, para motivar e dar novas diretrizes para a equipe.

Aliás, o envolvimento do time é um ponto forte para o sucesso do planejamento anual. Todos os setores e colaboradores devem conhecer os objetivos, para que as suas ações na rotina de trabalho tenham a orientação correta.

Projete gastos e ações de marketing

As ações de marketing e vendas são os combustíveis necessários para atrair mais clientes e gerar resultados positivos. Considerando a sazonalidade do negócio, as campanhas e as interações que promovem as vendas, é fundamental projetar os gastos.

Assim, um calendário específico para as ações de marketing pode ser elaborado, bem como a definição de uma verba para as ações que serão administradas. Um estudo do público e dos últimos resultados pode apontar um retorno maior de interações no ambiente digital, por exemplo.

Além de projetar os gastos diretos com as ações de marketing, esse planejamento específico também deve considerar a capacidade da força de vendas para atender à demanda gerada por suas interações. Ou seja, é preciso ter total alinhamento com o planejamento anual do negócio.

Defina um orçamento para o planejamento anual

Para gerar negócios, é preciso investir, seja na infraestrutura, seja nos recursos humanos. Também é crucial provisionar e considerar as novas despesas que serão geradas, as obrigações tributárias e os demais aspectos das finanças.

De forma simplificada, o orçamento estimado deve considerar que, para o sucesso do negócio, as despesas devem ser menores que os ganhos ou gerarem resultados maiores do que os custos de manutenção da empresa.

Avalie as despesas do ano anterior, as linhas de crédito disponíveis, a saúde financeira do negócio e de forma estratégica, defina os investimentos futuros.

Para facilitar, o planejamento anual pode ser feito com base na análise SWOT, em que as fraquezas, as forças, as oportunidades e os riscos do negócio são mapeados, estudados e permitem que o gestor faça um diagnóstico para melhoria das suas ações futuras.

Todos esses focos são relevantes para que o direcionamento da empresa seja bem alinhado aos seus objetivos. Contudo, é fundamental sempre estar em alerta máximo para a avaliação dos riscos, internos ou externos.

Quer dicas de como abordar por completo esse diagnóstico? Leia agora o nosso guia completo para uma análise de riscos eficiente e tire todas as suas dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *