3 erros que prejudicam a retenção de funcionários em empresas de prestação de serviços

Não há dúvidas de que o capital humano exerce um papel crucial no contexto empresarial. Porém, no setor de serviços, esse item é ainda mais importante. Não por outro motivo, organizações investem cada vez mais tempo e recursos não só para formar equipes eficientes e produtivas, mas também para garantir a retenção de funcionários.

A verdade é que o fator humano é um dos elos mais fortes das operações das empresas. Isso porque, apesar da inovação e dos avanços da tecnologia, ainda existem muitos pontos em que o trabalho humano ainda é indispensável, como é o caso do segmento de serviços.

No entanto, um dos grandes desafios enfrentados pelas empresas está na retenção de funcionários. Desenvolver e implantar estratégias que permitam a continuidade das equipes e que melhorem a coesão e eficiência operacional não é uma tarefa simples, sobretudo em um mercado tão competitivo.

Sabendo disso, preparamos este post contendo 3 dos erros mais comuns que prejudicam a retenção de colaboradores em empresas de prestação de serviço. Continue a leitura e fique mais bem informado sobre o assunto!

O que é a retenção de funcionários?

Indo direto ao ponto, a retenção de funcionários diz respeito a toda estratégia voltada para garantir a permanência dos colaboradores nos quadros da empresa. Ou seja, é o caminho utilizado pelos gestores e líderes empresariais para criar um ambiente mais sólido, no qual exista uma baixa rotatividade de empregados (turnover).

Na prática, existem inúmeras maneiras de se garantir essa retenção, já que ela está associada a fatores como política da companhia, clima organizacional e diferenciais oferecidos aos membros. Contudo, como veremos mais adiante, hoje existem boas práticas para reforçar a retenção de talentos e também para aumentar a atratividade da empresa, reduzindo rupturas no fluxo de atividades internas em razão da saída constante de empregados.

A importância da retenção de funcionários para empresas de serviços?

A retenção de funcionários é uma ação de extrema valia dentro do cenário corporativo. Como dito, no setor de serviços, esse fator tem ainda mais relevância, já que a qualidade das entregas feitas pela empresa, em grande medida, está relacionada à qualidade das equipes, à experiência dos funcionários e ao alinhamento com os processos, o que certamente demanda uma relação mais duradoura com a empresa.

Dessa forma, a lógica é bastante simples: se uma companhia consegue formular uma equipe qualificada e, com o passar do tempo, consegue alinhar todos os seus membros às demandas e características particulares do negócio, certamente experimentará uma eficiência operacional muito maior.

Webinars Gratuitos TOTVS - Conferência de Recursos Humanos

Por outro lado, se a empresa não consegue firmar as suas equipes, em razão da substituição frequente de funcionários, dificilmente os processos atingirão o mesmo nível de qualidade do que aqueles executados por equipes mais coesas.

Nesse ponto, então, pode-se dizer que a retenção de funcionários é um dos pilares para a qualidade operacional. Isso porque, quanto mais duradoura for a composição dos recursos humanos, mais familiarizados são os profissionais com as suas funções, menos tempo e dinheiro é gasto com a qualificação de novos membros e maior é a performance geral da empresa.

Quais são os principais erros cometidos pelas empresas?

Apesar da importância da retenção de funcionários para as empresas, muitos gestores e líderes incorrem em erros na hora de reforçar esse atributo. A seguir, listamos alguns dos principais deslizes cometidos e que você precisa evitar. Confira!

1. Sobrecarregar as equipes

Trabalhar com base em metas e objetivos, como se sabe, é essencial para alcançar bons resultados. Contudo, não se pode exagerar nessa hora, a ponto de sobrecarregar os colaboradores.

Ainda que a empresa tenha equipes altamente produtivas e eficientes, é preciso respeitar o limite delas, evitando o desgaste excessivo, a pressão e, consequentemente, o desestímulo com o trabalho. Afinal, todos esses pontos podem pesar negativamente na retenção de talentos.

Um modo de evitar isso é investir em tecnologias que facilitem a execução de tarefas mais burocráticas e repetitivas, para que os funcionários possam focar nas atividades mais primordiais. O sistema de gestão integrada, também conhecido como ERP, é um bom exemplo nesse sentido, já que agrega dados essenciais da empresa e auxilia os setores a manterem as informações alinhadas entre si.

2. Segregar membros

Outro erro grave e, muitas vezes, não percebido na gestão dos recursos humanos é a segregação de funcionários. Comumente, os gestores acabam se aproximando e confiando demais em um grupo ou indivíduo, deixando de inserir os demais nas discussões e decisões da empresa. Isso acaba por criar rupturas no clima e na comunicação que podem causar a evasão de funcionários.

O ideal é que, na medida do possível, todos os colaboradores estejam envolvidos nas atividades e decisões da companhia, sendo tratados de maneira igual, mesmo tendo pouca experiência e tempo de contrato.

3. Subestimar a importância da política de retenção

Nem sempre as empresas de serviços percebem o quão importante é implantar uma cultura de retenção de funcionários, embora percebam que o fator humano seja essencial para as atividades.

Em muitos casos, deixa-se de ouvir as demandas dos colaboradores, investe-se pouco na qualificação do ambiente e, com isso, abre-se margem para que a desmotivação se instale e o turnover aconteça.

Boas práticas para retenção de funcionários em empresas de serviços.

Dado o impacto que a retenção de funcionários ocasiona nas atividades da empresa, o tema se torna elementar nas discussões das lideranças, sempre com o objetivo de implantar boas práticas. Por isso, para ajudar nesse ponto, listamos algumas medidas que podem fortalecer a retenção de talentos. Veja!

Valorização do profissional

Profissionais mais bem valorizados certamente se sentem mais motivados e pertencentes àquele ambiente em que trabalham. Por esse motivo, apostar em políticas de valorização profissional, seja por meio de incentivos financeiros, profissionais etc., pode melhorar — e muito — a imagem da empresa e, com isso, a retenção dos funcionários.

Investir na infraestrutura e qualificação do ambiente

No cenário empresarial atual, bem-estar e qualidade e vida são elementos altamente valorizados quando o assunto é carreira profissional. Nesse sentido, muitas pessoas têm preferido trabalhar em empresas com ambientes mais harmônicos, motivadores e agradáveis a ter que se submeter ao stress e pressão em troca de um salário mais alto, por exemplo.

Assim sendo, percebe-se que investir na infraestrutura da empresa e dos seus serviços, oferecendo condições de trabalho mais agradáveis, além de um clima interno mais leve e pautado na colaboração é uma das melhores estratégias para melhorar a retenção dos empregados.

Comunicação eficiente

A comunicação interna também pode ser vista como um item de grande importância para a redução do turnover nas empresas. Ambientes em que os funcionários têm liberdade para participar das decisões, opinar e interferir no rumos do negócio, certamente são mais atrativos.

Nesse contexto, estabelecer uma comunicação eficiente, livre de ruídos, por meio da qual diretores e gestores sejam vistos como líderes e não como chefes, sempre próximos e dispostos a passar feedbacks e, ainda, a ouvir as demandas das equipes, sem dúvida alguma cria um vínculo mais produtivo entre empresa e funcionário.

Por fim, a retenção de funcionários, como vimos, exerce um peso considerável nos resultados das empresas de serviços. Isso porque, nesse segmento, a coesão das equipes e a longevidade da relação dos profissionais com a companhia são fatores que interferem na qualidade das entregas, já que membros mais experientes tendem a cumprir as suas funções mais eficientemente.

Então, gostou deste post? Tem interesse em se informar mais e melhor sobre esse e outros assuntos relacionados? Assine a nossa newsletter e receba os melhores conteúdos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *