Logística de produção: o que é, etapas e como otimizar

Equipe TOTVS | 17 agosto, 2022

A logística de produção é um conceito fundamental para que as empresas consigam otimizar a sua operação e fazer com que as entregas programadas cheguem a tempo nas mãos dos clientes.

É crucial que as lideranças das empresas conheçam o assunto, mesmo que superficialmente, para entender melhor o papel dos profissionais de logística e para ajudar a empresa a crescer e melhorar as suas operações com o passar do tempo.

Por isso, hoje a TOTVS vai te mostrar tudo o que você precisa saber sobre a logística de produção, quais são as suas etapas e como otimizar essa área da sua empresa. Boa leitura!

O que é logística de produção?

Logística de produção (ou logística integrada) é um termo que engloba todas as atividades relacionadas ao desenvolvimento de produtos que vão abastecer o mercado, desde a compra de materiais até o armazenamento de mercados e a fabricação de distribuição dos produtos. 

Trata-se da gestão e otimização dos processos de armazenagem, gestão das instalações vinculadas a um centro de fabricação ou distribuição, desde a compra de matéria-prima até o próprio desenvolvimento de produtos.

Quais são as etapas da logística de produção?

A logística de distribuição é um processo global, ou seja, onde cada etapa depende da outra.

Em outras palavras, todas as etapas estão interligadas entre si e precisam estar em pleno funcionamento para que a operação tenha de lidar com o menor risco possível.

Contudo, em linhas gerais, podemos dividir a logística de distribuição em cinco etapas: gestão de transportes, checagem das cargas, controle de frete, roteirização das entregas e análise de indicadores de desempenho.

Entenda mais sobre cada uma dessas etapas a seguir: 

  • Gestão de transporte: etapa onde se faz a análise dos custos e quais são as formas mais rápidas de transportar a mercadoria. É por meio da gestão de transportes que você vai calcular as tarifas de frete cobradas e, assim, conseguir controlar o fluxo de caixa e mercadorias.
  • Checagem das cargas: etapa em que fatores como quantidade, tipo e condições das embalagens nas cargas são verificadas, para evitar erros que causem devoluções, atrasos ou descontentamento por parte dos clientes. Uma das principais tecnologias que pode ajudar nesse processo é um rastreador de cargas;
  • Controle de fretes: etapa em que se verifica a eficiência das atividades, como a expedição dos produtos e a operação da frota. Nesta etapa, também é conferido se o dimensionamento da carga está de acordo com o veículo e se o tipo de transporte foi uma decisão adequada;
  • Roteirização das entregas: etapa em que se utiliza ferramentas como o TOTVS Planejamento de Rotas, um roteirizador profissional, para definir os trajetos dos veículos da sua frota a fim de diminuir os gastos com combustível, hora extra, pedágios e o tempo gasto com cada entrega;
  • Análise de indicadores de desempenho: etapa em que as lideranças da empresa analisam os principais indicadores de desempenho (também chamados de KPIs) para elaborar soluções que elevem a produtividade. Os indicadores devem refletir a estratégia da empresa e ajudar a definir metas reais e imprescindíveis para o sucesso do negócio.

Qual a importância da logística de produção?

A logística de produção traz diversos benefícios para as empresas, principalmente com relação à redução dos custos por parte das empresas, pois os investimentos acontecem de maneira muito mais efetiva.

Com a logística de produção, você pode fazer com que uma mesma quantidade de colaboradores consiga produzir mais em menos tempo, seja realocando pessoal ou investindo em um maquinário mais potente.

Em outras palavras, é possível que se tenha um maior controle dos processos e fluxos relacionados ao setor de produção.

Você vai conseguir encontrar as falhas e gargalos que estão comprometendo alguma etapa da sua produção e causando prejuízos financeiros ou materiais.

Como tornar sua logística de produção mais eficiente?

Confira agora algumas das maneiras de otimizar a logística de produção da sua empresa:

Conheça a demanda das mercadorias

Se você deseja gerir a produção da sua empresa de maneira eficiente, então precisa saber a resposta para três perguntas fundamentais. São elas:

  1. O que exatamente será produzido?
  2. Em qual quantidade?
  3. Qual é o prazo?

Ao responder a essas perguntas, você vai verificar a demanda do produto, ou seja, estimar quanto será necessário produzir para atender às necessidades dos seus clientes, não perder vendas e diminuir os riscos de ficar com a mercadoria encalhada no centro de distribuição.

Quando o empreendedor conhece de fato qual a demanda pelo seu produto, ele pode planejar estrategicamente inúmeras etapas da produção.

Por exemplo, imagine que você precisa entregar uma quantidade X de produtos até determinada data.

Com base nessas informações, você pode comprar a matéria-prima necessária e planejar a fabricação de modo a entregar tudo dentro do prazo combinado com os clientes.

Nova call to action

Alinhe sua capacidade produtiva

De nada adianta conhecer a demanda se você não averiguar se a sua empresa tem ou não a capacidade produtiva necessária para a entrega.

Muitas vezes, nos momentos em que o mercado está aquecido, é capaz de a sua empresa receber mais pedidos do que dá conta de atender, seja por falta de insumos, maquinário, colaboradores ou simplesmente tempo mesmo.

Quando este tipo de coisa acontece, é fundamental checar se é possível expandir a capacidade produtiva da empresa, seja buscando por novos fornecedores, investindo em maquinário, contratando trabalhadores temporários ou adicionando um turno extra.

Contudo, nem sempre será viável expandir a capacidade produtiva de maneira rápida, por falta dos recursos necessários.

Nesses casos, a empresa nunca deve se comprometer em produzir o que não é capaz de entregar, pois, se o dia da entrega chegar e você não tiver nada em mãos, sua empresa sofrerá um grande baque na reputação.

Por outro lado, se você se encontra em uma posição em que entraram mais pedidos do que o negócio consegue entregar, é hora de começar a se planejar para expandir a capacidade produtiva da sua empresa.

Trace estratégias para otimizar a produção e a entrega

Como vimos em outros tópicos, o principal objetivo da logística de produção é otimizar os processos relacionados à fabricação de mercadorias.

Para que essa finalidade seja de fato cumprida, é fundamental que as lideranças tracem estratégias para acelerar a produção das mercadorias, reduzir os custos de fabricação, combater o desperdício de insumos e tornar as entregas mais rápidas.

Elaborar estratégias eficientes e capazes de tornar o negócio mais lucrativo é algo que depende do conhecimento detalhado do negócio e de cada uma das etapas de produção.

Além disso, também é preciso entender muito bem o mercado e as principais soluções tecnológicas disponíveis, como um sistema de gerenciamento de estoque, um roteirizador profissional ou a automação da linha de montagem.

Faça o devido planejamento e controle da produção

Uma vez que você já tenha cumprido todas as etapas acima, é hora de começar a planejar a produção de fato.

Logo após verificar a demanda, já é possível saber quanta matéria-prima e insumos você vai precisar comprar para garantir a fabricação dos produtos.

O próximo passo é organizar todos esses materiais estrategicamente no estoque, de modo a facilitar a produção no futuro.

Depois disso, é hora de planejar a produção, ou seja, mobilizar os trabalhadores da sua empresa e o maquinário para a fabricação de determinada quantidade de mercadorias dentro de um prazo específico.

Trabalhe o custo que é percebido pelo consumidor

Uma logística eficiente também depende, necessariamente, de um bom serviço de transportes.

Essa característica é algo que desempenha um impacto importantíssimo na vida do cliente, pois, ao receber sua encomenda por meio de um serviço de qualidade, sem atrasos, defeitos e com preço justo, ele passa a ter uma imagem positiva da empresa.

É isso que vai influenciar no seu processo de compra e o que vai fazer com que o cliente indique a sua empresa para mais pessoas.

Monitore todas as etapas

Monitorar todas as etapas e controlar a produção é uma das melhores formas de garantir que o planejamento está sendo cumprido à risca.

Para isso, você deve se perguntar coisas como:

  • Os prazos definidos estão sendo de fato cumpridos?
  • Houve falta de matéria-prima e a produção precisou ser paralisada?
  • Sobrou matéria-prima e agora os estoques estão mais cheios do que deveriam?

Nesta etapa, é fundamental verificar se não está acontecendo nenhum tipo de desperdício de insumos e matérias-primas, o que pode resultar em prejuízos.

Ofereça um bom atendimento ao cliente

Outra dica fundamental para o seu negócio prosperar é oferecer um bom atendimento ao cliente, com previsões de entrega que façam sentido, para evitar todo e qualquer risco de frustração por parte do consumidor.

Um método bastante eficaz para prever a demanda é olhar para dados do passado e analisar o histórico de vendas da empresa.

Dessa forma, é possível prever a demanda dos meses seguintes somente verificando os números relativos ao mesmo mês do ano anterior, aplicando comparativos de crescimento.

Assim, é possível fornecer uma data de entrega mais precisa e evitar que o cliente passe por situações indesejáveis. 

Conte com a tecnologia

Por fim, uma das dicas mais importantes que podemos dar é sobre o investimento em tecnologia.

Existem diversas soluções disponíveis, como softwares de gestão financeira, por exemplo, que podem facilitar muito o dia a dia das empresas de maneira geral.

Do mesmo modo, aplicações como o TOTVS Planejamento de Rotas são perfeitas para empresas que estão buscando melhorar seus processos logísticos e entregar os produtos dentro dos prazos combinados.

O TOTVS Planejamento de Rotas é uma solução que te ajuda a  traçar rotas inteligentes, que vão fazer com que as entregas cheguem mais rápido nas mãos de seus clientes.

Além disso, a ferramenta também é capaz de te ajudar a  economizar em várias frentes de atuação, diminuindo gastos com gasolina, pedágio, manutenção de veículos e horas extras.

Quais erros devem ser evitados na logística de produção

Assim como existem boas práticas, também existem erros comuns que devem ser evitados dentro da logística de produção.

Confira a seguir quais erros não cometer:

Errar no cálculo da demanda

Como vimos nos tópicos anteriores, o cálculo da demanda é o primeiro passo para começar a pensar em logística de produção.

Por este motivo, é fundamental se esforçar para não errar, pois o cálculo incorreto pode comprometer toda a produção e até mesmo inviabilizar as relações comerciais.

Errar no cálculo da demanda pode, por exemplo, resultar na compra de quantidades insuficientes de matéria-prima, provocando a paralisação da produção.

Da mesma forma, também pode ocasionar na compra em excesso de matéria-prima, fazendo com que os estoques fiquem abarrotados, atrapalhando a produção.

Informações desorganizadas

Se você deseja fazer um bom planejamento estratégico da sua produção, será preciso se apoiar em informações atualizadas sobre a quantidade de matéria-prima estocada, o número de pedidos, os valores disponíveis no caixa, entre outros.

Caso as informações não estejam organizadas ou se encontrem desatualizadas, isso pode levar as lideranças da empresa a tomarem decisões equivocadas, o que tem um potencial enorme para prejudicar a produção (no curto e no longo prazos).

Falta de treinamento dos trabalhadores

Treinar adequadamente os trabalhadores da sua empresa é fundamental para a boa gestão dos processos logísticos, especialmente se estamos falando da produção.

Seus colaboradores devem aprender a operar as máquinas e os sistemas de modo a tornar as rotinas de produção mais eficientes, bem como aprender técnicas de combate ao desperdício e boas práticas do uso de maquinário.

Não investir em tecnologia

Por fim, um dos erros mais graves que uma empresa pode cometer, qualquer que seja a sua área, é não investir em tecnologia.

Como vimos, existem várias soluções disponíveis no mercado que são capazes de agilizar muito os processos internos, garantindo mais eficiência e maior produtividade.

Por isso, conheça as principais soluções tecnológicas do seu nicho e considere implementá-las na sua empresa, pois assim você ganha uma vantagem competitiva perante o mercado.

Logística de produção: dúvidas frequentes

Confira agora algumas dúvidas frequentes sobre logística de produção:

Quais os melhores cursos de logística de produção?

De acordo com o EAD Ranking, estas são as seis faculdades mais bem avaliadas:

  1. Faculdade Católica Paulista (UCA);
  2. Universidade Paranaense (Unipar);
  3. Universidade do Oeste Paulista (Unoeste);
  4. Senai SC;
  5. Centro Universitário Brazucas;
  6. Grupo Ser Educacional. 

Qual o salário de quem atua com logística de produção?

Existem vários cargos dentro da logística de produção, portanto, o valor dos salários pode variar um pouco.

Hoje, quem trabalha como Auxiliar de Logística de Produção, um cargo inicial,  ganha em torno de R$1.354.

Já cargos como Diretor de Operações ou Diretor de Suprimentos, por exemplo, podem ter salários mais elevados, na casa dos R$40.000.

TOTVS Planejamento de Rotas

Como vimos, uma das melhores formas de melhorar a logística de produção dentro da sua empresa é contando com a tecnologia.

É neste contexto que se enquadra o TOTVS Planejamento de Rotas, um software que vai te ajudar a diminuir o tempo das entregas e aumentar a satisfação dos clientes.

Com a solução, a sua empresa ainda poderá diminuir os gastos com pedágio, gasolina e manutenção.

Por meio da criação de rotas inteligentes e do acompanhamento em tempo real da sua frota, é possível diminuir consideravelmente os atrasos e os gastos com a operação.

Teste o TOTVS Planejamento de Rotas gratuitamente agora mesmo!

Conclusão

Como vimos ao longo deste texto, a logística de produção é um conceito muito importante para as empresas, pois ajuda a otimizar diversas áreas da operação.

Portanto, se você deseja melhorar essa área do negócio, é preciso:

  • Conhecer bem a demanda de mercadorias;
  • Alinhar a demanda à capacidade produtiva;
  • Traçar estratégias para otimizar a produção e a entrega;
  • Fazer um planejamento e controle de produção;
  • Monitorar todas as etapas de produção;
  • Oferecer um bom atendimento ao cliente;
  • Adotar soluções tecnológicas.

Dentre as principais soluções tecnológicas do mercado, recomendamos o TOTVS Planejamento de Rotas.

Com este sistema, você vai fazer as entregas em menos tempo, gastando menos com combustível, manutenção de veículos e horas extras.

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.