Como fazer uma logística para e-commerce prática e eficiente

Equipe TOTVS | 12 julho, 2022

Desenvolver uma boa logística para e-commerce é a base do sucesso de qualquer negócio online, mas é preciso estar atento aos fatores por trás desse planejamento.

Na prática, a operação logística engloba todas as etapas necessárias para que um produto seja entregue ao consumidor.

Desde a organização do estoque até o transporte da mercadoria, cada passo deve ser cuidadosamente pensado para garantir que a compra chegue ao cliente de forma ágil e segura, sem comprometer a qualidade da entrega.

No caso do comércio eletrônico, existem estratégias específicas para otimizar o gerenciamento desses processos, e você vai descobrir quais são elas neste conteúdo.

Além disso, ao longo deste artigo você também confere:

  • como funciona o sistema logístico no comércio eletrônico;
  • a importância da logística para e-commerce;
  • o papel da tecnologia na otimização de processos;
  • desafios do setor.

Aproveite a leitura!

Como funciona a logística para e-commerce?

A logística para e-commerce conta com várias etapas para garantir que o produto chegue em boas condições e dentro do prazo determinado até o consumidor.

Essas etapas devem ser bem alinhadas para que a operação funcione corretamente, passo fundamental para oferecer uma boa experiência de compra ao cliente. 

O foco da logística é a distribuição, mas é importante entender que os processos estão conectados e a falha em um deles pode prejudicar toda a operação. 

Qual a importância da logística para o e-commerce?

A logística tem papel fundamental na estruturação e no crescimento de um e-commerce.

Sem um bom planejamento, toda a operação pode ser prejudicada, gerando mais despesas, reduzindo a qualidade do serviço e comprometendo a experiência do cliente.

Por outro lado, quando as etapas do processo logístico estão bem definidas e alinhadas, o comércio percebe inúmeros benefícios, como:

  • previsibilidade e cumprimento dos prazos de entrega;
  • otimização no atendimento ao cliente;
  • melhor gestão de estoque;
  • controle no valor de frete;
  • aumento na fidelização.

Com estratégias eficientes e planejamento adequado, é possível aproveitar todas essas vantagens e consolidar o seu e-commerce no mercado. 

Nova call to action

Quais os desafios da logística no e-commerce?

Pensando nas etapas da logística, os e-commerces têm dois desafios principais atualmente: reduzir gastos com frete e buscar estratégias para combater os atrasos nas entregas.

Segundo dados do Procon-SP, as reclamações de compras online cresceram 653% entre 2019 e 2021. Confira uma comparação da quantidade de notificações nestes períodos divulgada pelo órgão:

  • em 2019, foram 78 mil reclamações;
  • em 2020, mais de 300 mil;
  • em 2021, quase 500 mil. 

Além desses números, o Procon-SP também revelou que já foram registradas 128 mil demandas entre janeiro e março de 2022. 

O atraso ou a não entrega de mercadorias ainda representam grande parte dessas queixas.

Esses problemas afetam diretamente a experiência de compra e geram a insatisfação dos consumidores. Com isso, as chances de perder clientes é muito maior.

Destacamos também os valores dos fretes como outro desafio na logística para e-commerce.

Neste ponto, é preciso encontrar estratégias para baratear os custos e também para determinar um valor justo de repasse ao consumidor. 

Isso porque um frete muito alto pode levar à desistência da compra, já um valor muito baixo pode trazer prejuízos para a empresa. Aqui, é fundamental encontrar um equilíbrio. 

Como fazer uma logística para e-commerce eficiente?

Para combater os desafios citados acima e garantir um processo logístico de e-commerce realmente efetivo, existem ações importantes a serem implementadas no seu negócio.

Agora que você já entendeu a importância do planejamento e de uma operação bem estruturada, vamos compartilhar os principais pontos para desenvolver um processo de alta qualidade e aprimorar os serviços de entrega.

Confira a seguir as dicas que nós separamos para que você possa otimizar o seu negócio. 

Planeje o fluxo logístico

O primeiro passo para garantir a eficiência dos processos é estruturar o fluxo logístico, ou seja, as etapas da operação necessárias para que a mercadoria chegue até o cliente. 

Para isso, é preciso entender as demandas do seu negócio, gerenciar o armazenamento, a expedição e a entrega dos produtos. 

Aqui, é importante pensar em pontos operacionais, estratégicos e táticos. No campo das estratégias, defina as metas da empresa a curto e longo prazo.

Depois, determine um planejamento de ações para atingir esses objetivos e, por fim, coloque em prática cada um desses processos na parte operacional. 

Faça o gerenciamento dos custos

As ações de logística para e-commerce podem representar uma boa parte do orçamento da empresa, por isso é fundamental fazer um bom gerenciamento de custos.

Neste momento, é preciso avaliar as despesas com todas as demandas necessárias para que a operação funcione de maneira adequada, como custos de armazenamento, fretes e investimento em tecnologia.

Uma gestão eficiente desses gastos contribui para a economia de recursos, investimentos mais assertivos e ainda um aumento na competitividade, o que reflete também nos lucros da empresa. 

Faça o controle do estoque

Fazer o controle de estoque é um passo indispensável para o sucesso do seu negócio e tem impacto direto na operação logística. 

Imagine anunciar e vender um produto que está fora de estoque: o cliente espera recebê-lo, mas você não pode enviar uma mercadoria inexistente, certo? 

Na prática, isso gera diversos problemas e prejudica a imagem da loja no mercado, uma situação que pode ser difícil de contornar. 

O cenário oposto também não é muito positivo: um estoque repleto de produtos parados,  que não tem saída, traz prejuízos para a empresa. 

Além de representarem uma perda financeira, os produtos estocados por muito tempo ainda têm mais chances de serem danificados. 

Um bom gerenciamento de estoque é fundamental para manter os níveis equilibrados e para garantir um serviço de qualidade. 

Ofereça boas opções de entrega

Outra etapa importante no processo de logística para e-commerce é o transporte. Contar com uma empresa qualificada e de confiança faz toda a diferença na entrega dos produtos.

Garantir que as mercadorias cheguem até o consumidor final dentro do prazo estabelecido e, principalmente, em boas condições, é fundamental para conquistar a satisfação do cliente.

Além disso, oferecer opções variadas de entrega também reflete na experiência de compra, permitindo que o consumidor escolha o método mais adequado dentro das suas possibilidades e expectativas.

Contudo, é preciso manter um controle eficiente sobre essas entregas, desde o envio até o monitoramento dos trajetos.

Avalie operar com o serviço de Fulfillment

O serviço de Fulfillment pode simplificar muitas etapas no processo logístico, pois ele busca otimizar o preparo dos itens para a entrega, desde o armazenamento até a emissão de etiquetas e o transporte dos produtos.

Na prática, esse serviço pode ser terceirizado, o que facilita ainda mais a operação logística. 

Os marketplaces são bons exemplos de Fulfillment. 

Eles costumam disponibilizar uma grande infraestrutura logística para os vendedores, ficando responsáveis pelo preparo e envio das mercadorias. 

Nestes casos, a gestão de estoque é feita pelos comerciantes de forma online.

Além dos marketplaces, existem softwares voltados para a implementação de Fulfillment, permitindo que os processos sejam realizados internamente.

Estabeleça prazos de entrega realistas

Falamos aqui sobre os problemas de atrasos nas entregas e não é novidade que o cumprimento dos prazos é fundamental para garantir a satisfação do consumidor.

Por isso, é importante estabelecer prazos realistas, sempre considerando as etapas de preparação necessárias para envio daquele produto.

Se você vende uma mercadoria que precisa de tempo para ser produzida, por exemplo, deixe isso bem claro para o cliente, informando que o prazo de entrega também inclui esse período de produção.

Seja transparente e mantenha o consumidor informado sobre o andamento do envio, atualizando o status do pedido para facilitar esse acompanhamento. 

Tenha uma política de frete inteligente

Quando falamos sobre os desafios da logística para e-commerce, destacamos também os valores dos fretes e a importância de encontrar um equilíbrio no repasse aos clientes.

No momento de definir a política de frete da sua empresa, é importante considerar esse ponto, assim como os prazos de entrega para cada modalidade de envio.

Aqui, existem algumas estratégias que podem ajudar:

  • frete fixo para todo o país ou para uma região específica;
  • descontos no frete a partir de um determinado valor;
  • campanhas de fretes grátis;
  • programas de fidelidade.

Para definir a melhor política, considere o ticket médio de pedidos e encontre o cenário mais vantajoso para a empresa.

Embale bem os produtos

O preparo dos envios também precisa ser bem planejado para evitar danos nos produtos.

Cada mercadoria exige um cuidado diferente em relação ao manuseio e à embalagem; por isso, é importante ficar atento a esses detalhes.

Um item de vidro, por exemplo, demanda uma embalagem diferente de uma peça de roupa.

Independente do tipo de produto, é preciso garantir que eles estejam bem protegidos para evitar qualquer avaria durante o transporte. 

Invista no rastreamento de mercadorias

O rastreamento de mercadorias ajuda a otimizar a logística para e-commerce, pois permite monitorar a qualidade das entregas e identificar erros ou pontos de melhoria.

Esse acompanhamento ainda contribui para a solução rápida de problemas. 

Caso aconteça algum imprevisto na rota de entrega, os gestores têm acesso a essa informação em tempo real e podem resolver a situação com maior agilidade.

Além de trazer benefícios para a gestão logística, esse rastreamento também é um diferencial positivo para o cliente.

Com ele, o consumidor pode acompanhar o trajeto da sua compra, conferir se está tudo certo com ela e ainda ter uma previsão da data de entrega.

Adote a logística reversa

Seja por questão de tamanho, gosto ou algum problema com a entrega, qualquer comércio está sujeito a lidar com a devolução de produtos. 

No caso das lojas virtuais, esse processo pode ser um pouco mais complexo; por isso, adotar uma política de logística reversa é o melhor caminho.

Por meio dessas estratégias, é possível criar um atendimento adequado para os casos de troca e devolução, direito previsto no Código de Defesa do Consumidor.

Muito além de cumprir uma questão legal, esse cuidado também reverbera positivamente no relacionamento com o cliente.

Faça queimas de estoque e liquidações

Mesmo com um bom controle de estoque, é comum que alguns produtos fiquem parados.

Para evitar grandes prejuízos com a falta de giro, as liquidações e queimas de estoque são estratégias bem eficientes. 

Antes disso, entenda o melhor momento para fazer essas campanhas e defina um planejamento para elas, com todas as condições das promoções bem estabelecidas.

Acompanhe os indicadores de desempenho

Os processos logísticos vão além do planejamento e da execução de ações estratégicas: é preciso monitorar os resultados dessas ações.

Acompanhar os indicadores de desempenho logístico, conhecidos como KPIs, é uma forma de entender o que está funcionando e o que precisa ser melhorado para otimizar a operação de entrega.

Confira os principais indicadores para ficar atento:

  • taxa de abandono de carrinhos;
  • ticket médio dos pedidos;
  • número de vendas;
  • prazo de entrega.

Conte com a tecnologia

A tecnologia é uma grande aliada na hora de colocar todas essas dicas em prática.

Sabemos que são muitos detalhes a serem planejados e muitas etapas para serem gerenciadas; por isso, automatizar alguns processos é de grande ajuda.

Hoje, existem ERPs para a gestão de estoque, monitoramento de indicadores e gerenciamento de entregas.

A nossa dica é aproveitar para centralizar todas as informações em um só lugar, facilitando o controle da operação como um todo.

TOTVS Planejamento de Rotas

Uma forma de simplificar a logística para e-commerce é com um bom planejador de rotas, que permite identificar os trajetos mais eficientes e assim reduzir um dos custos mais elevados do processo: o frete.

Com o TOTVS Planejamento de Rotas, é possível economizar até 30% nas despesas de entregas e ainda gerenciar outras etapas da operação logística.

Isso porque o software permite a integração com ERPs, centralizando todas as atividades em um só lugar e facilitando o controle da operação.

Otimize a logística para e-commerce com o TOTVS Planejamento de Rotas!

Conclusão

Neste artigo, entendemos como funciona a logística para e-commerce e a importância de ter as etapas bem estruturadas para garantir um serviço de entrega rápido, eficiente e de qualidade.

Ao longo do conteúdo, você conferiu passos fundamentais para desenvolver um processo logístico estratégico e realmente efetivo. 

Como vimos, a tecnologia é uma grande aliada na operação e contribui diretamente para a otimização das etapas.

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.