ciclo operacional

Entenda o ciclo operacional e sua importância para o empreendimento

Equipe TOTVS | GESTÃO | dezembro 03, 2019

Monitorar o ciclo operacional e o ciclo financeiro é essencial para o desenvolvimento do negócio. Entender como ele funciona é fundamental para que o empreendedor esteja atualizado sobre o andamento dos processos. 

Toda empresa é muito impactada pelo seu ciclo operacional, assim como pelo ciclo financeiro. Mas antes de falar sobre isso, saiba mais sobre o que eles são e como funcionam.

O que é ciclo operacional?

Todas as operações, desde a compra da matéria-prima até a venda do produto, compõem o ciclo operacional de uma empresa. No caso dos negócios que não fabricam seus produtos, o ciclo se inicia na compra da mercadoria. 

Como funciona

O ciclo operacional começa a partir do momento da aquisição de mercadoria ou de matéria-prima. A próxima etapa é a produção (caso haja), depois a estocagem e, por fim, o recebimento da venda.

Como calcular

A fórmula do ciclo operacional é relativamente simples e pode ser calculada, inclusive, por meio de softwares. Para isso, basta somar o prazo médio de recebimento da venda com o de estocagem. Quanto menor for este número, melhor para o desenvolvimento do empreendimento.

New call-to-action

Qual a diferença entre o ciclo operacional e o financeiro?

Já sabemos o que é ciclo operacional, mas qual a diferença entre ele e o ciclo financeiro? Essa resposta é bem simples: o operacional está focado nas operações executadas na empresa. Enquanto isso, o ciclo financeiro foca no tempo compreendido a partir do gasto com a produção até o recebimento do valor total das vendas.

Como funciona o ciclo financeiro

No ciclo financeiro falamos sobre o dinheiro investido com os fornecedores e o retorno disso após as vendas. Ele deve ser curto para não gerar dívidas para a empresa. 

Como calcular o ciclo financeiro

Para fazer esse cálculo, basta subtrair o ciclo operacional do prazo médio de pagamento a fornecedores. Assim, você terá um retorno melhor sobre o seu investimento.

Que impacto tem o ciclo operacional no fluxo de caixa?

Há um impacto direto do ciclo operacional no fluxo de caixa, já que ele influencia a capacidade do empreendimento em custear a produção. Isso porque, ao adquirir produtos ou a matéria-prima, ainda não há lucros. 

Ou seja, as despesas geradas pela primeira etapa do ciclo só serão pagas ao final. O capital de giro deve ser bem planejado para que o ciclo operacional ocorra tranquilamente nessa primeira fase. 

Para isso, ter um bom relacionamento com fornecedores que permita a negociação de prazos de pagamento é de grande ajuda. Quanto mais se puder estender os pagamentos e adiantar o recebimento das vendas por meio de pagamentos à vista, melhor.

A importância de ter ciclos menores

Quando uma empresa inicia suas operações, ela necessita de investidores para a compra e produção da mercadoria. Há um prazo para ser feito o pagamento para esses investidores, e isso só pode ser ocorrer após o recebimento das vendas. Por isso, o ciclo operacional e financeiro deve ser o mais curto possível.

É preciso levar em conta que, após a produção, existe um tempo de estocagem. Esse tempo é muitas vezes subestimado pelos empresários, mas pode impactar o negócio de modo geral. Não é recomendado que a estocagem seja longa, portanto, as vendas precisam ocorrer o quanto antes.

No caso do prazo médio de estoque de mercadoria, pode-se reduzir o preço dos produtos para que a venda seja mais rápida. A não ser que haja um longo prazo para pagamento dos fornecedores, essa pode ser a medida ideal. Nesse sentido, seria necessário um estudo da margem de diminuição de valor para que ainda haja lucro.

Como os softwares podem ajudar seu negócio

Com um software de gestão é possível monitorar as operações de uma empresa. Inclusive, ele pode ajudar também a calcular o ciclo operacional. Isso facilita o controle dos ciclos, o que, por sua vez, possibilita o desenvolvimento do empreendimento.

Essa solução permite uma melhor organização do negócio, além de uma gestão de  estoque eficaz para evitar o excesso ou a falta de produtos. Tudo isso dá ao empreendedor a oportunidade de analisar melhor o ciclo operacional de uma empresa e tomar decisões mais assertivas.
Entenda mais sobre as vantagens de adotar um sistema de gestão empresarial. Saiba como essa solução pode ajudar a desenvolver seu negócio e a otimizar processos dentro da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *