back-end

O que é back-end e qual seu papel na programação?

Equipe TOTVS | DEVELOPERS | 18 maio, 2020

Operações feitas através de um computador, desde as mais simples até as mais complexas, precisam de um direcionamento, determinando como essas funções se comportarão. Dessa maneira, criar essas instruções, testá-las e mantê-las ativas são tarefas realizadas por um programador back-end.

Conversar com alguém por meio de mensagens, baixar um conteúdo ou postar uma foto: seja o que for, o desenvolvimento back-end está sempre ali. Se você quer saber mais sobre essa parte da programação, continue acompanhando o artigo que preparamos e saiba mais!

O que é back-end?

Essa forma de desenvolvimento se relaciona com o que está por trás das aplicações desenvolvidas na programação. Ou seja, tudo que dá estrutura e apoio às ações do usuário da máquina é chamado de back-end.

Quando acessamos um site, por exemplo, por trás de toda sua apresentação amigável esteticamente, há uma comunicação das informações trocadas entre banco de dados e navegador. Portanto, por trás da interface gráfica do realizador, o back-end está sempre agindo.

Diferenças entre back-end e front-end

Enquanto os desenvolvimentos de front-end estão relacionados à área visual de aplicações, como design, forma da disposição de seções de texto e imagens, apresentação, linguagens HTML, CSS, cores e outros pontos; o desenvolvimento de back-end é tudo aquilo que possibilita o funcionamento.

Sendo assim, front-end e back-end estão bastante ligados, porém o segundo é voltado aos bancos de dados e servidores; responsável por atualizações, mudanças, segurança, gerenciamento de conteúdo, estrutura, etc. Se tomarmos o exemplo das redes sociais, seu funcionamento só é possível com um banco de dados que contenha informações como nome, data de nascimento, foto de perfil, e por aí vai.

O que o back-end engloba em seu universo?

As vertentes da programação podem se enveredar por diferentes caminhos. Ou seja, um software developer pode trabalhar na área de front-end ou back-end. Quando seu domínio atinge os dois lados, sua denominação passa a ser Full Stack.

No caso do back-end, quais são os pontos que estão ligados com sua forma de programação? Confira:

Bancos de dados e servidores

Um servidor é o responsável por fornecer serviços aos computadores. Os bancos de dados, por sua vez, são como uma enorme fonte de informações, e é por meio deles que as aplicações se tornam dinâmicas.

Ao fazer uma pesquisa, o resultado é trazido de acordo com a busca no banco de dados. Podemos dizer então que esse centro de informações é acessado de maneira indireta, a partir de uma aplicação externa.

Segurança de dados

Em um momento que a transformação digital praticamente dita os processos dentro do mundo corporativo, dados são considerados um patrimônio de muito valor e são constantemente alvo de ataques.

Dessa maneira, ao programar em back-end, o desenvolvedor deve sempre seguir as melhores práticas, alinhadas a um padrão de segurança que seja confiável e resistente a invasões, principalmente referente a roubos de informações pessoais.

Linguagens de programação

O desenvolvimento da linguagem back-end passa por diversas etapas, desde o planejamento até a construção, a implantação e os cuidados com a manutenção da estrutura que suporta a aplicação.

Como o back-end é considerado o centro nervoso de qualquer site, suas tarefas podem até parecer menos palpável, uma vez que não se relacionam diretamente com a parte de design e jamais são vistas pelo usuário externo.

Portanto, é indicado conhecer linguagens de programação como Java, TypeScript, Node.js, PHP, Python, etc. Além disso, possíveis problemas devem ser antecipados e evitados antes mesmo que aconteçam.

APIs

A API é definida como uma interface que possibilita a comunicação entre sistemas com tecnologias distintas, por meio de uma linguagem que seja acessível a ambos os lados.

Dessa forma, as APIs conectam bancos de dados, aplicações, softwares e serviços. Consequentemente, isso exclui a necessidade de um formato de programação muito complexo.

Experiência e interface do usuário

Ao acessar um site, o usuário observa se ele é eficiente, intuitivo e fácil de ser utilizado. Sua experiência é extremamente importante para o bom desempenho das aplicações. Quando esse processo não encanta, a chance de alguém não retornar ao site é grande.

Quando falamos em plataformas de e-commerce, esse ponto é ainda mais delicado, pois o usuário quer pesquisar e fazer suas compras de maneira tranquila. Se requisitos básicos, como agilidade no carregamento, não forem atendidos, a insatisfação do cliente pode ser enorme.

O back-end é essencial na programação!

Neste conteúdo, trouxemos o conceito de back-end, explicando-o de uma forma simplificada e abordando as diferenças com o front-end e os tópicos que merecem atenção ao programar nessa categoria.

A TOTVS é referência em desenvolvimento e inovação, e conta com os melhores desenvolvedores back-end do mercado, para desenvolver soluções cada vez mais aderentes aos 12 segmentos de mercado.

Se você se interessa por tecnologia e programação, acesse agora a página TOTVS Developers! É importante continuar acompanhando o nosso blog e também assinar a newsletter, dessa maneira, você receberá posta diretamente no seu e-mail.

Nova call to action

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.