Tecnologia têxtil: Qual sua importância para a indústria?

Equipe TOTVS | GESTÃO INDUSTRIAL | 19 outubro, 2020

Cada vez mais, a tecnologia têxtil vem se desenvolvendo e abrindo caminho para novas possibilidades. Inovações como materiais biodegradáveis para composição de tecidos é apenas um exemplo do que é possível criar com o auxílio da tecnologia.

A tendência é que as fábricas se tornem cada vez mais inteligentes e sejam capazes de produzir com o mínimo de interferência humana. Neste artigo, falaremos mais sobre o potencial da tecnologia têxtil e quais são seus benefícios.

O que é tecnologia têxtil?

Primeiramente, é importante entender o que envolve a tecnologia têxtil antes de falar sobre suas vantagens. Portanto, trata-se de materiais, processos, canais e ferramentas que estão relacionadas com tecnologia e que têm como finalidade possibilitar a criação de inovações no segmento.

Desde a nanotecnologia em tecidos até softwares que permitem aprimorar e automatizar a produção: tudo isso está diretamente relacionado com o conceito de tecnologia para a indústria têxtil

Tecnologias como a realidade virtual, o Big Data e a Inteligência Artificial trazem novas possibilidades, que aumentam a qualidade e reduzem os índices de defeitos e os custos com mão de obra. Além disso, elas viabilizam a criação de mais opções ao portfólio das empresas.

Isso comprova a importância das empresas do setor investirem nessas inovações, para que sejam capazes de manter sua vantagem competitiva e se destacarem no mercado. 

Principais inovações tecnológicas no segmento têxtil

Alguns setores específicos da indústria têxtil se destacam atualmente quando o assunto é inovação tecnológica. Para que seja possível ter uma dimensão desses novos horizontes, elencamos algumas das principais transformações que a tecnologia vem trazendo (e evoluindo) para a indústria têxtil:

Nanotecnologia em tecidos

Algumas transformações e mudanças do mercado, impulsionam o uso da tecnologia. A nanotecnologia em tecidos já existia, mas foi estudada de forma mais intensa para auxiliar na proteção contra um vírus, por exemplo.

Por isso, cientistas da Universidade Bar-Ilan, em Israel, desenvolveram um tecido que tem a capacidade de eliminar o vírus em poucos minutos. 

Já no Brasil, a empresa Nanox é pioneira no desenvolvimento desse tipo de tecido e trabalha estudando e criando tais soluções há 15 anos. A nanotecnologia na indústria têxtil pode ser ainda mais explorada, possibilitando diversos benefícios.

Tecidos sustentáveis

Outra prova do avanço da tecnologia no segmento é a criação do tecido sustentável, criado a partir da necessidade de diminuir o impacto ambiental no planeta. O algodão reciclado, por exemplo, é feito a partir de resíduos de algodão e tem o potencial de reduzir o consumo de água em sua produção.

A produção desse tipo de algodão também evita o desperdício e é uma alternativa mais sustentável. Outro exemplo de tecidos especiais é o linho orgânico, já que, em sua produção, toda a planta pode ser aproveitada, além de ser um tecido resistente a altas temperaturas e totalmente biodegradável.

A demanda por tecidos sustentáveis vem aumentando, com o crescimento da preocupação da população com o meio ambiente. Por isso, investir na produção têxtil desse tipo de tecido pode ser uma boa ideia, principalmente em longo prazo.

Tecnologia nas lavagens

Tão universal quanto prejudicial ao meio ambiente, o denim é um dos principais itens do segmento têxtil desde sua origem, em 1853, graças a Levi Strauss. De acordo com a Agência de Meio Ambiente e Controle de Energia, são necessários cerca de 8 mil litros de água para fazer uma calça jeans. Isso sem falar no consumo de pesticidas e inseticidas.

Para evitar o alto consumo de água nas lavagens de peças feitas com jeans, algumas empresas, como a espanhola Jeanologia, estão investindo em novas tecnologias.

Um exemplo disso é o laser, o ozônio e o eFLOW, que aumentam a produtividade, reduzem o consumo de água e eliminam resíduos e emissões tóxicas. É uma alternativa mais sustentável para a realização desse processo.

Nova call to action

Por que investir em um sistema de gestão na indústria têxtil?

Como vimos, a tecnologia têxtil pode proporcionar vantagem competitiva para as empresas de manufatura. A utilização de softwares especializados e ERPs é o melhor caminho para garantir efetividade e rapidez na transferência de informações entre os vários setores.

Na indústria, esse sistema tem a capacidade de proporcionar mais controle sobre os processos, reduzir custos e dar mais agilidade para atender aos pedidos. Confira mais sobre as vantagens de contar com um sistema de gestão na indústria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.