os-setores-da-economia-e-as-cadeias-produtivas

Conheça os setores da economia e as cadeias produtivas

Equipe TOTVS | GESTÃO DE NEGÓCIOS | 30 abril, 2020

Os setores da economia e as cadeias produtivas são parte fundamental do processo de evolução e crescimento de um país. Se você se interessa por esse tema e quer saber mais, continue a leitura e confira!

O que são os setores da economia?

Os setores da economia podem ser classificados como as etapas que os produtos percorrem dentro do ciclo econômico, sendo que esses produtos podem ser materiais ou imateriais.

Nesse quesito estão envolvidos os processos de exploração de matéria-prima, industrialização de recursos, venda e distribuição ao consumidor final — que fará seu uso e, eventualmente, descarte.

Os setores, no entanto, variam de acordo com os modos de produção. Os setores econômicos podem ser divididos em três: primário, secundário e terciário. Vamos falar sobre cada um deles a seguir.

Setor primário

O setor primário é responsável pela extração de matéria-prima, ou seja, nessa etapa a produção tem seu início graças à exploração de insumos naturais, que servirão de base para produção de itens mais complexos.

O setor primário está fortemente ligado à agricultura, pecuária, mineração, pesca, extração vegetal e silvicultura, por exemplo. O objetivo principal dessa etapa da economia é obter e fornecer material para outros setores.

Setor secundário

O setor secundário diz respeito à fase em que os insumos naturais são preparados e modificados, transformando-se em produtos industrializados, e que possuem, portanto, maior valor agregado.

O setor secundário é capaz de suprir a si mesmo, ao mesmo tempo em que abastece o setor terciário. Isso é possível pelo fato de ser o agente da transformação de matérias-primas em produtos finalizados para o consumo, ou na criação de equipamentos e outras ferramentas tecnológicas.

Empresas fornecedoras de eletricidade, água, gás e construção civil são bons exemplos de negócios relacionados ao setor.

Setor terciário

O setor terciário é comumente definido como o setor que lida com comércio e a prestação de serviços. Possui grande valor agregado e seu maior trunfo consiste na relação criada entre produtos e pessoas.

É nesse momento que acontece a comercialização de bens materiais e imateriais. Os itens materiais se referem a objetos físicos, enquanto os imateriais tratam de produtos intangíveis, como saúde, educação e segurança, por exemplo.

O setor terciário também requer qualidade e grande quantidade de mão de obra. Alguns exemplos de empresas do terceiro setor são bancos, escolas, hospitais, telecomunicações, agências de turismo, etc.

O que são cadeias produtivas?

A definição de cadeia produtiva segue um conceito mais amplo, embora muito parecido com o de setores da economia. Considera-se não somente a extração da matéria-prima na natureza, sua transformação e comercialização, mas inclui também seu retorno seguro ao meio ambiente.

Na cadeia produtiva do agronegócio, por exemplo, o ciclo passa por extração, produção, consumo e devolução, com tratamento e eliminação da química e outros resíduos gerados no processo.

Distribuição e logística na cadeia produtiva

Um dos pontos mais importantes ao longo da cadeia produtiva é a disponibilização dos produtos para os clientes. É nesse momento que a logística e a distribuição entram em ação.

Afinal, de que vale um processo impecável de produção se o item final sofrer problemas durante o transporte e for danificado? Ou pior, se o produto sequer chegar ao seu destino? Todo investimento e trabalho terá sido em vão.

Em negócios de pequeno e médio porte, é possível que uma única distribuidora consiga lidar com o fluxo de entregas e transporte. Em empresas grandes, porém, é necessário um esquema de logística muito bem trabalhado, com um conjunto complexo de distribuição. Mas não se engane, em ambos os casos, contar com um sistema de distribuição e logística é essencial.

Cadeia produtiva e lean manufacturing

Olhando para a cadeia industrial, um ponto que merece destaque é o equilíbrio entre produção e demanda. Uma vez que produtos parados em estoque geram custos e desvalorizam os itens, é importante que eles não excedam os pedidos, mesmo que estejam disponíveis à pronta entrega.

Principalmente em empresas que negociam direto com o cliente final, o conceito de lean manufacturing é um forte aliado para garantir a produção enxuta de acordo com as demandas. Um conceito que tem ganhado muita força nas indústrias.

lean manufacturing

Saiba mais sobre os setores da economia e as cadeias produtivas

Neste conteúdo, falamos sobre os setores da economia e as cadeias produtivas, abordando suas definições, funcionamento e como cada etapa atua na roda da economia.

A TOTVS é uma empresa 100% brasileira, maior empresa de tecnologia do país. Nossos sistemas e plataformas atendem empresas de pequeno, médio e grande porte, dos setores primários, secundários e terciários, passando por grande parte do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, todos os anos.

Se você gostou deste conteúdo e quer se aprofundar em um assunto semelhante, que tal conhecer agora o conceito da Indústria 4.0 e seus impactos? E para não perder nenhuma novidade, continue acompanhando nosso blog e assine a newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.