virtualizacao

Conheça a virtualização e seus benefícios nas empresas

Equipe TOTVS | GESTÃO DE NEGÓCIOS | 24 junho, 2020

A virtualização é uma tecnologia que possibilita a criação de serviços relacionados à tecnologia da informação. Esse processo permite a utilização de uma máquina física em sua capacidade máxima, em que suas funcionalidades são distribuídas por diversos espaços e usuários.

Podemos dizer, então, que se trata de uma metodologia que permite a um sistema operacional, ou parte dele, ser aplicado dentro de outros sistemas. Se você quer entender melhor o que é virtualização e como ela funciona, continue a leitura deste artigo e descubra!

O que é a virtualização?

Atualmente, é muito comum que as máquinas e os computadores contem com a possibilidade de hospedar mais de um sistema operacional simultaneamente, sem comprometer em nada o seu nível de performance.

A virtualização, portanto, é a forma mais eficiente de reunir todos os softwares e as funcionalidades em apenas uma única máquina, facilitando o acesso, a usabilidade e a gestão.

Semelhanças e diferenças com cloud computing

Não é difícil confundir a virtualização com a cloud computing, mas as duas tecnologias possuem diferenças entre si. A computação em nuvem se caracteriza como uma forma de compartilhar softwares e dados por meio de uma plataforma on-line, e que, normalmente, possui modelo de assinatura.

Enquanto isso, a virtualização é um software que aplica uma separação dos ambientes computacionais, reduzindo a necessidade de infraestrutura física para rodar todos os programas e sistemas.

Nova call to action

Quais os benefícios em adotar?

Os softwares de virtualização é capaz de incrementar a flexibilidade, a velocidade e o dimensionamento da tecnologia da informação dentro das empresas, possibilitando a redução de custos. Entre as vantagens que podemos citar, encontram-se:

  • Automação das operações;
  • Melhor desempenho e maior disponibilidade e recursos;
  • Gestão de TI simplificada;
  • Redução de custos operacionais e de propriedade;
  • Diminuição do tempo de inatividade;
  • Maior produtividade e capacidade de resposta das funcionalidades;
  • Agilidade no aprovisionamento de aplicativos e recursos,
  • Melhor gerenciamento de bancos de dados.

Quais são os diferentes tipos de virtualização?

Até aqui, você já percebeu que a tecnologia pode proporcionar diversos benefícios e criar uma vantagem competitiva em relação à concorrência. Mas quais são os tipos de virtualização que você pode aplicar no seu negócio? Confira a seguir!

Virtualização de aplicativo

Os aplicativos dependem do sistema operacional para diversos serviços, gerenciamento de drivers e alocação de memória. Dessa forma, a virtualização resolve conflitos entre programas e sistemas operacionais.

Quando há, porém, uma incompatibilidade entre aplicativos diferentes, a virtualização entra em cena mantendo uma cópia única do aplicativo específico no servidor virtual. Isso permite que os usuários acessem a aplicação sem precisar fazer sua instalação na máquina física.

Virtualização de desktop

A utilização dos desktops permite à equipe de TI diminuir seu tempo de resposta em relação às exigências e eventuais problemas que demandam correções necessárias, também sendo primordiais.

Dessa maneira, a virtualização de desktop proporciona um ganho de agilidade e facilidade na comunicação entre colaboradores internos e externos, que podem acessar informações a partir de dispositivos móveis, como smartphones ou tablets.

Virtualização de servidores

A virtualização de servidores possibilita a execução de diversos sistemas operacionais em apenas um servidor físico, permitindo compartilhar a execução de dados com recursos que possuem maior disponibilidade de aplicações e serviços.

Entre os principais benefícios observados destacam-se a agilidade na implantação de cargas de trabalho, o melhor desempenho de aplicações e a redução da proliferação de servidores, que, inclusive, contam com maior disponibilidade de uso.

Virtualização de dados

É possível consolidar dados distribuídos em vários locais em uma central. Isso faz com que as empresas possam tratá-los como uma espécie de suprimento dinâmico, em que seu processamento pode reunir dados de diversas fontes e transformá-los de acordo com a vontade do usuário.

Funcionando com fontes simultâneas, que são tratadas como apenas uma, as informações são abastecidas no momento certo e formato adequado para a função que o usuário desejar.

Virtualização de hardware

A virtualização de hardware é responsável por executar diversos sistemas operacionais na mesma máquina. Isso é possível graças ao uso de programas que geram máquinas virtuais, que simulam as funções de um computador físico.

É possível enxergar essa prática como um computador dentro de outro, sendo que essa metodologia traz benefícios ao usuário e aos servidores, resolvendo problemas de incompatibilidade de aplicativos e SOs.

Implemente no seu negócio!

Neste conteúdo, apresentamos a tecnologia da virtualização de sistemas operacionais, abordando seu conceito e falando sobre os benefícios em adotar essa técnica, bem como seus diferentes tipos de aplicação.

Nos negócios, é importante buscar melhorias constantes e modernizar seus processos. E, para isso, você pode contar com a TOTVS, uma empresa 100% brasileira. Nossos sistemas atendem a mais de 12 segmentos de mercado e podem ajudar seu negócio crescer.

Se você gostou deste artigo e quer saber mais a respeito do tema, leia agora nosso post sobre virtual machine. Para não perder nenhuma novidade continue acompanhando o blog e não se esqueça de assinar a newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *