automação industrial

Automação industrial: Como tornar o seu negócio mais lucrativo?

Equipe TOTVS | MANUFATURA | novembro 12, 2019

O investimento constante em automação industrial traz competitividade às indústrias perante a concorrência atendendo as necessidades do mercado no qual fazem parte.

Assim, é possível aumentar a produtividade industrial e o valor agregado, fazendo com que a manufatura seja um pilar importante da economia brasileira. Dessa forma, preparamos este post para que você conheça mais como é o cenário nacional do desenvolvimento industrial e o que precisa ser feito. Confira agora!

O que é automação industrial?

automação-industrial

Pode-se conceituar a automação industrial como sendo a união das ferramentas essenciais para criar um determinado item, envolvendo todo o processo de fabricação do produto.

Por consequência, a automação de processos industriais diminui a interferência humana no processo de produção, fazendo com que haja pouca atuação do trabalho manual.

Por que investir em automação industrial?

Existem diversas vantagens em investir em um sistema de automação industrial. Veja a seguir algumas delas.

Aumento de produtividade

A automação no chão de fábrica auxilia na produção graças à maior exatidão e rapidez. Com a observação do gráfico de produção, gestores conseguem identificar falhas e corrigir problemas de forma assertiva.

Otimização de qualidade do produto final

Uma máquina ajustada e programada manterá uma boa qualidade por muito tempo de produção.

Diminuição de custos

Notadamente, a diminuição de custos se deve ao menor desperdício de produtos e à taxa de retrabalho. O investimento em tecnologia da automação já está determinado por um certo valor, o que também auxilia na hora de fechar as contas do mês e manter a lucratividade em alta.

Segurança aos colaboradores

Sistemas de alerta sonoros, luminosos e sensoriais permitem observar e avisar qualquer possível irregularidade, desde falhas na produção até alertas de perigo aos funcionários. Assim, é possível reduzir riscos e fatalidades.

Competitividade

A empresa acaba tendo maior produção, menor custo de investimento e melhor qualidade. Assim, em um cenário em que o consumidor exige cada vez mais uma maior excelência, poder investir no que este procura, sem ocasionar mais despesas à empresa, é o caminho para ser competitivo em um mercado bastante acirrado.

Quais são as principais aplicações da automação industrial?

O primeiro ponto diz respeito ao ciclo de vida do produto. Por meio de recursos disponíveis no software de automação, o desenvolvimento de produtos é monitorado desde a engenharia até à gestão de projetos.

A cadeia de suprimentos e compras fica facilitada com a tecnologia aplicada na formulação de contratos, planejamento e controle de qualidade. Assim, evita-se os estoques parados e a má gestão do armazém.

Por meio do monitoramento do software, é possível prevenir perdas no que tange à manutenção das máquinas e da frota.

Por fim, outro destaque é a integração com a logística e o setor de vendas. Afinal, a entrega do produto deve ser eficiente e mensurada por meio da análise de satisfação de clientes no CRM, certo?

Qual o nível de maturidade tecnológica da sua empresa?

Cada vez mais se fala sobre jornada digital. O termo é usado para designar a adesão às novas tecnologias digitais, realizada por meio de diferentes etapas ao longo de um tempo indeterminado.

Considerado mais que uma evolução tecnológica, o processo envolve adaptação do setor de manufatura a esse novo jeito de fazer negócios com a inclusão de ferramentas disruptivas. É importante observar que esse cenário exige observação dos impactos nos processos de trabalho, no comportamento do consumidor, na estrutura organizacional e na forma de se gerar valor.

Descubra seu nível de maturidade tecnológica

Como um sistema de gestão pode ajudar na automação industrial?

Um sistema de gestão é capaz de otimizar os processos empresariais e também integrar as atividades dos diversos setores, como a área de vendas, estoques, finanças e recursos humanos.

Aos gestores, fica o desafio de saber exatamente como operar toda essa tecnologia que está disponível nos dias de hoje. Além disso, investir em profissionais competentes é fundamental para alcançar bons resultados na era da automação industrial.

O sistema se adapta aos processos para melhorar a gestão e a organização, controlar todas as atividades administrativas e financeiras, e apresentar uma análise de estimativa de ROI ao longo do processo de escopo do projeto.

E você, gostou deste conteúdo? Continue acompanhando o blog da TOTVS para saber mais sobre esse tema e outros assuntos relacionados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *