Gestão da Qualidade: Conceito, pilares e principais vantagens 

Qual o melhor caminho para garantir um melhor fluxo produtivo para oferecer um bom produto para o seu cliente ? A boa notícia é que não existe apenas um, mas saiba que todos dependem de uma boa gestão da qualidade. No seu negócio, esse tema é uma das prioridades dos gestores, no qual são investidos …

Equipe TOTVS | 08 abril, 2021

Qual o melhor caminho para garantir um melhor fluxo produtivo para oferecer um bom produto para o seu cliente ? A boa notícia é que não existe apenas um, mas saiba que todos dependem de uma boa gestão da qualidade.

No seu negócio, esse tema é uma das prioridades dos gestores, no qual são investidos recursos?

Se a resposta for negativa, é possível que tenhamos encontrado a origem para vários problemas do seu negócio, como impossibilidade de crescimento e baixa competitividade.

E não pense que é exagero: a gestão da qualidade realmente tem esse peso no sucesso ou no fracasso de uma empresa.

Não à toa, é um tema que evolui a passos largos em várias esferas do negócio e em diferentes setores do mercado.

E a sua organização, busca se destacar da concorrência e oferecer um diferencial sólido para atrair mais clientes e garantir sua satisfação?

É hora de implementar a gestão da qualidade.

Nesse conteúdo, vamos explorar o assunto como um todo: conceito, objetivos, a importância, princípios e como a tecnologia pode auxiliar na sua implantação.

Continue a leitura para seguir aprendendo!

O que é gestão da qualidade?

Gestão da qualidade é o exercício de supervisionar as atividades, tarefas e processos (entradas) utilizados na criação de um produto ou serviço (saídas) para que possam ser mantidos em um padrão alto e consistente.

Ao todo, especialistas consideram quatro componentes principais da gestão da qualidade: 

  • planejamento da qualidade;
  • garantia da qualidade;
  • controle da qualidade;
  • melhoria da qualidade.

A implementação de todos esses quatro componentes em uma organização é conhecido como Gerenciamento Total da Qualidade (SGQ).

A gestão da qualidade concentra-se não apenas na qualidade das saídas (produtos e serviços), mas também nas entradas — as tarefas e processos pelos quais as saídas foram criadas.

Qual é o objetivo da gestão da qualidade?

A qualidade em si não é um programa ou uma disciplina. Não termina quando você atinge um objetivo específico.

A qualidade precisa viver numa organização com a Cultura da Qualidade bem estabelecida, na qual cada pessoa vivencia e entende a necessidade de se dedicar aos seus valores.

A qualidade é uma corrida contínua para a melhoria, sem linha de chegada. Algo essencial na indústria 4.0, inclusive.

Em um nível mais geral, qualidade significa fazer a coisa certa para seus clientes, seus funcionários, seus stakeholders, seu negócio e o ambiente em que todos operamos.

Ou seja, isso significa que quando falamos na gestão da qualidade não estamos restritos aos produtos de uma empresa, mas em todo ambiente de trabalho. 

Ao implementar a gestão da qualidade, a empresa não apenas reassegura seus processos de inspeção de um produto.

É algo que vai muito além da checagem dos processos.

É, na verdade, a criação de uma cultura de qualidade global no cenário corporativo — algo que impacta a empresa de ponta a ponta.

Assim, idealmente, a gestão da qualidade influencia todo processo produtivo.

Ou seja:

A qualidade de um produto ou serviço não está apenas aumentando, mas o processo pelo qual esse produto ou serviço é criado está se tornando melhor, alcançando produtos e serviços mais consistentes e de maior qualidade e isso só está sendo possível com o uso da tecnologia de apoio. 

Como funciona a gestão da qualidade?

A gestão da qualidade funciona com o uso de tecnologias, estratégias assertivas e participação intensa dos colaboradores da empresa. E tudo isso depende do apoio dos gestores, que devem entender a importância do tema, afinal, são eles que irão cobrar e garantir que esse processo esteja acontecendo entre os funcionários.

Assim, uma vez aplicada, a gestão da qualidade vai procurar examinar todos os processos relacionados e correlacionados à produção.

O intuito, assim, é utilizar ferramentas e workframes que padronizem algumas execuções.

Desse modo, é possível que a empresa crie uma régua de qualidade para cada micro e macro processo da operação.

Além disso, a gestão da qualidade funciona com o auxílio de um sistema tecnológico que viabilize o controle das operações.

Afinal, dentro da premissa do conceito, há a necessidade de visualizar as execuções de forma transparente.

Assim, além do poder de decisão realmente assertivo, os responsáveis pela aplicação das diretrizes de qualidade podem rastrear em tempo real o seu desempenho.

Isso permite que consigam equilibrar a operacionalização da gestão da qualidade com o padrão esperado, de forma que tudo se mantenha sempre no mesmo nível.

Nova call to action

Qual é a importância da gestão da qualidade para as organizações? 

A existência da gestão de qualidade já é prerrogativa para que exista um padrão de qualidade do seu negócio.

Isso é importante pois é, basicamente, a definição de critérios claros que indicam como a empresa deve produzir para que os resultados sejam atingidos.

Ou seja, é como desenvolver um processo para literalmente todos os aspectos do seu negócio — desde a contratação até a conclusão do trabalho, passando pelo gerenciamento do atendimento ao cliente, bem como o gerenciamento de riscos.

Alguns benefícios incluem:

  • Redução de riscos;
  • Aumento da eficiência;
  • Redução do erro humano;
  • Criação de resultados consistentes;
  • Aprimoramento das habilidades da equipe;
  • Redução do tempo de treinamento da nova equipe.

No final do dia, uma empresa em crescimento que tem processos claros com certeza terá uma jornada de desenvolvimento muito mais suave do que aquela organização sem uma gestão de qualidade definida.

Os 7 princípios da gestão da qualidade

A Norma Internacional para Gestão da Qualidade (ISO 9001:2015) define uma série de princípios de gestão que visam orientar as organizações para um melhor desempenho no gerenciamento da qualidade.

Os princípios de gestão são:

Foco no consumidor

O foco principal da gestão de qualidade deve ser entender, atender e exceder as necessidades dos clientes existentes e futuros.

As organizações devem alinhar seus objetivos e metas com os requisitos do cliente.

Liderança

A liderança e a administração da organização devem estabelecer um propósito e uma direção para a organização.

Eles devem envolver os funcionários, reconhecer suas contribuições e equipá-los com as ferramentas e o treinamento necessários para atingir os objetivos de qualidade da empresa.

Gestão dos relacionamentos 

Para sustentar o crescimento, as organizações devem construir e gerenciar relacionamentos com as partes interessadas, como fornecedores.

Eles devem reconhecer os sucessos do fornecedor e elaborar sobre as atividades de melhoria e desenvolvimento.

Melhoria contínua 

Todas as organizações devem se concentrar na melhoria contínua para melhorar o desempenho e as capacidades.

Todos os níveis devem ter poderes para fazer melhorias e essas melhorias devem ser medidas de forma consistente.

Engajamento das pessoas

As empresas devem ajudar a promover pessoas competentes, capacitadas e engajadas em todos os níveis da organização, a fim de aprimorar sua capacidade de criar e entregar valor.

Abordagem de processos

A liderança e os funcionários devem compreender o que são as atividades e por que são importantes.

As atividades devem ser gerenciadas como processos interrelacionados que funcionam como um sistema coerente, a fim de garantir resultados consistentes e previsíveis.

Tomada de decisão baseada em fatos

As empresas devem tomar decisões com base em dados precisos e confiáveis que configurem fatos.

Quais são as vantagens de implementar a gestão da qualidade? 

Ao investir na implementação de um plano de gestão da qualidade, com uso de recursos e tecnologias adequadas, seu negócio pode experimentar vários benefícios.

Até aqui, você já deve ter desvendado algumas delas, certo? Abaixo, vamos explicar algumas das principais vantagens, veja:

Aumento da produtividade

Sem retrabalhos inundando a rotina operacional, é possível que a empresa passe a organizar o dia a dia operacional de forma mais eficiente.

Assim, com um controle de qualidade rígido, é possível gerenciar os projetos desde sua concepção, garantindo que cada etapa produtiva seja feita seguindo as diretrizes de qualidade.

Isso impacta essencialmente na produtividade do time, seja no back ou front-office, bem como no chão de fábrica.

É um dos resultados diretos da padronização.

Nova call to action

Controle de processos

A gestão da qualidade permite que seu time lide com recursos, como um sistema operacional tecnológico, que lhe dê uma visão mais profunda de cada processo.

Assim, fica muito mais fácil e acessível observar a produção em tempo real — garantindo que cada entrega esteja dentro dos conformes.

Além disso, há o fator relacionado à automatização de processos, que agiliza as execuções e reduz erros.

Satisfação do cliente

Não há como fugir do óbvio: pessoas e empresas pagam e esperam por produtos ou serviços de qualidade.

Como clientes, todos buscamos soluções — e não mais problemas.

A gestão da qualidade é o meio mais efetivo de garantir que isso aconteça, potencializando a satisfação do cliente.

Afinal, um consumidor satisfeito é também um consumidor feliz — mais apto tanto a ser um comprador fiel como um promotor da marca.

Melhor aproveitamento dos recursos 

Não pense que o impacto da gestão da qualidade se restringe à parte operacional do negócio apenas.

Pelo contrário, sua aplicação pode impactar positivamente em outras áreas, como a gestão de estoque.

Afinal, com processos preestabelecidos e diretrizes produtivas definidas, é possível que o time aproveite de forma mais eficiente os recursos.

Ou seja, evita retrabalhos e ainda reduz custos que, antes, pesavam no bolso da organização.

Gestão da Qualidade: Como a tecnologia pode ser usada no processo de implementação?

Não há como afirmar diferente: sem a tecnologia, o seu processo de gestão da qualidade tem muitas chances de ficar para trás.

É por isso que, ao estudar sobre o tema, é quase impossível desvincular a importância de ter um sistema dedicado do conceito em si.

O sistema de gestão permite um olhar mais crítico ao conjunto de políticas, processos e procedimentos em uma empresa.

Ele ajuda você a planejar e executar as principais áreas de negócios de sua empresa, como produção, desenvolvimento e serviço.

Se você deseja que os clientes sempre venham até você em busca de mais, faça do “gerenciamento de qualidade” a palavra de ordem em sua empresa.

Isso garantirá que seus produtos e serviços sejam consistentes com os objetivos de sua empresa. Isso o levará a manter o nível de excelência desejado.

No entanto, essa busca pela melhoria contínua deve fazer parte de um processo estruturado e sistêmico.

É aqui que a tecnologia se encaixa, permitindo que seu time tenha uma visão ampla das execuções e dos processos.

Ou seja: o que deu certo? O que deu errado? Por que deu errado? Qual a origem do erro? E como corrigi-lo em pouco tempo e de modo eficiente?

São questões que um sistema de gestão, a tecnologia primordial para aprimorar o gerenciamento do negócio, responde.

Por que investir em tecnologia para a gestão da qualidade? 

De forma natural, há certo receio das lideranças em investir na gestão da qualidade. Nem sempre, seus impactos são vistos em curto prazo e de forma direta.

É, na verdade, uma garantia.

E é por isso que muitas empresas apenas sentem a necessidade real de investir na sua implementação quando algo ruim acontece.

E se na sua organização algum problema de qualidade acontecesse, qual seria o procedimento adequado? Como mapear as falhas e agir rapidamente para consertá-las?

É algo que muitas empresas sequer consideram — e acabam pagando caro por isso.

Um relatório da ETQ viu isso:

Pelo menos 96% das empresas entrevistadas relataram a situação de ao menos um recall de produto nos últimos 5 anos de operação.

A lição a se tirar é que a tecnologia pode ser essencial para livrar a sua empresa dessas situações — ou fazer toda diferença na recuperação, caso aconteça.

Foi o que o relatório relatou: 83% daquelas empresas citadas afirmaram que, apesar do recall, o uso de um sistema de gestão as ajudou.

A tecnologia possibilitou que os times responsáveis entendessem os processos atuais, considerassem ações corretivas e ainda calculassem os impactos financeiros de toda operação.

ERP da TOTVS 

Qual o primeiro passo para implementar um plano de gestão da qualidade?

Contar com um sistema que capacita sua tomada de decisão e possibilita uma visão ampla de todos os processos na empresa.

Algo que o ERP da TOTVS, o melhor sistema de gestão do mercado, proporciona para a sua empresa.

Flexível, escalável e completo, o ERP da TOTVS ajuda sua empresa a padronizar processos, implementar uma cultura de qualidade em cada setor do negócio, integrar os times e de quebra ainda oferece dados sobre a situação dos departamentos.

Tudo com gestão otimizada, que agiliza os processos e melhora os resultados da organização.

Que tal conhecer mais sobre os recursos, funcionalidades e vantagens do ERP para sua empresa e para seu plano de gestão da qualidade? Saiba mais sobre o ERP da TOTVS clicando aqui!

Nova call to action

Conclusão

Neste conteúdo, pudemos mergulhar a fundo no conceito de qualidade da gestão e entender sua importância no contexto corporativo.

Os impactos são evidentes e permitem que a empresa se posicione de forma competitiva no mercado.

E claro, além de tudo, a gestão da qualidade proporciona maior satisfação ao cliente.

Assim, é possível crescer, melhorar os resultados e realizar investimentos que destaquem a organização da concorrência.

Porém, sempre existe um primeiro passo. Aqui, é a tecnologia, uma capacitadora da implementação de uma visão de gestão ampla, transparente e assertiva.

Agora, que tal conhecer ainda mais aspectos fundamentais para o sucesso da sua empresa no mercado?

Nosso blog fala de vários assuntos referentes à gestão e tecnologia, para vários setores. Que tal continuar de olho em nossos conteúdos?

Para facilitar, te convidamos a se inscrever em nossa newsletter e receber seus conteúdos preferidos diretamente no e-mail!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.