Como escolher uma boa solução de BI para o atacadista distribuidor?

Equipe TOTVS | Biblioteca | 01 setembro, 2015

Mesmo com o total conhecimento do porque é importante e por onde começar a fazer gestão por indicadores no atacadista distribuidor, é normal que você fique em dúvida sobre qual é a melhor solução tecnológica e que vai atender as necessidades do seu negócio. Afinal, o mercado dispõe de um cardápio variado de soluções de Business Intelligence (BI) e saber qual delas está mais preparada para atender as demandas específicas do setor atacadista é uma tarefa desafiadora, não é mesmo?

Uma solução de BI completa deve oferecer recursos que atendam as necessidades de todos os envolvidos na empresa, desde o nível estratégico, passando pelo tático até chegar no operacional. Para ajudá-lo a ter sucesso na escolha de uma boa ferramenta de inteligência de negócios e fazer decolar o projeto de gestão por indicadores na sua empresa, preparamos este post. Confira aqui as 8 funcionalidades que não podem faltar em uma solução de BI completa para alavancar a gestão das empresas do setor atacadista.

#1 Conectar e permitir o cruzamento de múltiplas fontes de informações

No distribuidor é comum que as informações transacionais estejam distribuídas em diferentes fontes de dados: no ERP (sistema de gestão empresarial), no CRM (sistema de relacionamento com o cliente), no e-commerce e até em planilhas de controles de orçamento e planejamento financeiros, por exemplo. A internet está aí também cheia de informações sobre seus clientes e potenciais clientes. A solução de BI certa para a sua empresa deve permitir que você conecte as diferentes fontes de dados de forma simples, importando tudo para um único ambiente onde poderão ser cruzados, detalhados e analisados em conjunto (analytics). Assim, você pode, por exemplo, agrupar dados de diferentes fontes em um único relatório, ganhando bastante tempo. Facilitar a coleta e organização das informações é um recurso que não pode faltar no BI que você escolher.

#2 Dar agilidade na criação de indicadores

Uma boa ferramenta de BI deve ser muito fácil de usar e intuitiva. O próprio gestor da área comercial, por exemplo, deve conseguir manipular os dados provenientes das diferentes fontes e criar os indicadores que ajudarão a acompanhar as suas metas. Como o mercado é dinâmico, a ferramenta de inteligência de negócios deve acompanhar este movimento e permitir que métricas específicas ao contexto do distribuidor, como por exemplo lucratividade por carregamento, percentual de avaria e percentual de corte, sejam criadas com velocidade. Com isso, a empresa ganha produtividade na criação das métricas e amplia as possibilidades de análise da performance do negócio.

#3 Permitir consolidar e visualizar as informações em gráficos

Assim como a criação de novos indicadores, é normal que os gestores das áreas de negócio do distribuidor tenham necessidades novas de visualização dos dados e gráficos, conforme o mercado evolui. Um exemplo disso é ver o indicador de positivação de clientes por vendedor. No mês que vem, talvez seja necessário ver este indicador agrupado por produto. Por isso, é fundamental que a ferramenta de BI que você adotar permita que gestores e analistas de negócio construam novas formas de visualizar os indicadores, sem depender da área de TI.

#4 Oferecer painéis de controle e dashboards eficientes

A solução de BI ideal para o distribuidor deve dispor de painéis de controle e dashboards com sinalizações visuais, que indicam se cada indicador está dentro da meta ou não. Nestes painéis, o gestor financeiro, por exemplo, deve conseguir visualizar todos os indicadores relacionados a inadimplência e prazo de recebimento, sem precisar navegar em diferentes telas e relatórios.

#5 Facilitar e otimizar a comunicação corporativa

Compartilhar os painéis de gestão com todos permite que o time fique atualizado com a mesma informação, fortalecendo a cultura de gestão por indicadores na empresa, O resultado disso é uma comunicação corporativa ágil e padronizada. Este é um recurso fundamental para garantir o sucesso do projeto de gestão por indicadores no distribuidor. Por isso, na hora de escolher uma solução de BI, certifique-se de que este recurso está disponível.

#6 Permitir acesso de qualquer lugar do planeta (mobilidade)

Este é outro recurso, que, nos dias atuais, não pode ser descartado na hora de escolher uma boa solução de BI. Os gestores devem contar com o acesso aos painéis com os indicadores atualizados em tempo real, por meio de aplicativos no seu tablet ou smartphone, em qualquer lugar do planeta. Assim permanecem conectados com o negócio e com o monitoramento das metas, mesmo à distância.

#7 Prover recursos para fazer a gestão à vista

Colocar à vista do time de expedição o tempo médio de carregamento dos pedidos em tempo real, por meio de um monitor de TV, certamente vai deixar o time mais engajado em atingir a meta, certo? Este é mais um recurso indispensável em uma ferramenta de Business Intelligence.

#8 Controle de acesso

Todos os recursos acima só fazem sentido se você puder controlar quem pode acessar cada informação, cada painel de indicadores. Afinal, existem indicadores que, por uma questão de controle e segurança, devem ser acessados somente pelos gestores, como por exemplo, rentabilidade e lucro da empresa. Por isso, verifique se é possível definir as pessoas que tem acesso a cada dashboard ao escolher a ferramenta de BI para a sua empresa.

Com estes recursos à mão, você fará a escolha da solução certa de business intelligence para facilitar a gestão por indicadores no atacadista distribuidor. Conte com a PC Sistemas para ajudá-lo nesta decisão (colocar link para contato).

Brunno Barbosa
Gestor de Oferta – Inteligência de Negócio
brunno.barbosa@pcinformatica.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *