rede-de-suprimentos

Por que a rede de suprimentos é fundamental na indústria?

Equipe TOTVS | GESTÃO INDUSTRIAL | 20 março, 2020

Você conhece os fatores que desempenham um papel fundamental na operação da sua empresa? Uma rede de suprimentos eficiente pode gerar impactos positivos em diversos setores. Isso significa, na prática, aumento da produtividade e, consequentemente, dos lucros.

Por isso, é essencial conhecer em detalhes o funcionamento desse sistema e trabalhar para melhorar os processos que o compõem. Pensando nisso, criamos este artigo para mostrar quais são os principais elementos da rede de suprimentos na indústria e como você pode otimizá-los. Confira!

A importância de uma rede de suprimentos bem estruturada

Como o mercado é cada vez mais competitivo, implementar estratégias para otimizar processos é parte da rotina diária das empresas. A gestão da rede de suprimentos é o fluxo que relaciona todos os departamentos de uma empresa, como se eles fossem nós de um mesmo grupo.

A otimização desse processo dá equilíbrio à organização, evitando a formação de gargalos. Há, porém, muitas variáveis envolvidas nessa estruturação, mas também formas de garantir certos padrões de funcionamento importantes, como mostraremos.

Em suma, estamos falando de uma sequência de processos, que abrange desde a aquisição dos materiais até a entrega dos produtos. Em ambos os casos, um caminho livre e fluído promove uma performance mais adequada dos demais setores.





Nova call to action



Principais elementos da rede de suprimentos

Ao lidar com os elementos de uma rede de suprimentos, é importante compreender os limites de cada um. Mas vale lembrar também que o sucesso geral depende da eficácia nas relações de determinados pontos. Confira a seguir o percurso seguido pelos materiais na indústria.

Compras

O departamento de compras é responsável pelo processo de aquisição dos insumos necessários para as operações da empresa. É natural, portanto, que seja exigido um alinhamento com a previsão de oferta e demanda feita no planejamento.

O objetivo do setor de suprimentos é garantir que as compras atendam aos critérios de quantidade e qualidade para cada setor — além de manter o custo dentro do orçamento disponível.

Logística

A logística pode ser compreendida como o processo de gestão e distribuição desses materiais, interna ou externamente. O setor responsável faz o recebimento, registrando as informações, e realiza a distribuição para os devidos locais de armazenamento.

Ao final dos processos de produção, os produtos são levados até os clientes ou revendedores. Trata-se de um processo complexo e até desafiador, uma vez que é o ponto de integração dos elementos da rede de suprimentos.

Estoque

Trata-se da rotina de armazenamento dos materiais. Sua boa administração está diretamente ligada à capacidade da empresa em manter os produtos sempre disponíveis, porém evitando desperdícios.

Isso não significa adquirir itens em quantidades exageradas, tampouco a prática de armazená-los por tempo demais, pois o custo do armazenamento reflete diretamente no preço final do produto. Um estoque saudável não deixa as linhas de produção pararem, potencializando a competitividade da empresa.

Vendas

Os processos de vendas apresentam uma particularidade importante que vale ressaltar: o contato direto com os clientes, estabelecendo uma relação que necessita de cuidados.

É nesse setor que são feitas negociações de preço, condições de pagamento, entrega e prazo. Por isso, trata-se da ponta final da rede de suprimentos, e seu desempenho é fundamental, mesmo que dependa da eficácia dos elementos anteriores. Mas, afinal, de que forma esses processos podem ser otimizados?

Soluções para otimizar a rede de suprimentos

O primeiro passo para alcançar uma rede de suprimentos eficiente é implementar estratégias certeiras de gestão dos recursos e processos da empresa. Isso significa controlar o fluxo de produção e fazer análises preditivas, por exemplo.

Utilize KPIs

O fluxo de produção pode ser controlado por meio da implementação de indicadores-chave (KPIs). Dessa forma, são levantados dados de desempenho dos setores e colaboradores, facilitando o trabalho de prevenção. Com relatórios e gráficos, é possível identificar pontos a serem melhorados na rede de suprimentos.

Dois exemplos que podemos citar são o tempo e o custo:

  • Se a compra de materiais está gerando mais gastos do que o planejado, é possível que a previsão esteja incorreta, pois comprar com emergência custa muito mais,
  • O tempos de armazenamento e de entrega refletem a qualidade da gestão do estoque e da logística.

Esteja apoiado em dados

Procure tomar decisões baseadas em dados confiáveis. Essas ferramentas são poderosas para entender e organizar as demandas de uma cadeia de suprimentos responsiva. Essa ação evita falhas como a escassez de materiais ou que atrasos prejudiquem sua operação.

Quando o assunto são ferramentas, procure colocar a tecnologia para trabalhar a seu favor. O uso de um ERP é a melhor estratégia para quem busca coerência na gestão da rede de suprimentos como um todo. O sistema permite integração dos setores da indústria, alinhando informações e suprimindo possíveis falhas.

Integre setores e informações com o ERP

Assim que o departamento de compras adquire insumos e ela chega ao estoque, esses dados são disponibilizados para todos os setores. A produção inicia a confecção de um produto, dando baixa automaticamente nos materiais que foram usados do estoque.

O setor de vendas, por sua vez, segue um cronograma baseado nessas informações, para elaborar propostas e negociar os produtos de forma planejada — um ciclo que termina com a distribuição dos itens e a baixa no sistema.

O resultado é uma redução da burocracia que permite aos gestores focarem sua energia em tomadas de decisão e na criação de novas metodologias e abordagens. Com a jornada digital, a convergência de sistemas para uma plataforma unificada é uma tendência extremamente forte.

Controle sua rede de suprimentos com a TOTVS!

Organizações que buscam eficiência em seus processos e desejam ganhar competitividade devem buscar soluções que se encaixem em suas exigências e se adaptem ao seu estilo de negócio, aprimorando a execução e a própria gestão operacional.

Portanto, se você quer rever a estratégia da sua fábrica e colocar essas dicas em prática, para se aproximar ainda mais do seu objetivo, conte conosco! A TOTVS é uma empresa 100% brasileira, com mais de 30 mil clientes espalhados por toda a América Latina. Estamos prontos para te ajudar na renovação e melhoria de seus processos.

Para estar sempre por dentro de todos os assuntos que mais te interessam, continue acompanhando nosso blog e assine a newsletter, para não perder nenhuma novidade!

Inovação tecnológica na indústria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *