Quer maior lucratividade no varejo? Siga estes 6 passos

Quer maior lucratividade no varejo? Siga estes 6 passos

Equipe TOTVS | GESTÃO VAREJISTA | 09 outubro, 2018

Empresários estão em busca de melhorar a lucratividade dos seus negócios, principalmente devido ao cenário de crise econômica no país. Números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) confirmam, inclusive, que esse desafio está mais severo do que o esperado. Se, em 2018, o setor de varejo tinha avançado 2,3%, nos últimos três meses, retraiu, curiosamente, a mesma porcentagem.

Então, para que o seu negócio não fique estacionado como o restante do segmento, é preciso investir em algumas análises do cenário atual e traçar estratégias de reação que podem aumentar a sua lucratividade.

Neste post, trazemos algumas informações que podem ajudar nesse processo. Confira.

O cenário e os desafios do varejo brasileiro hoje

Outra pesquisa pode ajudar a entender o panorama do varejo no Brasil. Seus dados mostram que os estabelecimentos brasileiros perderam US$2,34 bilhões, ou 1,99% de suas receitas no último ano.

Intitulada Sensormatic Global Shrink, a pesquisa apurou que os principais motivos para as perdas de receita foram furtos nos estabelecimentos (29,1%), má gestão de fornecedores (27,90%), controle inadequado de estoques (21,93%) e fraude e demais atos ilícitos praticados por funcionários (21%).

Dentro desse cenário, também é possível apontar outros desafios que fogem ao controle dos empresários. Entre eles, o contexto econômico do país e a carga tributária brasileira.

Se tais desafios não podem ser driblados, algumas medidas e estratégias, no entanto, contribuem para que as empresas consigam esboçar melhores lucros.

Antes de falar delas propriamente, é muito importante definir a diferença entre lucratividade e rentabilidade.

O conceito de lucratividade vs. rentabilidade

O cálculo da lucratividade é simples: lucro líquido dividido pela receita bruta e multiplicado por 100, para que seja representado em porcentagem.

Nesse caso, a receita bruta refere-se à soma dos recebimentos antes de qualquer abatimento, enquanto o lucro líquido é identificado pelo que sobra após o desconto dos valores devidos, sejam eles custos ou tributos obrigatórios do negócio.

A lucratividade é o retrato de um período, ou seja, é avaliada considerando um intervalo pré-definido.

A rentabilidade, porém, é um conceito que avalia a performance do negócio em longo prazo. É obtida ao dividir o lucro líquido pelo investimento realizado. Seu resultado igualmente multiplicado por 100 permite a sua representação em porcentagem.

Considerando tais conceitos, é possível partir para uma análise mais estratégica.

A busca pelo diferencial competitivo que gere lucratividade

Os números e as estatísticas ajudam a entender o momento do mercado, mas as necessidades e as demandas das empresas varejistas são muito particulares.

Algumas delas de fato sofrem com os constantes furtos, mas talvez a sua administração frágil permita que as ações ilícitas de seus funcionários tragam prejuízos ainda mais amargos.

Com isso, a busca pelo diferencial competitivo deve ser específica para as dores e as necessidades do negócio.

Companhias varejistas com estoques de produtos sazonais, por exemplo, podem investir em um diferencial de otimização de controle, como sistemas que produzam dados estatísticos capazes de serem convertidos em informações para tomada de decisão.

Além dos diferenciais que tornem o negócio escalável e de baixo custo, é preciso investir naqueles que atraem o público do varejo. Ou seja, melhorias que sejam requisitadas pelos consumidores.

Uma pesquisa de satisfação pode ser uma boa ferramenta para tal mapeamento e é capaz de indicar demandas, como: oferta de soluções delivery de produtos, clube de vantagens, aumento ou entrada no mercado virtual, entre outros.

Os 6 passos para aumentar a lucratividade no varejo

Com diferenciais fortes, alguns passos podem ajudar ainda mais na potencialização dos lucros.

1. Realize parcerias com fornecedores

Criar parcerias com os fornecedores confiáveis, que tenham qualidade, preços justos e níveis de serviço satisfatórios é essencial.

Isso garante regularidade nas vendas, oferta constante e a construção de uma boa imagem perante os seus consumidores.

2. Amplie a carteira de clientes

Quanto mais se vende, mais se lucra. É uma matemática simples, porém não em questões estratégicas. É preciso vender para o público certo.

Desenvolver estratégias de marketing e venda que atraiam potenciais compradores que tenham o perfil dos produtos e da loja é muito mais garantido.

3. Desenvolva estratégias de fidelização

Essa identificação de público-alvo ideal garante que eles se satisfaçam com as compras e indiquem para terceiros, o que gera aumento das vendas.

Mas, mais do que isso, trabalhar com clientes satisfeitos e criar estratégias de fidelização garante um fluxo de consumo constante e valioso.

Seja criando programas de desconto para filiados ou fortalecendo o valor da marca perante o público, a fidelização de clientes é indispensável para empresas varejistas que visem a aumentar a sua lucratividade.
Aumente seus resultados de venda com o CRM da TOTVS

4. Reavalie os seus parâmetros de precificação

A estratégia de precificação também pode ser um meio para aumentar os lucros. Com uma ferramenta que ofereça um panorama completo dos custos da cadeia de fornecimento, é possível avaliar quais produtos podem ter os seus preços reajustados dentro do mix.

Alinhado aos números, é preciso considerar também as ações de marketing capazes de elevar a percepção de valor dos itens à venda, pois assim, ao adquirir o produto com preço reajustado, o consumidor provavelmente achará a mudança justa.

5. Corte custos desnecessários

Custos desnecessários devem ser cortados em todas as etapas de vendas e processos internos do negócio, sejam eles diretamente ligados aos produtos ou não.

Ter um varejo enxuto permite que a organização se movimente rápido e consiga aproveitar as oportunidades do mercado.

6. Crie incentivos para a venda de produtos com ticket médio maior

Criar campanhas de vendas com incentivos para a aquisição de produtos com ticket médio maior também contribui para o aumento da lucratividade.

Em empresas de varejo, é muito comum que o mix de produtos tenha itens com maior volume de vendas e baixa margem de lucro, e outros com menor tiragem, mas maior retorno.

Para aumentar a lucratividade, criar ações de marketing e estipular metas de vendas direcionadas para tais itens também pode contribuir para a conquista de melhores resultados.

A tecnologia como maior aliada do negócio

Como no exemplo citado das fraudes e dos roubos internos, a tecnologia pode ser uma importante aliada para o negócio. Utilizar um CRM integrado ao ERP para gerir vendas, estoque, finanças e fornecedores, por exemplo, permite que ações e negociações sejam registradas formalmente.

Os dados são as provas mais cruciais para identificar falhas e atos ilícitos. Mas a sua contribuição não fica restrita à vigilância e ao controle de processos. Muito pelo contrário.

Analisar dados é a forma mais certa de identificar padrões de consumo e produtos e serviços que estejam com melhores performances de venda, por exemplo. Assim, criar promoções e ações de vendas a partir dessas informações pode garantir melhores resultados para o seu comércio varejista.

Em outras palavras, tais estratégias aumentam a lucratividade do negócio por atacar os seus pontos falhos e potencializar os seus diferenciais. É uma forma de otimizar a máquina de vendas em seus diferentes canais e, ao mesmo tempo, reduzir custos que eventualmente estivessem atrapalhando o desempenho da sua companhia.

Seu varejo está enfrentando a crise econômica e conseguindo planejar expansões para os próximos meses? É fundamental se preparar e ter contas e gestão sob controle. Aliar CRM e ERP pode ser uma boa solução.

Quer saber como essas ferramentas se complementam? Leia mais sobre como integrar CRM e ERP para turbinar o seu negócio.

Descubra seu nível de maturidade tecnológica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *