lucratividade

6 dicas para aumentar a lucratividade do seu negócio

Equipe TOTVS | GESTÃO VAREJISTA | 27 julho, 2020

Um dos principais objetivos de um gestor é aumentar a lucratividade do seu negócio. Para isso, é necessário investir em análises de cenário econômico e desenvolver estratégias de reação que aumentem esse índice. Veja, neste artigo, algumas informações que podem ajudar nesse processo.

O que define a lucratividade de uma empresa?

O índice de lucratividade de uma empresa pode ser definido segundo o ganho que ela obtém sobre o trabalho que desenvolve. Ou seja, é uma métrica de eficiência produtiva e operacional que pode ser calculada e, daí, gerada uma porcentagem. Se trata de um indicador muito importante para ser analisado.

Acompanhar a lucratividade do seu negócio é essencial para entender como a sua empresa está em relação ao mercado. Ela está diretamente ligada à situação financeira da empresa, sendo um dos principais índices econômicos da companhia. Para calcular a sua lucratividade é preciso seguir a seguinte fórmula:

Lucratividade = (Lucro Líquido / Receita Total) x 100

Diferença entre lucratividade e rentabilidade

A lucratividade e rentabilidade de uma empresa são índices que se relacionam de maneiras diferentes, porém não são a mesma coisa. Entender a diferença entre essas duas métricas é muito importante para saber a real situação econômica do negócio.

Isso porque o índice de rentabilidade é baseado no lucro líquido e seu resultado é traduzido em um valor percentual. Portanto, ele serve para medir o retorno que um determinado investimento pode proporcionar ao negócio. Veja a fórmula para calcular a sua rentabilidade:

Rentabilidade = (Lucro Líquido/Investimento) x 100

Uma companhia pode ser rentável mesmo sem ser lucrativa, ou ter boa lucratividade e não ter um retorno positivo com os investimentos. Apesar da diferença entre lucratividade e rentabilidade, é importante fazer o acompanhamento dos dois índices.

eBook Grátis - Guia Prático Para Uma Gestão Financeira Que Garanta o Lucro da Empresa

Como aumentar sua lucratividade em 6 passos

Para tornar o seu negócio lucrativo e fazer com que ele se desenvolva, é possível seguir algumas dicas importantes. Veja os seis passos para aumentar sua lucratividade:

1. Realize parcerias com fornecedores

Firmar parcerias com fornecedores confiáveis, que tenham qualidade, preços justos e níveis de serviço satisfatórios, é essencial. Essa relação de credibilidade pode ser muito benéfica para que a empresa garanta uma boa lucratividade.

Assim, é possível fazer acordos para obter regularidade nas vendas, oferta constante e construção de uma boa imagem perante os seus clientes. Também é necessário contar com mais de um fornecedor para quando houver qualquer imprevisto com o principal.

2. Amplie a carteira de clientes

A lógica é simples: quanto maior a sua carteira de clientes, mais lucratividade a sua empresa poderá conquistar. Sendo assim, é essencial sempre investir em ampliar a carteira de clientes do seu negócio, buscando entender o perfil deles e quais seus desejos e necessidades.

Essas informações são importantes para elaborar estratégias eficazes de marketing, que atrairão mais pessoas para o seu negócio. Outra dica é aumentar a sua oferta de serviços e/ou produtos para os seus consumidores. Uma vez que eles já conhecem a empresa, comprar com você poderá ser mais fácil.

3. Desenvolva estratégias de fidelização

Outra boa estratégia é investir na fidelização de clientes, garantindo que eles se satisfaçam com as compras e indiquem-nas para terceiros. Esse é um modo muito mais eficaz de gerar aumento das vendas. Criar estratégias de fidelização pode garantir um fluxo de consumo constante e valioso.

Para isso é possível criar programas de desconto para filiados ou fortalecer o valor da marca perante o público. A fidelização de clientes é indispensável para empresas varejistas que visam aumentar sua lucratividade.

4. Reavalie seus parâmetros de precificação

Outro ponto importante do planejamento estratégico empresarial para aumentar os lucros é estudar seus parâmetros de precificação e aprimorá-lo. Analisando o panorama completo dos custos da cadeia de fornecimento, é possível identificar quais produtos podem ter os seus preços reajustados.

Além disso, é preciso considerar, também, as ações de marketing capazes de elevar a percepção de valor dos itens à venda. Deste modo, ao adquirir o produto com preço reajustado, o consumidor poderá considerar a mudança justa.

5. Corte custos desnecessários

Custos desnecessários devem ser cortados em todas as etapas de vendas e os processos internos do negócio, sejam eles diretamente ligados aos produtos ou não. Ter um varejo enxuto permite que a organização se movimente rápido e consiga aproveitar as oportunidades do mercado.

Essa redução de custos desnecessários também pode ser encarado como uma forma de aumentar a lucratividade, principalmente, no caso das empresas em crescimento. Porém, tudo deve ser feito buscando não impactar de forma negativa a qualidade dos produtos.

6. Crie incentivos para a venda de produtos com maior ticket médio

Criar campanhas de vendas com incentivos para a aquisição de produtos com ticket médio maior também contribui para o aumento da lucratividade. No varejo, é comum que o mix de produtos tenha itens com grande volume de vendas e baixa margem de lucro, e outros com menor tiragem, mas maior retorno.

Para aumentar a lucratividade, criar ações de marketing e estipular metas de vendas direcionadas para tais itens também pode contribuir para a conquista de melhores resultados.

Como a tecnologia pode ajudar?

O varejo foi um dos setores mais impactados pelas novas tecnologias, o que mudou o modo como as pessoas consomem. Por isso, é essencial investir em um sistema de gestão que proporcione uma visão mais completa sobre as vendas e o retorno dos investimentos do negócio.

Com essas informações, o gestor consegue identificar os pontos de atenção da empresa e desenvolver estratégias para colocar o negócio no caminho certo para atingir suas metas. Entenda mais sobre os benefícios de um software de gestão para o varejo e como ele pode ajudar sua companhia.

Descubra seu nível de maturidade tecnológica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.