Checklist de veículos: para que serve e como fazer

Equipe TOTVS | 30 novembro, 2023

Você sabe para que serve um checklist de veículos? Trata-se de um documento que auxilia na inspeção dos itens de um caminhão para saber se ele está em condições de fazer os trajetos.

Ele pode ser feito de diferentes formas e deve conter itens que dependem do objetivo de cada operação da transportadora. No entanto, neste artigo, separamos uma lista completa de itens para que você saiba como elaborar esse checklist.

Além disso, mostraremos como automatizá-lo e dicas de como fazê-lo. Continue lendo e entenda tudo sobre o assunto!

O que é um checklist de veículos?

Trata-se de uma ferramenta usada para verificar se o veículo está apto para realizar as rotas. Para isso, é feita a conferência dos itens, que devem ser inspecionados dependendo de cada operação. 

Os checklists são superficiais em rotas diárias, mas detalhados na análise quando os veículos fazem percursos de longa distância. Os componentes precisam ser inspecionados antes e depois de todas as viagens, e o objetivo é verificar o estado das peças e itens dos automóveis.

A ferramenta é utilizada para qualificar as operações de uma transportadora e minimizar os riscos de problemas que possam acontecer durante o trajeto, bem como para auxiliar na gestão de frotas.

Para que serve o checklist de veículos?

O checklist de veículos ajuda na segurança dos motoristas, diminui os danos que possam ocorrer com o veículo, como falhas mecânicas, e evita atrasos nas entregas.

Ele também ajuda a economizar combustível e a reduzir o tempo que os veículos ficam ociosos, além de melhorar o controle na gestão da frota.

Além disso, é possível gerar um histórico de informações sobre os veículos da frota, fazer o controle das entradas e saídas de cada um deles, bem como visualizar os motoristas que são responsáveis por cada caminhão.

Como fazer um checklist de veículos?

Para fazer o checklist de veículos, é necessário listar todos os que fazem parte da frota e as suas principais características. Depois, você pode seguir os passos que abordaremos a seguir:

Saiba qual o objetivo do checklist

É necessário saber qual o objetivo do checklist, ou seja, se ele será feito para viagens longas ou para verificações de rotina. Com isso, você saberá quais itens precisam ser listados em cada situação da transportadora. 

Um exemplo disso é o óleo do motor, que não precisa ser trocado todos os dias, mas necessita de uma verificação constante para avaliar se não há nenhum vazamento.

Faça a identificação do veículo e do motorista

checklist de veiculos: identificação do veículo e do motorista

No checklist de veículos é preciso constar a data que foi feita a inspeção e a placa do caminhão, de preferência no início do documento. 

Também é necessário registrar o motorista responsável, a data de ida e volta da viagem e a quilometragem atual.

É importante ressaltar que os documentos do veículo e do motorista precisam ser analisados no checklist também.

Faça uma lista com os itens necessários

Depois de seguir os passos anteriores, é preciso listar os itens que vão ser inspecionados. Assim, poderá ser feita a análise de cada um deles, sem que nenhum seja esquecido. 

Lembre-se que o checklist diário será mais simples que um checklist completo para viagens mais longas, no qual mais itens precisam ser avaliados.

Capacite a equipe sobre a importância do preenchimento do checklist

A implantação do checklist de veículos e o seu uso precisam do acompanhamento de todos os colaboradores da empresa. 

Por isso, é importante desenvolver treinamentos que possam auxiliá-los sobre o preenchimento do checklist e sobre como é importante que ele seja elaborado com frequência.

Itens que devem constar em um checklist de caminhão

Que existem checklists de veículos para viagens curtas e longas, você já sabe, certo? Mas quais são os itens úteis que devem ser inspecionados em ambos os casos e que precisam de mais atenção?

Para tirar as suas dúvidas, abordaremos agora sobre a base para fazer um checklist e os itens que devem ser priorizados. 

No entanto, é importante sempre verificar a necessidade de cada transportadora e verificar o que pode ser incluído e excluído, ok?

Confira a seguir:

Documentação

É claro que o primeiro item de um checklist de veículos tem que ser a documentação, que deve estar dentro do prazo de validade e com o motorista durante todo o percurso. 

Os principais documentos são:

  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • seguro do veículo;
  • Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV);
  • Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Cargas (RCTR-C).

Além dos documentos pessoais e do veículo, é importante ter em mãos documentos da operação de transporte, como:

  • Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e);
  • Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico (DACTE);
  • Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e);
  • Nota Fiscal Eletrônica (NF-e);
  • Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e).

Equipamentos de segurança

Os veículos precisam ter uma caixa de equipamentos de segurança para fazer alguns reparos e evitar que fiquem parados na estrada por muito tempo. 

Algumas das ferramentas são:

  • chave de fenda;
  • philips;
  • alicate universal;
  • macaco;
  • estepe;
  • triângulo;
  • chave de boca;
  • chave de roda.

Equipamentos de emergência

Além dos equipamentos de segurança, é muito importante que o veículo também tenha alguns itens de emergência, como:

  • pneu reserva;
  • extintor de incêndio;
  • lanterna;
  • luvas para uso geral;
  • número de telefone do reboque ou seguro;
  • kit de primeiros socorros.

Sistema elétrico

É essencial sempre conferir a iluminação do veículo para verificar se ele proporciona uma boa visibilidade para as viagens noturnas. Para isso, é importante constar a inspeção dos seguintes itens no checklist:

  • luz de freio;
  • lâmpadas internas;
  • validade da bateria do veículo;
  • setas.

Pneus

checklist de veiculos: pneus

É fundamental sempre realizar a calibragem dos pneus para evitar vários problemas, como a dificuldade de controlar o caminhão e a aquaplanagem.

Além disso, no checklist deve constar também o alinhamento, o balanceamento e o recapeamento.

Vidros

Os vidros e os espelhos sempre precisam estar limpos para que o motorista consiga ter boa visibilidade enquanto estiver dirigindo. Uma dica é usar produtos antiembaçantes para fazer a limpeza sempre que necessário.

Também é preciso verificar a borracha de palheta e o nível da água do limpador do para-brisa.

Combustível

Qualquer veículo deve ter combustível suficiente para chegar ao seu destino. Por isso, caso precise abastecer no trajeto, é necessário selecionar os postos de confiança ao longo do percurso para evitar o abastecimento com combustível adulterado. 

Além disso, também é preciso planejar a rota até o posto e avaliar se o combustível será suficiente para chegar lá.

Freios e suspensão

Para saber se a suspensão está funcionando adequadamente, é fundamental analisar bandeja, buchas, terminais, pivôs e molas. 

É isso que garante a estabilidade do veículo e que pode comprometer a segurança do motorista caso ele não consiga comandar o veículo.

Outro item que deve ser priorizado na inspeção são os freios. É importante verificar as pastilhas, disco, lonas e o funcionamento do pedal do freio.

Correias

Quando a correia dentada quebra, o motor do veículo pode parar no meio do percurso. Por isso, é necessário sempre verificar o estado de tensão em que ela se encontra e fazer a substituição, sempre que for preciso.

Cabos e velas

O aumento no consumo de combustível e o desempenho incorreto do motor podem ocorrer sempre quando os cabos e velas estão desgastados. Durante o checklist de caminhão, é importante verificar se eles precisam ser trocados.

Água do radiador

O superaquecimento da temperatura do motor acontece quando a água do radiador chega em um nível baixo. Por isso, é importante sempre avaliar a bomba de água, a ventoinha e a válvula termostática.

Filtros e lubrificação

checklist de veiculos: filtros e lubrificação

Os filtros de ar, do óleo do motor e do combustível precisam estar sempre limpos, pois o acúmulo de sujeira prejudica o funcionamento do motor. Por isso, é importante consultar o manual do veículo para saber qual o período de troca.

Outro item importante é a lubrificação, que pode reduzir a vida útil do veículo quando é negligenciada e causar problemas durante o trajeto. 

Por causa disso, é necessário sempre verificar o nível de óleo do motor, sempre colocar a quantidade adequada e conferir os fluidos de freios e de transmissão.

Vale ressaltar que também é essencial saber qual é o óleo indicado pelo fabricante e o período de troca. Essas informações estão no manual do veículo.

Modelo de checklist de veículos

O documento pode ser elaborado de diversas formas: em papel, em uma planilha de checklist de veículos ou com a ajuda de ferramentas tecnológicas. Explicaremos mais sobre elas a seguir:

  • papel: é preso em uma prancheta e fica junto com o responsável pela inspeção. Mesmo que ele possa ser levado para qualquer lugar, envolve custos com armazenamento físico e o retrabalho em passar tudo para um sistema;
  • planilha: os dados ficam registrados e facilitam o controle, ao mesmo tempo que elimina o uso do papel;
  • sistema com aplicativo: facilita o trabalho da transportadora e do motorista, que pode seguir todo o checklist em tempo real e sempre consultar quando precisar.

Para ficar mais claro, explicaremos com um exemplo. 

Imagine que Clara é dona de uma transportadora e precisa de um modelo de checklist de veículos para garantir que seus caminhões estejam em boas condições antes de cada viagem. Ela pode optar por um modelo digital ou em papel, mas não sabe qual a melhor opção. 

Um modelo digital tem muitas vantagens, como ser mais fácil de preencher, armazenar e consultar. Além disso, ele pode ser integrado com outros sistemas da transportadora, como o controle de manutenção, o rastreamento de cargas e o gerenciamento de frotas. 

Já um modelo em papel pode ser mais barato e simples de implementar, mas também está mais sujeito a perdas, rasuras e fraudes. 

Portanto, Clara deve avaliar as necessidades e os recursos da sua transportadora para escolher o modelo de checklist de veículos mais adequado. 

Também precisa orientar os seus motoristas a fazerem o checklist com atenção e a reportarem qualquer problema ou irregularidade. Assim, ela pode evitar acidentes, multas e prejuízos com a manutenção dos seus veículos.

Como otimizar o processo de verificação dos veículos da frota?

Já deu para perceber que utilizar um sistema de verificação de veículos para fazer um checklist digital pode agilizar toda a operação logística, certo?

Ele diminui o tempo de inspeção dos itens do veículo, atualiza os relatórios automaticamente e proporciona uma rotina mais produtiva em toda a empresa.

Além disso, todos os colaboradores ficam informados sobre o checklist da operação em tempo real e sabem os itens que foram inspecionados e todas as informações sobre os processos.

Por causa de tudo isso, é importante automatizar a inspeção dos veículos e utilizar uma ferramenta ou sistema que consiga otimizar o processo de checagem de cada caminhão da frota.

Para isso, é vital pesquisar o que atende às necessidades da empresa e proporcionar segurança e agilidade nos relatórios de checklist.

Suíte Logística da TOTVS

Você percebeu que um sistema que auxilia no checklist digital pode proporcionar mais rapidez durante o processo, não é mesmo?

O Suíte Logística da TOTVS é um sistema que faz a geração de relatórios e checklist de todos os caminhões da frota.

Além disso, ele gerencia as ordens de coleta, transporte, entregas e toda a jornada do motorista, e conta com uma tecnologia que faz a gestão de tráfego.

Também controla a viagem, gerencia as ocorrências e gera relatórios sobre os veículos e os itens que foram inspecionados.

Tenha agora mesmo um sistema completo para o seu checklist de veículos! Conheça o Suíte Logística da TOTVS!

Conclusão

Neste artigo, você entendeu o que é um checklist de manutenção de veículos e para que ele serve. Também oferecemos algumas dicas de como fazer um checklist, quais itens devem constar nele e como automatizá-lo.

Lembre-se que é importante fazê-lo frequentemente para garantir a segurança dos motoristas e rapidez nas operações logísticas. Para agilizar o processo, recomendamos utilizar o sistema Suíte Logística da TOTVS!

Gostou do conteúdo? Aproveite e leia outros em nosso blog! Recomendamos a leitura do artigo para saber como organizar uma frota.

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.