O que é logística 4.0 e qual seu impacto?

Uma expressão que vem ganhando bastante destaque é “logística 4.0”, que se baseia na ideia da aplicação dos novos recursos tecnológicos para otimizar todos os processos logísticos. Essa nova etapa do setor logístico traz mais velocidade, eficiência e redução de custos. A logística 4.0 serve como um ponto de virada para os processos logísticos, que …

Equipe TOTVS | 26 agosto, 2021

Uma expressão que vem ganhando bastante destaque é “logística 4.0”, que se baseia na ideia da aplicação dos novos recursos tecnológicos para otimizar todos os processos logísticos. Essa nova etapa do setor logístico traz mais velocidade, eficiência e redução de custos.

A logística 4.0 serve como um ponto de virada para os processos logísticos, que agora começam a ser pesadamente influenciados pela digitalização e pela automação.

Em muito, o movimento foi influenciado pelos avanços da indústria 4.0, cujos impactos vão além do chão de fábrica.

Centros de distribuição, supply chain, processos robotizados, automatizados e inteligentes.

São elementos presentes na realidade da logística 4.0 — algo que ainda precisa ser absorvido pelos players desse setor.

Ora, se a indústria como um todo já evoluiu, inclusive com indícios de uma nova revolução — a Indústria 5.0 — no horizonte, porque o setor logístico continua parado?

Entender o que é, para que serve, quais as tecnologias, qual a importância, responsabilidades e os principais desafios da logística 4.0 é essencial para o crescimento do seu negócio.

Para você compreender mais sobre o assunto, preparamos este guia completo explicando o conceito de logística 4.0 e suas características.

O que é a logística 4.0?

Logística 4.0 opera sob as diretrizes da Indústria 4.0, que usa a tecnologia para tornar a operação “smart”, criando um sistema produtivo coeso, eficiente, automatizado e de alta visibilidade. É o que acontece com a Logística 4.0, que visa otimizar a operação e os processos logísticos.

Em essência, trata-se da combinação dos mesmos princípios, mas com um conjunto diferente de componentes.

Em especial, a Logística 4.0 faz uso de equipamentos tecnológicos que permitem mais produtividade, como: contêineres, veículos, paletes e sistemas de transporte inteligentes para criar um fluxo de abastecimento automatizado, que funcione em rede.

Desse modo, é possível ter um ecossistema operacional completamente moderno, que oferece aos players da cadeia de abastecimento (como os profissionais do centro de distribuição ou o gestor de compras) a visibilidade necessária para encaminhar o transporte e realizar outras tarefas logísticas de forma otimizada.

Vale ressaltar também a diferença essencial entre logística e cadeia de suprimentos ou supply chain.

Enquanto o primeiro conceito trata-se do transporte, armazenamento e estoque de mercadorias, o segundo conceito abrange todas as etapas e processos relacionados à aquisição e fornecimento de produtos.

De certo modo, aliás, a Logística 4.0 é um reflexo da Indústria 4.0:

Um movimento que visa transferir (de maneira parcial, mas significativa) a autonomia, a inteligência e a tomada de decisões operacionais para as máquinas.

É o mesmo que acontece na Logística 4.0, porém com diferentes aplicações, tecnologias, elementos humanos e mesmo de negócios.

Afinal, existem diferentes tipos de “logística” — daí vem a dificuldade de encapsular a Logística 4.0.

Existem profissionais que entendem a logística como a organização de um estoque.

Outros, consideram o planejamento e gerenciamento de algo complexo, como a logística de montagem de um evento, como logística.

Além disso, há profissionais que consideram uma variedade de atividades, nas quais muitas partes e processos estão envolvidos, como na operação fabril de uma empresa industrial, a verdadeira “logística”.

É no último sentido, na ação de mover coisas (bens, ativos, materiais, dados e muito mais), considerando um contexto de negócios, cadeia de suprimentos e Indústria 4.0 que examinamos a logística aqui.

É essa a direção da Logística 4.0 que acreditamos e queremos fazer acontecer.

A evolução da logística

A evolução da logística tem total relação com as revoluções da indústria nos últimos 200 anos. De fato, não existe Indústria 4.0 sem Logística 4.0.

No início, a logística começou a ser concretizada ainda pela civilização egípcia antiga, com armazéns para grãos que serviam para manutenção de seu Império, como uma forma de contornar as cheias e secas do Rio Nilo.

A partir daí, é possível descrever essa linha do tempo com diferentes eras:

  • Logística 0 (entre 1900 e 1940): do Campo ao Mercado e focado na economia agrária;
  • Logística 1.0 (entre 1940 e 1960): Especialização e necessidades de guerra, focado no desempenho funcional;
  • Logística 2.0 (entre 1960 e 1970): Integração interna de processos;
  • Logística 3.0 (entre 1970 e 1980): O cliente é quem importa, focado na busca por eficiência;
  • Logística 4.0 (iniciou em 1980 e está em evolução até hoje): A era do Supply Chain, da integração de processos e da tecnologia. Focado em tornar a logística como um diferencial de negócio.

Qual é o objetivo da logística 4.0?

O objetivo da Logística 4.0 é modernizar toda a operação do estoque até o planejamento em si, por meio do uso de tecnologias capacitadoras, que melhoram todo fluxo de suprimento de matérias-primas, produtos semi-acabados e acabados para atender às necessidades do cliente.

É possível apontar, ainda, que entre seus objetivos, a Logística 4.0 busca aprofundar a implementação da automação na empresa.

Assim, otimizam-se os fluxos de materiais, utilizando diferentes recursos inteligentes na logística, considerando tanto o processo de entrada, como de saída.

Desse modo, a revolução busca digitalizar o ecossistema logístico, flexibilizando os modelos de negócios, processos e também a relação entre uma empresa e seus parceiros.

Aqui, a missão é dar mais visibilidade aos tomadores de decisão estratégicos dentro de um negócio.

Você sabia que cerca de 68% dos principais atores do processo de manufatura das empresas não possuem acesso aos dados necessários para melhorar sua tomada de decisão?

Foi o que uma pesquisa da Zetes descobriu.

E faz sentido, já que as cadeias e redes de suprimentos estão cada vez mais globais e complexas. Falta visibilidade e transparência.

E pode parecer um assunto estranho. Afinal, como existem essas demandas se as empresas já caminham na direção da Indústria 4.0 e da Transformação Digital

Bom, talvez isso diga mais sobre a qualidade dessa “transformação” das empresas, do que a real eficiência da digitalização dos processos.

É necessário que a própria gestão da cadeia de suprimentos evolua suas abordagens, a fim de coordenar os fluxos de materiais e informações dos fornecedores de matérias-primas com mais eficiência.

totvs logística

Como funcionam os processos de logística 4.0?

A Logística 4.0 funciona com a integração tecnológica dos processos logísticos corporativos. Com isso, é possível aproveitar o potencial da automação, da Inteligência Artificial e do IoT para revolucionar a operação. 

De forma mais restrita, a Logística 4.0 prega um funcionamento em “rede” dos processos, tanto dentro como fora das empresas — sejam as de produção, como as comerciais — até o controle descentralizado das operações logísticas.

Desse modo, tanto homem como o material/produto/mercadoria são considerados “pontos” opostos.

O que liga um ao outro é a tecnologia, com sistemas ciber físicos (ou CPS), dispositivos smart, equipamentos autônomos (desde máquinas até carros) e tecnologia inteligentes, que possuam capacidade de decisão.

É uma teia complexa de processos, certo? Mas entenda que o funcionamento de uma cadeia logística é assim: repleta de camadas.

A Logística 4.0 se concentra no uso de tecnologias novas e inovadoras, como o gerenciamento do supply chain com base em previsões.

Desse modo, com a união de tecnologias integradoras, como sistemas de gestão que centralizam uma alta quantidade de dados ricos, é possível otimizar o ecossistema como um todo, conquistando os seguintes resultados:

  • Melhor nível de serviço;
  • Mais qualidade de entrega;
  • Maior capacidade de entregar;
  • Mais confiabilidade de entrega;
  • Melhor flexibilidade de entrega;

Agora, como alcançar esse patamar?

Bom, as empresas devem criar e implementar novos conceitos de planejamento, controle e monitoramento de fluxos de informações e materiais na Logística 4.0.

O objetivo é incluir todos os níveis de logística corporativa na transformação digital, identificando tecnologias adequadas para otimização.

Afinal, quando a digitalização é aplicada na rede logística, existe mais transparência nos processos de suprimentos e despacho, melhorando a gestão do supply chain de forma geral.

Falamos de um avanço considerável, cujo futuro promete muito mais:

Nas próximas revoluções, quem garante que a própria carga não vai organizar seu próprio transporte, de forma autônoma e inteligente?

Principais tecnologias da logística 4.0

Com a implantação desse novo conceito, torna-se possível aplicar processos inovadores para interagir e otimizar toda a cadeia de produção.

Agora que você entende melhor o que é logística 4.0, veja a seguir as soluções que podem ser utilizadas no setor:

Internet das Coisas

Com a modernização da logística, a IoT apresenta grande relevância nos diversos trabalhos realizados no setor.

Ela tem como função conectar equipamentos utilizados no dia a dia à internet.

Com a Internet das Coisas, alguns equipamentos já são capazes de funcionar de forma automatizada, seguindo apenas as orientações estipuladas pelos sistemas. 

Isso aumenta a produtividade e reduz custos operacionais, além de riscos com profissionais.

Inteligência Artificial

Com a Inteligência Artificial é possível que uma máquina tome decisões automáticas durante os processos.

Também é possível prever comportamentos e antecipar possíveis problemas do setor.

Essa tecnologia também pode garantir mais eficiência e rapidez nas atividades, diminuindo a chance de erros.

Outra facilidade é que a IA dá a possibilidade de atender o cliente de forma personalizada, através da análise inteligente de dados.

Cloud Computing

Os serviços de cloud computing estão se tornando cada vez mais comuns nas empresas.

A tendência é a virtualização dos serviços e, por conta disso, a cloud computing se tornou uma solução essencial, tanto para a logística como para a indústria 4.0.

Essa tecnologia 4.0 facilita o gerenciamento de informações, que permite coletar, armazenar e disponibilizar dados muito mais rápidos e seguros de qualquer lugar. 

Isso ajuda bastante as empresas do ramo logístico, por permitir que elas prestem serviços em diferentes localidades.

Big Data

Outra tecnologia que pode ser implementada na logística 4.0 é o Big Data. Isso porque o setor trabalha com uma grande quantidade de informações e diversos dados importantes que não podem passar despercebidos.

Desse modo, o Big Data é um complemento muito importante para o setor logístico, a fim de que a empresa consiga ter uma visão mais estratégica de toda a cadeia produtiva.

Digital twin

O conceito de digital twin está relacionado com uma versão digital de um produto, como um protótipo. É uma tecnologia que vem sendo explorada por diversos segmentos, inclusive a logística.

Nesse cenário, as fábricas podem criar os seus gêmeos digitais para avaliar as mudanças e ver a melhor logística dentro do espaço disponível.

Assim, o planejamento logístico se torna muito mais eficiente.

Machine learning

O machine learning, ou aprendizado da máquina, é um recurso que busca analisar informações de forma automática para a formação de modelos analíticos.

Em outras palavras, permite que as máquinas aprendam automaticamente para que possam agir de forma autônoma.

Na logística, esse conceito pode aumentar a precisão de dados em relação aos estoques de segurança.

Além de permitir ampliar a conectividade entre as atividades, também apresentam a função de manter a logística mais ágil, conectada e inteligente.

Como a logística 4.0 impacta os negócios?

O conceito de logística 4.0 engloba não apenas o uso de computadores, mas de softwares, ferramentas e aplicações em nuvem para proporcionar um melhor controle dos procedimentos.

A operação logística está ligada à simplicidade de comunicação com o avanço dos meios tecnológicos.

Enfim, a logística 4.0 permite que as empresas tenham processos mais organizados e transparentes para os clientes.

Para começar a aplicar essas tecnologias aos seus processos logísticos, é possível aderir a um sistema de gestão empresarial.

Quais são os benefícios da logística 4.0 para os negócios?

E afinal, o que sua empresa ganha ao adaptar-se à Logística 4.0, trazendo a tecnologia também para os processos logísticos? Podemos apontar alguns dos principais benefícios, veja só:

Eficiência operacional

De um modo geral, a Logística 4.0 visa otimizar a eficiência operacional dos processos logísticos, de modo que as mercadorias estejam nas prateleiras do varejo ou na mão dos clientes o mais rápido possível.

Isso acontece com a automação de processos e da integração de dados, que permite que os gestores analisem de maneira mais aprofundada cada etapa da cadeia logística.

Assim, é mais fácil eliminar gargalos e tornar a operação cada vez mais eficiente.

Redução de perdas

Com uma logística moderna, você também adapta o chão de fábrica e seus processos produtivos.

É nesse cenário ideal que você pode adaptar metodologias, como o lean manufacturing, cross-docking ou just in time, reduzindo as perdas de matéria-prima, bem como de produtos na logística de saída.

Informações em tempo real

Com a Logística 4.0, você tem acesso a sistemas completos que controlam cada parte do processo produtivo e logístico.

São dados valiosos que podem ser incorporados à estratégia, bem como enriquecer a análise de indicadores de desempenho logístico.

Isso tudo pode alimentar seu planejamento, auxiliando na redução de custos e no aumento da eficiência operacional.

Aumento da satisfação dos clientes

E claro, um processo logístico mais integrado e baseado na tecnologia também impacta na própria visão do cliente do seu serviço.

Desse modo, é possível aumentar a qualidade dos serviços, reduzir a ocorrência de erros de pedidos e, assim, aumentar a satisfação dos clientes!

Alta conectividade

Por fim, a Logística 4.0 é um movimento inteiramente baseado na adoção de tecnologias inovadoras.

Para que esse ecossistema seja coeso e realmente integrado, a conectividade é essencial.

O que a Logística 4.0 oferece ao seu negócio é justamente isso, potencializando a integração de processos e informações, através de uma rede sintonizada de sistemas, softwares, dispositivos e sensores!

Quais os principais desafios da logística 4.0?

Os principais desafios da Logística 4.0 estão ligados à adoção da tecnologia como base da operação. Isso requer não apenas investimento, mas uma verdadeira revolução na cultura organizacional do negócio.

Afinal, na Logística 4.0, tudo — da forma como os processos são elaborados até a forma como são monitorados — vai mudar.

Claro, falamos de uma mudança para melhor, mas que exige adequação.

Colher os frutos de uma operação realmente integrada, calcada na tecnologia, é de fato um processo repleto de desafios.

Nessa jornada, deve haver uma compreensão de que a informação, os dados, são a chave para o sucesso da operação.

Por isso, planos e metas devem ser abertos a todos, de modo a tornar os fluxos de trabalho mais transparentes.

Desse modo, fica claro para todos as suas responsabilidades diante da transformação rumo à Logística 4.0.

Nessa nova configuração, o processo de tomada de decisão não é mais composto por silos, mas compartilhado.

O intuito é quebrar com a “tradição” de planejamento baseado no passado.

Ou seja, um planejamento que não admite — e não tem poder — para se ajustar a falhas e imprevistos.

Como uma empresa pode se preparar para a logística 4.0?

Para capacitar sua empresa e entrar na nova era da Logística 4.0 é necessário investir em tecnologias modernas e  focar em 4 pilares estratégicos:

  • Visibilidade
  • Dispositivos Smart
  • Adoção da Internet of Things
  • Digitalização para otimizar de processos

Na verdade, o caminho já está definido: comece pela digitalização. Como? Primeiro, avalie as necessidades da sua infraestrutura. Suas operações são digitais o suficiente?

Ou seja, você recebe atualizações sobre cada etapa do processo logístico em tempo real, bem como os status dos pedidos e o comprovante de entregas?

São apenas exemplos, mas sabia que quando digitalizados, configuram um passo importante para a formação de um modelo de logística robusto.

Sistemas TOTVS para Logística

E você, sabia que a TOTVS possui os melhores sistemas e tecnologias  para você que busca entrar de vez na era da Logística 4.0?

Conte com os melhores softwares para gerenciamento de transporte com tecnologias completas para você fazer todo controle da movimentação de mercadorias, bem como lidar com documentação (fiscais, operacionais e financeiros) envolvidos no processo.

Com os sistemas TOTVS para Logística, você aprofunda o seu olhar para os indicadores do negócio, com acesso a dashboards de informações logísticas completas.

Falamos de uma análise de clientes, com dados sobre ocupação por peso e tempo, coleta, entregas e mesmo faturamento por região.

Escolha o software logístico mais completo   para garantir mais controle e eficiência em toda a sua cadeia logística – do recebimento e armazenagem até a gestão de pátio e frotas. Entre de vez na nova revolução dos processos logísticos!

Nova call to action

Conclusão

Não é segredo que as empresas do setor de logística (e todo supply chain) se beneficiarão muito com a implementação da Logística 4.0.

A integração de novas tecnologias não apenas otimizará seu modelo de negócios e de operações, mas também fornecerá a você as ferramentas para se colocar à frente dos concorrentes.

Agora, que tal dar esse passo agora? As melhores tecnologias para sua operação logística você já sabe onde encontrar: na TOTVS!

E então, gostou do que aprendeu? Esperamos que tenha aproveitado o conteúdo! Ficou interessado em mais? Então siga essa última dica: assine nossa newsletter e receba conteúdos como esse diretamente em seu e-mail!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários deste post

  1. renata diz:

    Gostaria de saber mais sobre o assunto.

  2. Alan Amorim diz:

    Olá, Renata! Te convido a acompanhar o nosso blog. Estou com uma equipe que posta diariamente conteúdos interessante das mais diversas áreas, incluindo a de logística. Um exemplo é este outro artigo: https://www.totvs.com/blog/gestao-logistica/gestao-de-frete/

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.