Logística industrial: o que é, etapas, vantagens e dicas para otimizar na sua empresa

Equipe TOTVS | 20 fevereiro, 2024

A logística industrial é uma área fundamental para o sucesso de qualquer empresa que produz ou comercializa bens. Ela é como o esqueleto de todo negócio que envolve o transporte e a armazenagem de materiais.

Também engloba todas as atividades relacionadas ao planejamento, armazenamento, transporte e distribuição dos produtos, desde a matéria-prima até o cliente final. Ou seja, é um conjunto de práticas ligadas à gestão da cadeia de suprimentos.

Ela é o alicerce que permite que as empresas forneçam seus produtos para o mundo e mantém sua operação fluindo suavemente. 

Neste conteúdo, abordaremos tudo sobre o assunto, além de dicas para otimizar a logística em sua indústria. Vamos lá?

O que é logística industrial?

Trata-se de uma série de práticas industriais que envolvem métodos para o abastecimento dos estoques, controle de fluxo eficiente de mercadorias, armazenamento de insumos e reposição, entrega da mercadoria, entre outros.

Ou seja, ela envolve todos os serviços relacionados desde o ponto de origem até o de consumo, visando atender às demandas da melhor maneira possível.

É importante que cada departamento esteja cumprindo as suas funções conforme o planejado, pois cada um deles têm ligação com a logística.

Por isso, quando um departamento está debilitado, não realiza as suas funções corretamente e causa atrasos, prejudica todo o processo logístico.

Quais etapas compõem a logística industrial?

Já deu para entender o que é logística industrial, certo? Mas quais são as suas etapas? Começamos com o planejamento e depois vamos para a compra (obter os materiais ou produtos certos). Em seguida, é preciso levar os produtos do ponto A ao ponto B.

Por fim, as mercadorias são guardadas até que sejam necessárias, ocorre o acompanhamento de quais produtos estão em alta e quais estão em baixa e, finalmente, a entrega é feita.

Para ficar ainda mais claro, confira os detalhes de cada etapa:

  • planejamento: define os objetivos, as estratégias, os recursos e os indicadores de desempenho, levando em conta as demandas dos clientes, os fornecedores, os custos, os prazos e as normas de qualidade e segurança;
  • organização: consiste em estruturar e coordenar as equipes, as tarefas, os fluxos de informação e de materiais, os espaços físicos e os equipamentos necessários para a realização da logística;
  • controle: monitora e avalia o andamento das atividades da logística industrial, verificando se estão de acordo com o planejado, além de identificar possíveis problemas ou oportunidades de melhoria;
  • execução: consiste em realizar as operações da logística industrial, como a compra de matérias-primas, o recebimento, a estocagem, a movimentação, a transformação, a embalagem, a expedição e a entrega dos produtos acabados aos clientes.

As etapas podem ser aplicadas em vários segmentos, como uma fábrica de automóveis que planeja sua produção com base na previsão de vendas e organiza seu layout para otimizar o fluxo de peças e veículos. 

Assim, controla o estoque de componentes, o tempo de montagem e executa o transporte dos carros até as concessionárias.

Também podem ser utilizadas em uma loja virtual que planeja sua oferta com base no perfil e no comportamento dos consumidores.

Ela organiza seu estoque para facilitar a localização e a separação dos pedidos, bem como controla o status e o rastreamento das encomendas, e executa o envio dos produtos pelos correios ou por transportadoras.

As atividades de apoio da logística

A logística industrial precisa de atividades de apoio para funcionar corretamente. Explicaremos sobre cada uma delas a seguir:

  • transporte: é preciso fazer um planejamento de rotas eficientes e considerar a proximidade dos destinos, para otimizar os custos e entregar as mercadorias com eficiência;
  • processamento de pedidos: envolve a verificação das informações de vendas e dos produtos comprados. Assim, quando a empresa recebe um pedido, todas as informações são registradas para que os produtos sejam separados;
  • manutenção de estoques: verifica-se a movimentação e organização do estoque, bem como se os produtos estão armazenados em locais apropriados.

Qual é a importância da logística na indústria?

A logística industrial garante o fornecimento e a distribuição de matéria-prima para toda a produção da empresa, assim, não deixa faltar nenhum componente para o processo de fabricação.

Isso porque cada etapa se complementa para que a produção e a entrega da mercadoria seja eficiente e tenha sucesso. 

Assim, ela mantém um papel fundamental para que o comércio possa girar e se manter ativo, bem como garante a entrega rápida e com precisão dos produtos.

Com ela é possível ter várias vantagens, como:

  • ajuda a manter as empresas abastecidas com os produtos necessários;
  • deixa o estoque equilibrado;
  • reduz o desperdício;
  • maior eficiência;
  • reduz custos operacionais;
  • aumenta a qualidade e a satisfação dos clientes;
  • melhora a competitividade e a rentabilidade da empresa, pois possibilita a adaptação às mudanças do mercado e às exigências dos consumidores;
  • sustentabilidade ambiental.

Quais são os desafios da logística industrial?

Mesmo com as novas tecnologias que surgem todos os anos, o setor ainda enfrenta alguns desafios. Confira a seguir quais são os principais:

Mão de obra especializada

Um dos maiores desafios da logística industrial é contar com uma equipe qualificada e capacitada para executar as tarefas com eficiência, segurança e qualidade. 

Ela é essencial para garantir a produtividade, a redução de custos e a satisfação dos clientes. Por isso, é importante investir em treinamento, reciclagem e desenvolvimento dos colaboradores, além de oferecer condições de trabalho adequadas e motivadoras.

Transporte

O transporte é outro aspecto crítico da logística industrial, pois envolve custos elevados, riscos de atrasos, perdas e danos, além de questões ambientais e regulatórias. 

Para uma otimização logística, é preciso planejar as rotas, escolher os modais mais adequados, negociar com os fornecedores, monitorar as entregas e controlar os estoques. Também é fundamental adotar medidas de segurança, como rastreamento, seguro de carga e embalagem adequada dos produtos.

Controle de qualidade

O controle de qualidade é indispensável para garantir que os produtos atendam aos padrões exigidos pelos clientes e pelo mercado. Ele deve ser realizado em todas as etapas da logística industrial, desde o recebimento dos insumos até a entrega dos produtos acabados. 

Para isso, é preciso contar com equipamentos, ferramentas e métodos adequados para verificar as características físicas, químicas e biológicas dos produtos, bem como identificar e corrigir eventuais falhas ou defeitos.

Comunicação

A comunicação integrada é um fator essencial para o sucesso da logística, pois permite integrar todos os envolvidos no processo, desde os fornecedores até os clientes. 

Uma comunicação eficaz facilita o fluxo de informações, a tomada de decisões, a coordenação das atividades e a resolução de problemas. Para melhorar a comunicação na logística industrial, é recomendável utilizar sistemas informatizados, que permitem gerenciar e compartilhar dados em tempo real, como:

  • ERP (Enterprise Resource Planning);
  • WMS (Warehouse Management System);
  • TMS (Transportation Management System).

Custos elevados

A logística industrial representa uma parcela significativa dos custos de uma empresa, pois envolve gastos com mão de obra, transporte, armazenamento, manutenção, impostos, entre outros. 

Por isso, é essencial buscar formas de reduzir esses custos sem comprometer a qualidade e a agilidade do serviço. 

Algumas estratégias para isso são:

  • implementar o conceito de logística enxuta, que visa eliminar desperdícios e otimizar recursos; 
  • adotar o sistema Just in Time (JIT), que visa sincronizar a produção com a demanda;
  • aplicar o método Kaizen (melhoria contínua), que visa melhorar continuamente os processos e resultados.

Dicas para otimizar sua logística industrial

Chegou a hora de conhecer algumas dicas para fazer a otimização da logística em sua indústria!

Quando bem executada, a logística pode reduzir custos e aumentar a satisfação do cliente. 

Vamos nos aprofundar em quatro aspectos da otimização da logística: mapeamento de processos, integração da cadeia de suprimentos, layout do armazém e uso da tecnologia.

Confira a seguir:

Faça o mapeamento de processos

O mapeamento de processos é um dos primeiros passos para otimizar a logística industrial. Consiste em analisar os fluxos de trabalho para identificar gargalos e ineficiências. 

Isso permite que a sua equipe compreenda melhor a logística dos negócios e trabalhe de maneira mais fluida. 

Integre toda a cadeia de suprimentos

A integração da cadeia de suprimentos é um componente vital de uma logística industrial otimizada. Essa integração reduz os custos, permitindo um melhor alinhamento entre os diversos setores, como compras, estoque e produção. 

Também aumenta a visibilidade, dando a todos os envolvidos uma visão clara do que está acontecendo em toda a cadeia de suprimentos.

Otimize o layout do armazém

A otimização do layout do armazém tem um impacto direto na eficiência da logística, pois um layout bem pensado aumenta o espaço disponível para estoque, melhora a circulação de mercadorias e reduz o tempo de busca de produtos. 

Também pode ser atualizado para se adequar às mudanças nos volumes de estoque e demanda.

Use a tecnologia

A tecnologia não poderia ficar de fora do setor de logística industrial, pois ela é fundamental para que todos os processos sejam feitos com agilidade e assertividade.

Com o uso de ferramentas tecnológicas, todas as operações logísticas podem ser otimizadas e automatizadas, o que garante o acompanhamento de rotas mais seguras e rápidas para que o produto chegue ao cliente dentro do prazo, por exemplo.

TOTVS WMS SaaS

Você já entendeu tudo sobre a logística industrial, inclusive as suas vantagens, não é mesmo? 

No entanto, para que ela seja realmente eficiente é necessário utilizar soluções que possam auxiliar em todos os processos, como o TOTVS WMS SaaS, que é ideal para os setores de distribuição, manufatura e operadores logísticos.

Nosso sistema de gestão de armazenagem é altamente flexível e proporciona vários benefícios, como eficiência operacional, redução de perdas e melhor controle de estoque. 

Assim, você reduz custos operacionais e deixa os clientes ainda mais satisfeitos com a agilidade e qualidade dos processos. Também melhora o planejamento de todas as operações de armazenamento e de demandas operacionais do negócio.

Facilite os processos de estoque e diversifique os seus produtos dentro do centro de distribuição! Conheça o TOTVS WMS SaaS!

Conclusão

Neste conteúdo, você entendeu que a logística industrial é um conjunto de atividades que visa planejar, organizar, controlar e otimizar os fluxos de materiais, informações e recursos dentro de uma empresa ou entre empresas.

Ela tem como objetivo reduzir os custos, aumentar a qualidade, a produtividade e a competitividade das organizações.

Além disso, a gestão industrial e logística oferece várias outras vantagens que mostramos aqui, e você pôde conferir algumas dicas de como fazer a sua otimização.

Que tal aprender ainda mais sobre o assunto? Leia outros conteúdos em nosso blog! Recomendamos a leitura do nosso artigo sobre controle de estoque!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.