Transporte dutoviário no Brasil: o que é, como funciona, tipos e classificação

Equipe TOTVS | 16 maio, 2024

O transporte dutoviário no Brasil ainda é um modal de transporte pouco utilizado, mas que se destaca como uma ótima opção.

Os dutos desempenham um papel fundamental na movimentação eficiente de uma variedade de produtos, desde petróleo e gás natural até minérios e água. 

Para entender melhor essa infraestrutura essencial, é crucial examinar a classificação do transporte dutoviário e saber como ele funciona. 

Neste artigo, mostraremos os principais tipos de dutos utilizados para diferentes tipos de produtos, incluindo oleodutos, gasodutos, minerodutos e polidutos, bem como o seu funcionamento e as vantagens e desvantagens.

Boa leitura!

Como é o transporte dutoviário no Brasil?

O transporte dutoviário consiste no transporte de produtos por meio de dutos ou tubulações, geralmente líquidos ou gases, ao longo de longas distâncias. 

No Brasil, o transporte de petróleo e seus derivados, como gasolina e diesel, é um dos principais exemplos de uso do transporte dutoviário. 

Grandes oleodutos cruzam o país, conectando áreas de produção a centros de distribuição e refinarias, garantindo um fluxo contínuo de combustíveis essenciais para a economia.

Em 1942, foi criada a primeira dutovia brasileira na Bahia para ligar refinaria experimental ao porto.

Podemos destacar as seguintes dutovias brasileiras: 

  • Oleoduto de São Sebastião/Paulínia;
  • Oleoduto de Angra dos Reis/Caxias; 
  • Mineroduto de Paragominas/Barcarena;
  • Mineroduto do Pará;
  • Gasoduto do Brasil-Bolívia.

Por que no Brasil o transporte dutoviário é tão pequeno?

Apesar de suas vantagens, o transporte dutoviário no Brasil ainda enfrenta desafios significativos que limitam seu crescimento. 

Segundo Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT), somente 4% dos transportes são realizados por dutovias, enquanto 60% são realizados por rodovias, 20% por ferrovias e 13% por hidrovias.

Um dos principais obstáculos é o alto investimento inicial necessário para a construção de dutos e infraestrutura associada, bem como ser um meio de transporte restrito para algumas operações.

Além disso, questões ambientais e regulatórias podem complicar a implantação de novos projetos, especialmente em áreas sensíveis, como florestas e reservas naturais. 

Esses fatores contribuem para que o transporte dutoviário ainda seja relativamente pequeno em comparação com outras modalidades, como rodoviário e ferroviário.

Como funciona o transporte dutoviário?

O funcionamento do transporte dutoviário é relativamente simples, mas altamente eficiente. Os produtos são transportados através de dutos, que podem variar em tamanho e material dependendo do tipo de carga e distância a ser percorrida. 

Bombas são utilizadas para impulsionar o fluxo dos líquidos ou gases, garantindo que cheguem ao seu destino final de forma rápida e segura. 

O controle e monitoramento constante são essenciais para garantir a integridade do sistema e evitar vazamentos ou outros incidentes.

As linhas dos dutos são chamadas de dutovias, que são formadas por: 

  • Terminais ou depósitos: que é o local onde a carga é depositada e retirada;
  • Canos: é o local onde o produto é escoado;
  • Juntas: que ligam os canos.

O transporte dutoviário funciona 24 horas e também é classificado em:

  • Oleodutos: projetados especificamente para o transporte de petróleo bruto e seus derivados, como gasolina, diesel, óleo combustível e outros produtos relacionados ao petróleo;
  • Gasodutos: utilizados para o transporte de gás natural, seja em sua forma bruta ou após processamento em instalações de tratamento;
  • Minerodutos: projetados para transportar minérios e concentrados de minério de minas para instalações de processamento ou portos de exportação;
  • Polidutos: são dutos multifuncionais que podem transportar uma variedade de produtos diferentes simultaneamente, utilizados em instalações industriais, com diferentes tipos de produtos que precisam ser transportados para destinos diversos. 

Tipos de transporte dutoviário

O transporte dutoviário abrange uma variedade de métodos de transporte de produtos por meio de dutos, cada um adaptado às necessidades específicas de transporte e às condições ambientais. 

Abaixo, exploraremos os principais tipos de transporte dutoviário, incluindo subterrâneos, aparentes, aéreos e submarinos:

Subterrâneos

Os dutos subterrâneos são talvez os mais comuns e amplamente utilizados em todo o mundo. Eles são instalados sob o solo, geralmente enterrados em valas, para transportar uma variedade de produtos, como petróleo, gás natural, água e produtos químicos.

Aparentes

Os dutos aparentes são instalados acima do solo e são visíveis em sua totalidade ou parcialidade. Eles são vistos em áreas onde as condições geográficas não permitem a instalação subterrânea, como regiões montanhosas ou áreas densamente povoadas. 

Aéreos

Os dutos aéreos são suspensos no ar, geralmente em estruturas de suporte, como torres ou postes. Eles são usados para transportar produtos em terrenos difíceis de atravessar, como pântanos, rios ou áreas de preservação ambiental. 

Submarinos

Os dutos submarinos são utilizados para transportar produtos sob corpos d’água, como oceanos, rios e lagos. Eles são projetados para suportar condições ambientais extremas, incluindo pressão da água, corrosão e movimentação do solo submarino. 

Vantagens e desvantagens do transporte dutoviário

Como qualquer modalidade de transporte, o transporte dutoviário no Brasil possui suas vantagens e desvantagens. 

Entre as vantagens, destacam-se:

  • Alta capacidade de carga, ou seja, movimenta grandes volumes de carga de uma única vez;
  • Segurança do transporte de cargas perigosas;
  • Capacidade de percorrer longas distâncias;
  • Menos impacto ambiental, pois as mercadorias não precisam de embalagens e nem de combustíveis.
  • Baixo custo de energia e de transporte;
  • Menor interferência no tráfego urbano. 

Por outro lado, as desvantagens incluem:

  • Alto custo inicial de construção e manutenção dos dutos;
  • Dependência de condições geográficas favoráveis;
  • Burocracia para instalação dos dutos;
  • Baixa flexibilidade de produtos.

O transporte dutoviário no mundo

Embora o transporte dutoviário no Brasil ainda seja relativamente pequeno, em outros países ele desempenha um papel muito mais significativo na infraestrutura logística. 

Nos Estados Unidos, por exemplo, milhares de quilômetros de dutos transportam uma variedade de produtos, desde petróleo e gás natural até produtos químicos e água. 

Na Rússia, os oleodutos são essenciais para o transporte de petróleo e gás natural das vastas reservas do país para os mercados internacionais. Além disso, ela conta com o gasoduto submarino mais comprido do mundo, o Nord Stream, que também transporta para a Europa.

No Oriente Médio, se concentram os principais canais de transporte de combustível, sendo o mais importante os que desembocam no Mar Vermelho ou no Golfo Pérsico. 

Suíte Logística da TOTVS

Para empresas que buscam otimizar sua logística, a Suíte Logística da TOTVS oferece soluções abrangentes para gerenciamento de transporte, armazenamento e distribuição.

Com recursos avançados de planejamento e monitoramento, é possível maximizar a eficiência operacional e reduzir custos em toda a cadeia de suprimentos

Além disso, a integração com outras soluções TOTVS facilita a gestão completa do negócio, desde a produção até a entrega final.

Também auxilia transportadoras e operadores logísticos em qualquer tipo de modal de transporte, inclusive no transporte dutoviário.

Aumente a eficiência das operações logísticas da sua empresa! Conheça a Suíte Logística da TOTVS!

Conclusão

Neste artigo, você entendeu que o transporte dutoviário no Brasil é uma modalidade com grande potencial, mas que ainda enfrenta desafios significativos para seu pleno desenvolvimento. 

Abordamos também os tipos de transporte dutoviário, bem como as vantagens e desvantagens do modal.

Desde o transporte de petróleo e gás natural até o transporte de minérios e produtos químicos, os dutos desempenham um papel vital na movimentação eficiente de produtos em escala global.

A classificação dos dutos nos permite entender melhor as características e os requisitos específicos de cada tipo de transporte, destacando sua importância na infraestrutura logística. 

Oleodutos, gasodutos, minerodutos e polidutos oferecem soluções especializadas para diferentes necessidades de transporte, o que garante o fornecimento seguro e contínuo de produtos essenciais para consumidores em todo o mundo.

À medida que continuamos a enfrentar desafios logísticos e ambientais, o transporte dutoviário permanece como uma opção fundamental para garantir a eficiência e a  sustentabilidade no transporte de produtos. 

Aproveite e leia outros conteúdos em nosso blog! Recomendamos a leitura do nosso artigo sobre transporte fluvial no Brasil!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.